Digimon Tamers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Digimon Tamers
デジモンテイマーズ
(Dejimon Teimāzu)
Digimon Tamers
Gênero Ação, Aventura, Fantasia
Anime
Direção Yukio Kaizawa
Estúdio Toei Animation
Emissoras de televisão Fuji TV
Emissoras lusófonas Brasil Fox Kids
Brasil Rede Globo
Brasil Jetix
Portugal SIC
Portugal Canal Panda
Portugal Panda Biggs
Exibição original 1 de abril de 2001 – 31 de março de 2002
Episódios 51 (Lista de episódios)
Filme
Battle of Adventurers
Duração 50 min.
Estúdio Toei Animation
Lançamento 14 de julho de 2001
Filme
Runaway Locomon
Duração 30 min.
Estúdio Toei Animation
Lançamento 2 de março de 2002
Mangá
Escrito por Yuen Wong Yu
Editora(s) Rightman Publishing Ltd.
Data de publicação Abril de 2004 – Outubro de 2004
Volumes 4
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Digimon Tamers (デジモンテイマーズ , Dejimon Teimaazu?) é a terceira temporada da série de animação japonesa Digimon. Produzida pela Toei Animation, a história não tem relação com as temporadas anteriores, Digimon Adventure e Digimon Adventure 02, porque a maior parte da trama se passa no mundo humano e é baseada em um jogo de cartas colecionáveis. A série foi sucedida por Digimon Frontier.

É a temporada mais avaliada positivamente pela crítica em todo mundo, obtendo as melhores notas também em sites de aliviação qualitativa, como no Internet Movie Database [1] e no Metacritic [2], de por causa de sua estrutura, fundamentação, texto e roteiro, conhecida por sua capacidade de interagir com jovens e crianças através de metáforas que retratam problemas sociais através de seus personagens, tais como a depressão, abandono familiar, feminismo e a agressão familiar.

A temporada é bem mais madura que as anteriores e também às suas posteriores, ganhando um tom mais adulto, porém não menos infantil. Explora assuntos como Mecânica quântica, Física Química, Computação e Tecnologia da informação. Deu outra cara para o digimundo, mostrando que o espaço paralelo ao nosso, criado a partir dos dados da rede de comunicação podem ser bem mais perigosos e por fim explicou em detalhes como surgiram os digimons e que os criou, com revelação de datas.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história se passa no oeste de Shinjuku, em Tóquio, onde digimons são popularmente conhecidos através de jogos de cartas, videogames e série de TV. Assim como nas temporadas anteriores como Digimon Adventure e Digimon Adventure 02 cuja história também se desenrola em lugares de Tóquio como, Odaiba, Tamachi e Hikarigaoka. Os digimons não eram conhecidos na realidade e eram vistos como criaturas estranhas e levadas como "coisa de criança".

Os digimons, monstros digitais, são programas primitivos de computadores, antigos modelos de inteligência artificial que foram esquecidos dentro da rede na década de 80 e foram evoluindo com os dados soltos dentro da internet. Eles, por instinto selvagem, lutam uns contra os outros para absorverem os dados do oponente para digievoluir sua forma.

As antigas formas de inteligência artificial são o resultado de um projeto iniciado nos anos 80 por um grupo de estudantes e logo depois fechado por falta de condições financeiras. Desde então, esses dados esquecidos têm crescido dentro da rede junto das informações jogadas na internet que ganhou força nos anos 90 formando os digimons.

No fim dos anos 90, esses digimons dentro da rede começaram a ultrapassar a barreira dos dois mundos aparecendo no mundo humano através da materialização orgânica de seus dados e assim começando os primeiros ataques de digimons na Terra. Para cuidar desses casos, foi criada uma organização governamental chamada Hypnos, responsável por monitorar a movimentação dos digimons (chamados por eles de selvagens) dentro da rede para nosso mundo.

D-Ark, o Digivice usado em Digimon Tamers.

O personagem principal é Takato Matsuda, um garoto de 10 anos que tem uma vida normal e é fanático por um jogo de cartas de Digimon. Tudo começa quando ele encontra em meio à suas cartas de Digimon um misterioso cartão azul que se transforma no seu digivice D-Ark, um aparelho arredondado com um leitor de cartas ao lado. Quando Takato passa no leitor desse digivice o desenho do Digimon que ele criou, nasce Guilmon, um Digimon feito das informações do desenho de Takato. Até então, Takato nunca imaginou que digimons poderiam existir, é como se ele estivesse vivendo uma fantasia. Ele nem imaginava que existiam outros digimons vivendo nesse mundo até que conhece Jenrya Lee e Ruki Makino.

Ruki é uma menina fria e orgulhosa que possui uma Digimon chamada Renamon. Ela acredita que digimons são ferramentas de batalhas e que as lutas são sua essência. Jenrya Lee é um garoto de 10 anos bastante maduro e inteligente, seu Digimon parceiro é o Terriermon. Ele acredita que digimons não têm a necessidade de lutar como criaturas selvagens no mundo real da mesma forma que acontece no mundo digital. Ele acredita que digimons podem ser amigos dos humanos, ou seja, exatamente o oposto de Ruki.

No início há muitos desentendimentos entre eles, mas digimons começam a aparecer no mundo real para atacar os humanos, então para evitar os ataques desses digimons selvagens, eles deverão passar por cima de suas diferenças e lutar ao lado de seus digimons para protegerem sua cidade. O primeiro Digimon sem domador que conhecem é Culumon, que misteriosamente tem o poder de evoluir os digimons que estejam próximos. Eles depois conhecem Impmon, um Digimon que não gosta de digitreinadores e gosta de mexer com eles, mas escondia um motivo pessoal que o fazia agir dessa maneira. Logo, eles descobrem que tudo isso é mais complicado do que parece e que isso é perigoso, que envolve até mesmo organizações poderosas do governo como a Hypnos.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

O Desenvolvimento dos Personagens dentro da Série[editar | editar código-fonte]

A série é dividida dois arcos, o primeiro se passa aqui no mundo real e eles estão se conhecendo e lutando contra digimons selvagens que aparecem aqui e essa primeira parte dura até a metade da temporada, este período é separado para que o telespectador possa entender melhor a personalidade de cada personagem e conhecer seus problemas e conflitos pessoais e sociais, porém a partir da segunda metade, eles decidem ir ao digimundo atrás de um digimon deva que captura o digi-intelecto Culumon para poderem resgata-la culminando em um total Clímax. Digimon é um série conhecida por prezar muito seus personagens, fazendo com que eles tenham um desenvolvimento pessoal dentro de um todo, podendo sofrer crises de personalidades e reformulações de caráter. Mas a formula usada anteriormente era que isso fosse acontecendo através do desenrolar e assim no ultimo capítulo teríamos personagens completamente mudados e mais maduros. Em Tamers esse primeiro arco esta separado isto, para conhecermos e identificarmos com os personagens, e isto é bom, porque quando eles decidem ir para o digimundo eles já estão completamente maduros.

Takato era uma criança completamente diferente das anteriores que foram chamadas de líderes, Ele não acreditava em si mesmo, não tinha inciativa, era medroso e era muito comum, mas com o passar da história vemos ele se tornar em um menino decidido, corajoso e valente que não tem mais medo e confia em si mesmo e sem precisar que alguém exploda dizendo pra ele seus erros e no que ele precisa melhorar (formula muito usada nas temporadas anteriores) tudo acontece de forma muito natural. Ele nos passa a lição de acreditar em si mesmo, pois ele acreditou tanto que até criou seu próprio digimon.

Lee fazia simplesmente o papel da pessoa mais calma, mais leve e responsável do grupo. Não era um nerd mas tinha sua inteligência, não gostava de violência e muitas vezes se mostrou muito preocupado com a segurança das pessoas. E seu digimon era justamente o reverso dele, brincalhão, despreocupado e que não gostava de o obedecer, criando uma subjeção, que nos faz pensar ''até onde se deve ser super responsável ou até onde se deve ser super brincalhão''. Lee com base em sua teoria de segurança chega a desprezar as digievoluções de Terriermon, por causa do uso da violência; o mais irônico era que Gargomon possuía armas e ele  precisava justamente de suas armas pra poder batalhar contra os inimigos da turma, ou seja algo que expressa a violência. Mas no decorrer das coisas, vemos Lee deixar de lado um pouco toda essa paz interior que ele buscava não perturbar, ainda mais quando ele se sente responsável em proteger sua irmã que ''acidentalmente'' vai parar no digimundo. Então aí sim, o personagem entra num cúmulo de coragem e bravura que chega a ser prejudicial aos seus amigos, isso simbolizaria o estresse acumulado pelo garoto no rolar da história e com toda esta bravura ela estaria ''desabafando'' seus sentimentos, ''gritando'' para todos o que ele quer, e isso ajuda, já que o personagem ensina uma lição que tem haver com entendimento, o entendimento de que as vezes precisamos entender que medidas duras precisam ser tomadas.

Ruki (ou Rika) começa a temporada diferente de todos os demais, nos primeiros capítulos a vemos como uma garota forte, decidida e que não teme nada, que trata digimons como objetos e não sente a menor pena de mata-los, diferente de qualquer personagem feminina que a série já nos havia apresentado, e isso reflete em sua digimon, Renamon que também manisfesta um lado mais sério e maduro, perante os outros. Mas no decorrer percebemos que essa fortaleza toda de Ruki não passava de uma fraqueza que ela tinha dentro de si mesma, ou seja, ela criou toda essa personalidade pra poder esconder todos os seus sentimentos mais vulneráveis. Ela tem uma história mais complexa, afinal ela desenvolveu essa personalidade toda pelo fato de que seu pai a renegou como filha, pelo simples fato de ser uma garota, e com isso ela acaba morado com uma mãe solteira e uma vó bem moderna. E isso tudo culminou em uma garota meio ''masculinizada''e fria, talvez pra poder chamar a atenção de seu pai, mas tudo isso acabava atrapalhando na sua relação com sua mãe, criando uma barreira entre as duas, barreira que ao passar dos episódios vai se acabando e elas vão se tornando cada vez mais íntimas e próximas, Vemos Ruki se tornar mais amorosa e parar de pensar em si mesma, a partir de que ela entende que os digimons também são seres e entende que Renamon é sua amiga, até o momento em que ela e Renamon decidem cometer um quase ''suicídio'' para salvar seus amigos se jogando dentro do corpo do inimigo, nascendo assim sua Biomerge. A lição que ela nos passa é sobre nada mais nada menos que o amor, pela família, pelos próximos e pelos amigos.

Psicologia Retratada Dentro Da Série[editar | editar código-fonte]

Com certeza o maior desenvolvimento dentro da série parte a partir da personagem Juri Katou, que nos é apresentada a início como a garota que usava um fantoche para se comunicar com seus amigos e possível afeição amorosa de Takato, mas eles eram muito infantis ainda e não compreendiam isso. No decorrer  dos episódios nós vemos que a história da garota vai bem mais além do que imaginávamos, a sua história é mostrada de forma bem cautelosa, para não assustar o público infantil para qual a série é voltada, mas um adulto perceberia facilmente o que se passa na vida da garota. Pois bem, Katou perdeu a sua mãe bem cedo, e pelo o que entendemos todos ao seu redor a fazem aceitar isso da pior forma possível, sem palavras de carinho, sem amor, sem afeto, um pai que claramente se mostra agressivo, vivendo em um ambiente conturbado, tendo que servir de garçonete no bar de seu pai e atender homens bêbados. Como se não bastasse isso, ela ainda perde seu parceiro digimon Leomon, que foi morto e absorvido por Beelzebumon na sua frente. A partir daí Katou se torna estranha, fria, e incapaz de responder as questões, pensar ou  comer, a tristeza afaga sua alma, até que D-Reaper, a usa para estudar os humanos, aproveitando de sua tristeza interior e seu estado de espírito fraco e debilitado, chegando a aprisiona-la. Lembrando que D-reaper só quis destruir a raça humana por perceber como os humanos eram maus, pela forma que Katou era tratada por todos ao seu redor.  Aqui temos um período bem tenso, a ponto de ouvirmos a personagem desejar a morte, e que se sente inútil para continuar a viver, forte para uma criança ouvir.

A personagem consegue se livrar disso tudo, graças ao amor e carinho que conseguiu receber de seus amigos, do apoio e do arrependimento de seu pai.

Katou é uma clara metáfora para explicar a depressão e de fato como ela acontece dentro de uma pessoa. A começar pela culpa, o peso da responsabilidade que a garota de 10 anos tinha de carregar. O fantoche, que era usado para expressar a falta de atenção que a menina carecia. Simplesmente perfeito, um personagem para explicar o que é a depressão, o que ela faz com você e como sair dela.

A temporada também é conhecida por desenvolver os digimons também, e talvez o caso mais notório seja o caso de Beelzemon, que representa a metáfora sobre Pecado e Redenção através de sua história, se olharmos pela Demonologia, ele seria o demônio da Gula, Belzebu. Exerce seu papel dentro da série para explicar até onde a Ganância pode levar alguém e como ela paga por isso. Por causa de seus domadores inexperientes e ainda prematuros demais para entender o que era ter um digimon, Impmon se torna alguém revoltado com os humanos, e se vê invejado ao perceber que Renamon, Terrirmon e Guilmon possuem de uma boa relação com seus domadores, e conseguiam evoluir. Passamos o primeiro arco todo escutando o personagem gritar aos ventos que ele QUER SER FORTE (já metaforizando a ganância) e vivendo a dualidade entre ser ou não ser amigo daqueles que ele tanto invejava, hora ou outra ele queria, mas logo sua gula pelo poder o afastava novamente deles. Ao chegar no digimundo ele vende sua alma para um dos grandes seres sagrados pelo poder, mas na condição de que  ele deveria matar todos os domadores que ali estavam, no caso Takato e seus amigos. Sem pensar duas vezes já transformado e Beelzebumon, ele parte para mostrar seu poder para qualquer ser que encontrar, matando sem pena ou dó, a cada passo mais frio e sedento por mais poder, seu ápice chega ao limite quando ele mata leomon e o absorve na frente de Katou e então ele perde a luta pela revolta e ódio de Takato. A partir daí vemos Impmon novamente fraco e quase morto. Antes de voltarem para o mundo real, Renamon e Ruki insistem em querer salva-lo, e quase ficam pra trás na tentativa de encontra-lo. Vendo a misericórdia de suas amigas ele percebe como foi idiota e até onde ele havia sido levado pela ganância do poder, porém vemos que as coisas não são apenas isso, pecar e se arrepender, depois disso uma série de consequências acontece, para que ele possar ser ''perdoado'' e uma delas é o que acontece a Katou. Sim Beelzebumon sofre ao perceber que não consegue salva-la e que ela não o vê como herói, mas sim como o Digimon que matou o digimon dela, e então ele se mostra um ser comum na busca pela redenção ao tentar inúmeras vezes salvar Katou, como se fosse um pedido de perdão.  Esse personagem metaforiza perfeitamente o que é pecado e redenção. [3]

D- Reaper[editar | editar código-fonte]

D- Reaper ( a ceifeira ou o matador) [1] é um corpo ou massa, que não possuí inteligência, nem mesmo pensamento ou memória, apenas sabe-se que sempre que esta massa de dados irá passar sempre para realizar uma formatação, quando o digimundo, ou outros mundos paralelos a terra estejam superlotados.

A grande tristeza de Juri Katou, atraiu a personalidade que quis investigar os humanos através dos sentimentos da garota, tendo um conclusão destrutiva do ser humano, através de todos os problemas familiares dos quais Katou havia passado.

E vilão foi retirado da Terra através da força de uma campo magnético, com a física e levado para uma outra dimensão, já que ele não poderia ser destruído.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Protagonistas[editar | editar código-fonte]

Secundários[editar | editar código-fonte]

  • Ai e Makoto e Impmon
    • (Nível Em-Treinamento): Yaamon
    • (Nível Criança): Impmon
    • (Nível Mega): Beelzebumon
    • (Nível Mega): Beelzebumon: Modo Explosivo

Vilões[editar | editar código-fonte]

Saga Hypnos[editar | editar código-fonte]

  • Mitsuo Yamaki (Presidente da Hypnos): O presidente da Hypnos se sente responsável pela proteção local e sente-se encarregado de tirar as crianças do meio dessa bagunça, mesmo que para isso tenha que ameaçá-las. No episódio 13 foi mostrado a forma como a Hipnos capturou um digimon derrotado por Guilmon e fez com que seus dados fossem destruídos. Após o ataque de Vikaralamon, ele se alia aos domadores. O primeiro programa utilizado pela Hypnos foi Yuggoth, para detectar e corrigir anomalias na rede, incluindo digimons. Quando os Devas passaram a surgir, passou a ser utilizado o programa Shaggai, também conhecido por Juggernaut[4].
  • Impmon: Tendo características de causador de problemas, Impmon parece gostar de fazer os outros se darem mal, mesmo que para isso tenha que os colocar em problemas graves. Seu maior problema é querer enfrentar os mais fortes para realizar uma digievolução. Sendo assim, quase foi quase morto pelo Deva Indramon.

Saga dos Devas e dos Digimons Divinos[editar | editar código-fonte]

  • Devas: Os Devas são digimons inspirados no calendário chinês e possuem características do mesmo, em Digimon Tamers eles servem a "Deus" e defendem a teoria de que digimons são independentes o suficiente para excluírem os humanos de suas vidas, condenando qualquer reconciliação.
  • MIHIRAMON: Tigre
  • SANTIRAMON: Cobra
  • SHINDURAMON: Galo
  • PAJIRAMON: Ovelha
  • VAJRAMON: Boi
  • INDRAMON: Cavalo
  • KUMBIRAMON: Rato
  • VIKARARAMON: Porco
  • MAKURAMON: Macaco
  • CHATSURAMON: Cachorro
  • ANTYLAMON: Coelho
  • MAJRAMON: Dragão


Belzebumon: Impmon mega digievoluído. Tanto ele quanto sua forma anterior, foi o principal vilão da série até o episódio 36. Beelzebumon é fruto da ganância de Impmon, onde, para ele, ter mais poder é essencial para se tornar o mais forte e respeitado Digimon de todos os tempos, tendo que desafiar até mesmo digimons mais poderosos em ato de sua insanidade. Chegou ao ponto de matar Leomon durante a grande luta que iria entre ele e o mais tarde, Dukemon. Foi derrotado por Dukemon que quase o matava, mas foi poupado devido aos lamentos de Kato. Mais tarde torna-se aliado aos Tamers.

  • Zhuqiaomon:(Zutsemon na dublagem brasileira). A Fênix do Norte.Do grupo Digimons Divinos, Zhuqiaomon era mais nervoso e revoltado que seus companheiros, sendo motivo de grandes ataques ao mundo humano em prol. da defesa dos digimons como seres independentes e com seu poder foi capaz de fazer Impmon tornar-se Beelzemon. Enfrentou os digimons nas formas perfeitos e mega, mas não foram páreos até a chegando de Azulongmon que parou a batalha.

Saga do Matador (D-Reaper)[editar | editar código-fonte]

  • Matador: Chamado de Matador na versão brasileira, este é um programa desconhecido e primitivo que tem como objetivo único deletar qualquer existência que o considera fútil, seja digimons ou humanos. A priori, foi criado misteriosamente para controlar a evolução.
  • Matador 01: Pode se variar em várias formas e se disfarçou de Jenn para conhecer a raça humana e suas relações mais de perto.
  • Matador 02: É o tipo mais fraco, mas sempre aparecem em grupo para atrapalhar. É também tido como rastreador.
  • Matador 03: Foi o primeiro Matador a atacar os digimons, ele possui lâminas extremamente cortantes e rápidas.
  • Matador 04: Como o Matador 02, ele ataca em grupo, mas é capaz de disparar projéteis que lembram canhões.
  • Matador 05: Possui uma forma peculiar e tem "costeletas" expostas e braços fortemente enormes.
  • Matador 06: Tem a forma humanoide de um besouro verde e possui movimentos desconhecidos.
  • Matador 07: Seus ataques são imprevisíveis. Um de seus ataques disparam feixes de energia vermelhos. Tem a forma deformada e diversas bocas em diversos lugares, capaz de perturbar com seus gritos.
  • Matador 08: Rapidamente lembra a Morte com seu formato e jeito de se mexer, também possui asas e dispara projéteis de poder desconhecido.
  • Matador 09: Serve para proteger o núcleo. É uma bolha gigante capaz de se defender de praticamente tudo que existe. Na animação foi usado para fazer com que as crianças não cheguem na Katou.
  • Matador: Seu corpo é composto por fibras ópticas, cabos eletrônicos e derivados. Possui uma boca enorme e tem uma aparência perturbadora. Também possui lâminas em algumas de suas pontas.
  • Mãe Matadora: A mãe e a verdadeira dona de todas as formas do Matador, também é composta por fios e possui uma aparência grotesca semelhante a uma estátua deformada. Ela é capaz de crescer significativamente, o que ocorreu na animação a ponto de arrastar prédios para que façam parte de sua forma. Ela não é capaz de se mover, mas tem poderes bastante destrutivos.

Guardiões do Digimundo[editar | editar código-fonte]

  • Zhuqiaomon: Senhor do fogo e do calor, a fênix vermelha é a mal-humorada do grupo. Protege o sul do digimundo e controla os Devas Sandiramon, Pajiramon e Indramon.
  • Azulongmon/Tintiromon: Controlador dos raios e senhor do céu, o dragão azul protege o leste do digimundo. Honesto, grande e poderoso. Possui os Devas Mihiramon, Antylamon e Majiramon.
  • Ebonwumon: Dominador da água e senhor das ilusões, a tartaruga sábia e antiga. Tem uma cabeça de tartaruga e outra de serpente e uma árvore em suas costas. Protege o norte do digimundo e tem como soldados os Devas Vajramon, Kumbhiramon e Vikaralamon.
  • Baihumon: Mestre do metal e senhor do gelo, o tigre branco é o mais jovem dos quatro divinos mas tem um poder imenso. Cuida do oeste do digimundo e tem os Devas Sinduramon, Makuramon e Chatsuramon.

Aliados[editar | editar código-fonte]

  • Culumon: É o único digimon que não teve um parceiro humano em toda a série. Ele tem um Cristal Matrix que o faz capaz de digievoluir os outros digimons. É bastante simpático, brincalhão e gentil.
  • Yamaki: Líder da Organização Hypnos.
  • Reika Otori: Operadora chefe da Hypnos. Séria e casada com seu chefe, Yamaki, Reika é bastante preocupada com sua relação devido ao fanatismo de Yamaki pelos digimons.
  • Megumi Onodera: Operadora da Hypnos e melhor amiga de Reika, gostam de conversar juntas sobre qualquer coisa.
  • Janyo "Tao" Lee: O pai de Henry Lee e um dos responsáveis pela inteligência artificial arquivada nos anos 80. Génio da Computação.
  • Rob MacCoy: O avô de Alice e professor da Universidade Palo Alto, também fez parte do grupo que deu iniciativa à inteligência artificial nos anos 80.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • Digimon Tamers possui uma série de referências a H.P. Lovecraft, criador do Mito de Ctulhu:
  • Yuggoth e Shaggai são dois planetas existentes no universo de Lovecraft, sendo habitados por fungos gigantes e insectóides.
  • O Matador, assim como as divindades de Lovecraft, não apresenta essência nem do bem nem do mal. Apenas cumpre sua programação, extinguindo tudo o que considera anomalias, desde digimons, a humanos.
  • O digignomos entidades apresentadas na série, não são digimons, mas outros seres digitais, formados a partir de matéria digital.
  • Um dos entrevistados sobre o Matador, é o professor Uchiharato Tetsuo da Universidade de Miskatonic. Esta universidade existe apenas no universo de Lovecraft.[5]
  • Justimon apresenta uma forma muito semelhante aos heróis da franquia Kamen Rider.
  • A dublagem da série foi mais próxima do original, não sendo usado o nome americano "Digimon 03", nem os nomes Henry Wong ou Rika Nonaka, existentes nesta versão. Há boatos de que a "cartilha" para adaptação dos termos não veio, diferentemente das demais temporadas.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

ESTÚDIO: Herbert Richers

DIREÇÃO: Ângela Bonatti

ELENCO DE DUBLAGEM

Domadores

  • Takato Matsuda: Alexandre Drummond. No original, é Makoto Tsumura (Selin Bradley em Fullmetal Alchemist}.
  • Jenrya Lee: Felipe Drummond. No original, é Mayumi Yamaguchi (Inveja em Fullmetal Alchemist).
  • Ruki Makino: Iara Riça. No original, Fumiko Orikasa (Rukia em Bleach).
  • Juri Katou: Fabíola Giardino. No original, Yoko Asada.
  • Kazu Shioda: Philipe Maia ( Yukiko Tamaki)
  • Kenta Kitagawa: Marcelo Sandryni. (Tōko Aoyama )
  • Ryo Akiyama: Marcelo Garcia/ Romeu D'Ângelo (Ep. 36) Junichi Kanemaru (Sonic em Sonic X)
  • Ai: Flávia Saddy (Ep. 12)/ / Rosane Corrêa (Ep. 27)/ (Ep. 43 e 50)
  • Makoto: Fernanda Baronne (Ep. 12 e 19)/ Flávia Saddy (Ep. 43)/ Rosane Corrêa (Ep. 50)
  • Alice McCoy: Rosane Corrêa( Yuka Imai)


Hypnos

  • Mitsuo Yamaki: Newton Martins. Susumu Chiba (Maki Ichinose em Bleach)
  • Reika Ohtori: Rita Lopes. Nagano Ai no original.
  • Megumi Onodera: Carla Neves (Ep. 6)/ Christiane Louise (Ep. 47 e 48). Fumiko Miyashita no original.


Grupo Selvagem

  • Janryu Lee: ??? (Ep. 4)/Leonardo Serrano (Ep. 13)/ Sérgio Muniz (Ep. 17 em diante). No original, Yoshiyuki Kaneko.
  • Rob "Dolphin" McCoy: Ayrton Cardoso (Ep. 20)/ Pietro Mário (Ep. 32)/ Lauro Fabiano (Ep. 40)/ Ronaldo Júlio (Ep. 41 em diante)
  • Aishwarya "Curly" Rai: Rita Lopes (Ep. 20)/ Christiane Louise (Ep. 32, 49 e 50)/ Marize Motta (Ep. 41)/ Angélica Borges (Ep. 44 e 47)
  • Babel: André Belizar (Ep. 20)/ ??? (Ep. 32)/ Leonardo Serrano (Ep. 38 a 42)/ Malta Júnior (Ep. 44 e 49 em diante)/ Marco Moreira (Ep. 47)
  • Daisy: Izabel Lira (Ep. 20)/ Carmen Sheila (Ep. 32)/ Adalmária Mesquita (Ep. 38 a 45 e 49 em diante)/ Rosane Corrêa (Ep. 47 e 48)
  • Gorou "Shibumi" Mizuno: Samir Murad (Ep. 32)/ Lauro Fabiano (Ep. 38)/ Juliano Rosa (Ep. 43 a 49). No original, Taro Suwa.


Digimons

  • Guilmon/ Grownmon/ MegaloGrownmon: Júnior Martins. No original, é Masako Nozawa, dubladora de Goku em Dragon Ball
  • Dukemon: Luiz Sérgio Vieira
  • Terriermon/ Gargomon/ Rapidmon/ SaintGargomon: Marcus Júnior. No original, Aoi Tada.( Edward Wong em Cowboy Bebop)
  • Renamon/ Kyubimon/ Taomon/ Sakuyamon: Sarito Rodrigues. No original, Yuka Imai
  • Culumon: Cristiane Monteiro. No original, Tomoko Kaneda(Boa Sandersonia em One Piece).
  • Impmon: Duda Espinoza. No original, Hiroki Takahashi (Joey Wheeler em Yu-Gi-Oh! Duel Monsters)
  • Belzebumon: Pietro Mário (Ep. 27)/ Ricardo Vooght (Ep. 30)/ Duda Espinoza (Ep. 34 em diante)
  • Leomon: Romeu D'Ângelo. No original, Hiroaki Hirata( Sanji em One Piece).
  • Guardromon/ Andromon: Ricardo Vooght/ Paulo Bernardo (Ep. 41 a 50) Kiyoyuki Yanada(Yogostein em Engine Sentai Go-onger)
  • Lopmon/ Antylamon: Carol Crespo ( Aoi Tada).
  • Cyberdramon: André Belizar (Ep. 28)/ Newton Martins (Ep. 36)/ Ricardo Vooght (Ep. 38 a 40)/ Sérgio Stern (Ep. 51)( Ikkei Seta)
  • Justimon: Marcelo Garcia ( Ikkei Seta)
  • Dobermon: Pietro Mário(Hiroki Takahashi)
  • Goburimon/ Fugamon: Paulo Bernardo
  • Vilemon: Marcelo Garcia
  • IceDevimon: Malta Júnior
  • Mushamon: André Belizar
  • Harpymon: Márcia Morelli
  • DarkLizardmon: Sérgio Muniz
  • Mihiramon: Sérgio Muniz. Masahiko Tanaka no original
  • Sandiramon: André Belizar. Ikkei Seta, no original.
  • Sinduramon: Issei Futamata, no original.
  • Pajiramon: Márcia Morelli. Masako Katsuki, no original(Tsunade em Naruto).
  • Vajramon: Pietro Mário. Unshou Ishizuka, no original (Almirante Kizaru em One Piece).
  • Indramon: Paulo Bernardo. Horiuchi Kenyuu , no original (Kin'emon em One Piece).
  • Makuramon: Pietro Mário/ Paulo Bernardo (Ep. 35)
  • Kumbhiramon: Ayrton Cardoso Kōki Miyata, no original (Hanataro em Bleach).
  • Vikaralamon: André Belizar.
  • Meramon: Ayrton Cardoso. Ryō Horikawa, no original (Shun de Andrômeda em Cavaleiros do Zodíaco e Vegeta em Dragon Ball Z)
  • Jagamon: Rosane Corrêa
  • Jijimon: Juliano Rosa
  • Catsuramon: Ricardo Vooght (Ep. 27)/ André Belizar (Ep. 30 a 36). Kōji Ishii no original (Comandante Damaras em Gokaiger).
  • Majiramon: Masahiko Tanaka no original
  • Clockmon: Paulo Bernardo
  • Hagurumon: Jorge Rosa
  • Orochimon: André Belizar
  • Gekomon: Juliano Rosa
  • Hangyomon: Samir Murad
  • Zutsemon(zuqiaomon): Paulo Bernardo (Ep. 36)/ Jorge Rosa (Ep. 37 a 40). Shuuichirou Moriyama no original( Porco Rosso em Porco Rosso)
  • Schinchiromon(Tintiromon): Paulo Bernardo. Juurouta Kosugi , no original (Arlong em One Piece).
  • Genbumon: Juliano Rosa/ José Santanna (Ep. 40). Jōji Yanami no original (Babidi, Dr. Briefs, King, Narrador, Kaiou do Norte em Dragon Ball Z)
  • Baihumon: Juliano Rosa (Ep. 40). Shinichi Kotani(também conhecido como Shinpachi Tsuji) no original (Makarov em Fairy Tail)


Outros

  • Takehiro Matsuda: Jorge Rosa/ Paulo Bernardo (Ep. 44)
  • Yoshie Matsuda: Fátima Malheiros/ Rita Lopes (Ep. 29)
  • Nami Asanuma: Mabel Cezar
  • Yanase Lee: Fabíola Giardino (Ep. 13)/ ??? (Ep. 17)/ Adalmária Mesquita (Ep. 33)/ Rita Lopes (Ep. 35)/ Carla Pompilio (Ep. 42 e 44)
  • Jaarin Lee: Ana Lúcia Menezes (Ep. 13)/ Rita Lopes (Ep. 45)
  • Rumiko Makino: Christiane Louise/ Rosane Corrêa (Ep. 49)
  • Seiko Hata: Marize Motta/ Fátima Malheiros (Ep. 49)
  • Tadashi Katou: José Santana (Ep. 24)/ Mário Cardoso (Ep. 32 e 47)/ Romeu D'Ângelo (Ep. 41)/ ??? (Ep. 47)
  • Shizue Katou: Sheila Agued
  • Masahiko Katou: Flávia Saddy
  • Toshiaki Mori: Paulo Bernardo (Ep. 2)/ Ronaldo Júlio (Ep. 8)/ Leonardo Serrano (Ep. 13 e 16)
  • Seiji Kurosawa: Ronaldo Júlio
  • Jeremy: Rosane Corrêa
  • Mestre do Lee: Malta Júnior (Ep. 19)/ Jorge Rosa (Ep. 42 e 43)
  • Shunsuke Kitagawa: Juliano Rosa
  • Hirofumi Shioda: Jorge Destez
  • Johnny: Reginaldo Primo
  • Kai(primo de Takato): Caio César

Dobragem em Portugal[editar | editar código-fonte]

Takato, Leomon - Nuno Pardal

Rika, Riley, Lopmon, Ai - Patrícia Andrade

Henry, Ryo, Mako - Nuno Loureiro

Jeri, Calumon - ?

Guilmon, Kazu - Rui Raposo

Kenta, Sr. Yamaki, Ipmon - Pedro Cardoso

Suzie, Terriemon - ?

Guardamon - Rui Quintas

Mídia[editar | editar código-fonte]

Animação[editar | editar código-fonte]

Digimon Tamers possui 51 episódios e foi ao ar pela primeira vez na Fuji TV no Japão entre 1 de abril de 2001 e 31 de março de 2002.[6]

O tema de abertura é "The Biggest Dreamer" por Kōji Wada e os encerramentos são "My Tomorrow" e "Days -Aijō to Nichijō-" (Days-愛情と日常-?), ambos por AiM. Ao decorrer da série, outras canções foram inseridas, entre elas "SLASH!!" por Michihiko Ohta, "EVO" por Wild Child Bound, "One Vision" por Takayoshi Tanimoto, "3 Primary Colors" pelas crianças, "Kaze" (?) por Kōji Wada e "Starting Point" por Kōji Wada, AiM e Michihiko Ohta

Filmes[editar | editar código-fonte]

  • Digimon Adventure's Battle

Tendo estreado em 14 de Julho no Japão, este filme envolve apenas a terceira temporada, apesar de fazer referências a Apocalymon, o último inimigo da primeira temporada, vencido por Tai e os outros.

  • Run Away Digimon Express

Este filme se localiza alguns meses após a destruição do Matador. Ele conta a história de Locomon, um Digimon locomotiva que ficou louco e está atacando a cidade. Na verdade Locomon está sendo controlado por outro Digimon, Parasimon, que se infiltrou em seu corpo para absorver sua energia.

Referências

  1. Nozawa, Masako; Imai, Yuka; Tsumura, Makoto; Yamaguchi, Mayumi (1 de julho de 2001), Digimon Tamers, consultado em 8 de março de 2017 
  2. Digimon: Digital Monsters, consultado em 8 de março de 2017 
  3. «Tamers é a Melhor Temporada de Digimon». Consultado em 8 de março de 2017 
  4. http://wikimon.net/Yuggoth
  5. http://tvtropes.org/pmwiki/pmwiki.php/ShoutOut/DigimonTamers
  6. «Digimon Tamers : DVD Talk Review of the DVD Video». Dvdtalk.com. Consultado em 3 de setembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]