Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Digimon Racing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Digimon Racing
Capa da versão europeia. Da esquerda para a direita: Agumon, Guilmon (em destaque), e Veemon.
Desenvolvedora(s) Griptonite Games
Publicadora(s) Bandai (atual Namco Bandai Games)
Motor Mode 7
Plataforma(s) Game Boy Advance
Série Digimon
Data(s) de lançamento
  • JP 1º de abril de 2004
  • AN 13 de setembro de 2004
  • PAL 30 de abril de 2004
Gênero(s) Corrida
Modos de jogo Single Player, Multiplayer

Digimon Racing (デジモンレーシング, Dejimon Rēshingu?) é um jogo eletrônico de corrida de 2004 para Game Boy Advance desenvolvido pela Griptonite Games e distribuído pela Bandai, atual Namco Bandai Games. Como parte da franquia e da série de jogos eletrônicos de Digimon, ele utiliza os personagens e elementos da mesma. A jogabilidade se assemelha em grande parte a de jogos tradicionais de corrida, mas também utiliza elementos de corrida de kart e de ação. Seus onze personagens jogáveis iniciais podem se tornar mais de quarenta através de Digivoluções.

Diferentemente da maioria dos jogos para Game Boy Advance, Digimon Racing utiliza Mode 7 e dubladores. Foi anunciado pela primeira vez na Electronic Entertainment Expo (E3) de 2003 e exibido na E3 seguinte. O jogo foi lançado em 1º de abril de 2004 no Japão; 30 de abril na Europa; e em 13 de setembro na América do Norte.[1] Recebeu análises mistas dos críticos após seu lançamento, com críticas dirigidas a sua semelhança com outros jogos de kart da época e elogios por alguns de seus aspectos estéticos e por sua jogabilidade.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Greymon, a forma evoluída de Agumon, disputa uma corrida. A HUD mostra (em sentido horário a partir do lado esquerdo do topo): a colocação, o tempo decorrido, as voltas, o mapa do percurso, dois itens que podem ser utilizados e um contador de energia.

Digimon Racing é um jogo de corrida que utiliza personagens e elementos da série Digimon, bem como de outros jogos tradicionais de corrida. A história é sobre um grupo de Digimon que competem em um campeonato de corrida pelo DigiMundo, lugar de onde vieram os Digimon. O objetivo da disputa é determinar quem é o melhor piloto; portanto, eles usam karts projetados especialmente para igualar todos os concorrentes, em termos de habilidades.[2]

A jogabilidade de Digimon Racing se assemelha em grande parte a de jogos de corrida tradicionais. O jogo consiste em competir contra sete adversários controlados pelo CPU em campeonatos com corridas de três voltas. O uso de itens para atacar os inimigos e melhorar sua própria condição é uma parte integrante do jogo, e acrescenta um elemento de jogos de corrida de kart.[3] Uma nova característica do jogo é o "kart hopping": o uso dos karts para saltar sobre os oponentes, que ficam mais lentos. Isto acrescenta um elemento de jogos de ação. A Digivolução, um aspecto frequente da série, também desempenha um papel no jogo. Passar por pontos específicos da pista aumentam um contador de energia na parte inferior esquerda do HUD do jogo. À medida que o contador aumenta, os jogadores atravessam a linha evolutiva dos Digimon e, finalmente, ganham a capacidade de usar um ataque especial.[4]

As quinze pistas do jogo —das quais quatro já vem disponíveis— são baseados em ambientes convencionais em jogos eletrônicos, como florestas, vulcões e cidades. Após completar um percurso pela primeira vez, o jogador desbloqueia o modo de competição contrarrelógio e um chefão. As batalhas contra esses chefes, geralmente, consistem em derrotar um Digimon, geralmente estático, utilizando os itens dispersos pelas partes onde não estão desenhadas as pistas.[4] O jogador também pode competir em corridas individuais sem relação com a história em qualquer uma das pistas desbloqueadas.[5] O jogo pode utilizar os acessórios Game Boy Advance Wireless Adapter ou o Cabo Game Link para o modo multijogador, que suporta até quatro jogadores.[4]

Personagens jogáveis[editar | editar código-fonte]

O jogo conta com onze Digimon como personagens jogáveis. Oito personagens estão disponíveis normalmente; o resto pode ser desbloqueado ao completar as corridas dos campeonatos.[5] No entanto, o mecanismo da Digivolução aumenta o número de personagens para mais de quarenta.[6] O elenco inclui predominantemente Digimon populares do anime Digimon.[2] As habilidades de corrida de cada personagem são classificadas de acordo com três atributos: velocidade, manuseio e aceleração.[7]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Diferente dos jogos anteriores de Digimon, que foram desenvolvidos por empresas japonesas, Digimon Racing foi desenvolvido em Kirkland, nos Estados Unidos, pela Griptonite Games. No entanto, a responsável por distribuir o jogo foi a Bandai, atual Namco Bandai Games. Esse foi o primeiro jogo da série para Game Boy Advance, uma vez que Digimon Battle Spirit e Digimon Battle Spirit 2 foram lançados originalmente para WonderSwan Color.[4] O jogo utiliza o sistema Mode 7 para criar um modo de jogo tridimensional, caso contrário, o console portátil seria incapaz de tal feito. Ele também utiliza ocasionalmente dubladores durante as corridas, algo incomum nos jogos para o console.[4] Digimon Racing foi anunciado pela primeira vez na E3 de 2003.[8] No ano seguinte, foi exibido na E3 e o lançamento na América do Norte foi anunciado para agosto de 2004.[6] Quando o desenvolvimento foi finalizado, o jogo recebeu uma classificação "E" (everyone; lit. "todos") da Entertainment Software Rating Board (ESRB) e um "3+" da Pan European Game Information (PEGI).[7]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Pontuação geral
Agregador Pontuação
GameRankings 63,67%[9]
Metacritic 62%[10]
Resultados das análises
Publicado por Resultado
1UP C[3]
Allgame 3 de 5 estrelas.[5]
Famitsu 23/40[11]
GameZone 7,4/10[7]
IGN 7/10[4]
Nintendo Power 6,2/10[12]

O jogo foi lançado em 1º de abril no Japão, 30 de abril na Europa e em 13 de setembro de 2004 na América do Norte.[1] A partir de então, Digimon Racing recebeu críticas variadas; alcançou uma pontuação de 62% no Metacritic[10] e 63,67% no Game Rankings.[9] Alguns analisadores criticaram o jogo por ser muito parecido com jogos de kart da época. Craig Harris da IGN e Garnett Lee da 1UP.com afirmaram que a jogabilidade é igual a de Crash Nitro Kart e Mario Kart, respectivamente.[12] Apesar de seu formato similar, os críticos elogiaram algumas características estéticas do jogo, como os gráficos e a música (Michael Lafferty do GameZone) e os temas e desenhos das pistas (Lee).[3] Também foram elogiados aspectos da jogabilidade, como o controle (Harris e Lee), o modo multijogador (Lee), a rejogabilidade e o "kart hopping" (Harris).[3][4] A Nintendo Power afirmou que "a ação das corridas é similar a de outro jogos de [corridas de] kart, mas que a influência dos Digimon acrescenta algo a mais a jogabilidade, a tornando mais divertida."[12] Quatro revisores da Famitsu deram ao jogo uma pontuação 5, 5, 7 e 6 de um máximo de 10, respectivamente, resultando em uma pontuação total de 23 de 40.[11] T.J. Deci do Allgame qualificou o jogo com três estrelas em cinco possíveis, mas não forneceu uma análise mais completa.[5]

Referências

  1. a b «Digimon Racing Related Games» (em inglês). GameSpot. Consultado em 6 de novembro de 2012 
  2. a b «Digimon Racing» (em inglês). GameSpy. Consultado em 6 de novembro de 2012. Arquivado do original em 11 de Julho de 2011 
  3. a b c d Lee, Garnett (29 de outubro de 2004). «Digimon Racing Review from 1UP.com» (em inglês). 1UP.com. Consultado em 6 de novembro de 2012. Arquivado do original em 1 de Janeiro de 2013 
  4. a b c d e f g Harris, Craig (7 de setembro de 2004). «Digimon Racing - IGN» (em inglês). IGN. Consultado em 6 de novembro de 2012 
  5. a b c d Deci, T.J. «Digimon Racing - Overview - Allgame» (em inglês). Allgame. Consultado em 11 de novembro de 2012. Arquivado do original em 15 de Fevereiro de 2010 
  6. a b Navarro, Alex (12 de maio de 2004). «Digimon Racing First Look» (em inglês). GameSpot. Consultado em 12 de novembro de 2012 
  7. a b c Lafferty, Michael (18 de junho de 2004). «Digimon Racing Review - Game Boy Advance» (em inglês). GameZone. Consultado em 12 de novembro de 2012. Arquivado do original em 23 de Janeiro de 2008 
  8. Harris, Craig (14 de mai de 2003). «E3 2003: Digimon Racing» (em inglês). IGN. Consultado em 16 de novembro de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. a b «Digimon Racing for Game Boy Advance» (em inglês). Game Rankings. Consultado em 16 de novembro de 2012 
  10. a b «Digimon Racing (gba) reviews at Metacritic.com» (em inglês). Metacritic. Consultado em 16 de novembro de 2012 
  11. a b Famitsu (799). 9 de abril de 2004  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  12. a b c Nintendo Power (184). Outubro de 2004. p. 124  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]