Douglas Dias de Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Douglas
Informações pessoais
Nome completo Douglas Dias de Sousa
Data de nasc. 13 de outubro de 1987 (31 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Altura 1,89 m[1]
Destro
Apelido Paredão do Pici, São Douglas
Informações profissionais
Clube atual Remo
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1997–1999
2000–2006
Floresta
Fortaleza
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2011
2011–2014
2013
2014
2015
2016
2017
2017
2018–
Fortaleza
Vitória
Boa Esporte (emp.)
Paysandu (emp.)
Boa Esporte
Ceará
Mirassol
Cuiabá
Remo
0042 00000(0)
0047 00000(0)
0026 00000(0)
0010 00000(0)
0016 00000(0)
0002 00000(0)
0002 00000(0)
0006 00000(0)
0000 00000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 27 de agosto de 2017.

Douglas Dias de Sousa, mais conhecido como Douglas (São Paulo, 13 de outubro de 1987),[1][2] é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente está no Remo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fortaleza[editar | editar código-fonte]

Começou nas categorias de base do Floresta em 1997, e, tempos depois, com boas participações nos estaduais de base, foi contratado junto ao Fortaleza por intermédio de Jurandir Branco por R$ 100,00.

Por anos na base tricolor conquistando títulos, se destacou nacionalmente na Copa São Paulo de Juniores em 2006 na partida contra o Corinthians válida pela segunda fase. Fez sua estreia no profissional no ano seguinte no jogo Fortaleza 1x2 Itapipoca, no dia 14 de janeiro de 2007 pelo Campeonato Cearense de Futebol.

Permaneceu na reserva até 2009, quando foi titular no Campeonato Cearense, sendo escolhido o melhor goleiro da competição,[3] e na Série B. No estadual do ano seguinte, foi reserva de Fabiano mas ganhou de volta a titularidade para a disputa da Série C.

Vitória[editar | editar código-fonte]

Em 2011, foi contratado pelo Vitória.[4] Estreou no dia 2 de março na vitória por 1 a 0 sobre o Vitória da Conquista, defendendo um pênalti e garantindo o resultado ao rubro-negro.[5] No geral, fez uma boa temporada, sendo titular durante toda a disputa da Série B de 2011, mas viu sua temporada e a do Vitória ser finalizada de forma frustrante: o acesso para a Série A acabou sendo adiado por um ponto, após a inacreditável derrota em casa e de virada para o São Caetano na penúltima rodada do campeonato.

No ano seguinte, iniciou a temporada como titular absoluto nos dez primeiros jogos do ano. Após a chegada do goleiro Renan, que vinha de empréstimo do Corinthians, o então treinador Toninho Cerezo iniciou um revezamento entre os dois na meta rubro-negra. Porém, Douglas viu sua vaga de titular extremamente ameaçada após diversas falhas no clássico Ba-Vi que decidiu o Campeonato Baiano de 2012 a favor do arquirrival Bahia,[6] a mais grave delas no segundo gol: numa bola levantada na área, o goleiro tentou rebatê-la com um soco e acabou furando, permitindo o gol. Após duas viradas, o jogo terminou empatado em 3 a 3, resultado que deu o título ao Bahia pela melhor campanha na primeira fase do estadual. A lembrança do Ba-Vi na mente dos torcedores acabou prejudicando toda a temporada do goleiro, e após a chegada de Deola para a Série B de 2012, Douglas foi relegado de vez ao banco de reservas. Ao fim do campeonato, o Vitória garantiu o retorno à primeira divisão do futebol brasileiro.

Empréstimos ao Boa e Paysandu[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de março de 2013, sem nenhuma chance como titular na meta do Vitória após a chegada de mais um goleiro, foi anunciado um acordo de empréstimo ao Boa Esporte, time do interior de Minas Gerais, até o final da temporada.[7]

Ao final da temporada de 2013, após boa campanha pelo Boa Esporte na Série B, Douglas retornou ao Vitória a pedido do clube.[8]

No segundo semestre de 2014, esteve emprestado também ao Paysandu,[9] onde conquistou o vice-campeonato da Série C e o consequente acesso à Série B do ano seguinte.[10]

Ceará[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2015, Douglas acertou com o Ceará para a temporada de 2016.[11]

Mirassol[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2016, acertou para a temporada de 2017, com o Mirassol.[12]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fortaleza
Remo

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Melhor goleiro do Campeonato Cearense: 2009 [13]

Referências

  1. a b «Douglas». ogol.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2011. 
  2. «Douglas». br.sambafoot.com. Consultado em 25 de janeiro de 2011. 
  3. «Fortaleza e Nicácio são os destaques». diariodonordeste.globo.com. 5 de maio de 2009. Consultado em 25 de janeiro de 2011. 
  4. «Douglas, o novo goleiro do Vitória». futebolbahiano.com. 25 de janeiro de 2011. Consultado em 25 de janeiro de 2011. 
  5. «Com gol do estreante Nikão, Vitória vence o xará de Conquista e avança no estadual». portalibahia.com.br. 3 de março de 2011. Consultado em 3 de março de 2011. 
  6. «Marcas do Ba-Vi: Douglas admite erro decisivo, mas promete calar críticas». globoesporte.globo.com. 9 de junho de 2012. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
  7. «Goleiro Douglas será emprestado pelo Vitória ao Boa Esporte». globoesporte.globo.com. 7 de março de 2013. Consultado em 8 de março de 2013. 
  8. «De volta ao Vitória, Douglas agradece ao Boa Esporte: 'Dei a volta por cima'». globoesporte.globo.com. 9 de dezembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2013. 
  9. «Oficial! Vitória empresta Douglas ao Paysandu». arenarubronegra.com.br. 10 de julho de 2014. Consultado em 10 de julho de 2014. 
  10. «Douglas comemora acesso do Paysandu e foca no título da Série C». esportes.terra.com.br. 25 de outubro de 2014. Consultado em 25 de outubro de 2014. 
  11. Ceará contrata goleiro Douglas Dias, ex-Boa Esporte, para 2016
  12. Goleiros Douglas e André Zuba reforçam o Mirassol no Paulistão
  13. «TROFÉU VERDE MARES». diariodonordeste.globo.com. Consultado em 25 de janeiro de 2011. 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.