Donna Haraway

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Donna Haraway
Nascimento 6 de setembro de 1944 (73 anos)
Denver
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Yale
Ocupação filósofa, socióloga, professora universitária, feminista
Prêmios Programa Fulbright
Empregador Universidade da Califórnia em Santa Cruz, European Graduate School, Universidade Johns Hopkins

Donna Haraway (Denver, Colorado, 6 de setembro de 1944) é uma bióloga, filósofa, escritora e professora emérita estadunidense, crno Departamento de História da consciência, na Universidade da Califórnia em Santa Cruz. É autora de diversos livros e artigos qe trazem questões como a ciência e o feminismo, como A Cyborg Manifesto: Science, Technology, and Socialist-Feminism in the Late Twentieth Century (1985) and Situated Knowledges: The Science Question in Feminism and the Privilege of Partial Perspective (1988), traduzidos para o português.

Publicações em Português:

HARAWAY, Donna. Gênero para um dicionário marxista: a política de uma palavra.  Cadernos Pagu. (22), 2004, p. 201-246.

HARAWAY, Donna. Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos Pagu. (5), 1995, p. 7-41.

HARAWAY, Donna. Manifesto ciborgue. Ciência, tecnologia e feminismo-socialista no final do século XX. In: HARAWAY, D.; KUNZRU, H.; TADEU, T. Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2009, p. 33-118

KUNZRU, Hari. Você é um ciborgue. Encontro com Donna Haraway. In: HARAWAY, D.; KUNZRU, H.; TADEU, T. Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2009, p. 17-32.

HARAWAY, Donna; AZERÊDO, Sandra. Companhias multiespécies nas naturezaculturas: uma conversa entre Donna Haraway e Sandra Azerêdo.  In: MACIEL, Maria Esther (Org.) Pensar/escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica. Florianópolis: EdUFSC, 2011 p. 389-417.

HARAWAY, Donna. O Manifesto das espécies companheiras - cães, pessoas e alteridade significante [fragmento]. Tradução Ildney Cavalcanti & Amanda Prado. In: BRANDÃO, I.; CAVALCANTI, I.; COSTA, C.L.; LIMA, A.C. Traduções da Cultura: Perspectivas Críticas Feministas 1970-2010. Florianópolis: Editora Mulheres, 2017.


Referências Bibliográficas:

http://feminismo.org.br/donna-haraway-e-o-manifesto-ciborgue/

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.