Eleição municipal de Osasco em 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2012 Brasil 2020
Eleição municipal de Osasco em 2016 BandeiraOsasco
Blue - replace this image male.svg Red - replace this image male.svg
Candidato Rogério Lins Lapas
Partido PTN PDT
Natural de Osasco Osasco
Vice Ana Rossi Luciano Camandoni
Votos 218 779 138 625
Porcentagem 61,21% 38.79%


BrasaoOsasco
Prefeito de Osasco

Titular
Jorge Lapas
PT

A Eleição municipal de Osasco em 2016 aconteceu em 2 de outubro de 2016 para eleger um prefeito, um vice-prefeito e 21 vereadores no município de Osasco, no Estado de São Paulo, no Brasil. O candidato eleito foi Rogério Lins, do PTN, com 61,21% dos votos válidos no segundo turno, disputando contra o prefeito da época, Jorge Lapas, que teve 38,79% dos votos válidos no segundo turno.[1]

No primeiro turno, os 566 mil eleitores aptos[2] da cidade de Osasco elegeram os 21 dos 514 candidatos para ocuparem o cargo de vereador. Rogério Lins recebeu 39,44% dos votos válidos, e Lapas recebeu 38,55%,o que resultou na vitória de Rogério Lins no segundo turno que ocorreu no dia 30 de Outubro de 2016.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Na eleição municipal de Osasco em 2012, o candidato Jorge Lapas, do PT, foi eleito logo no primeiro turno como prefeito de Osasco com 60,03% dos votos. O candidato e ex prefeito, que era o líder nas pesquisas, Celso Giglio, do PSDB, teve sua candidatura cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral, impedindo com que tivesse a chance de assumir novamente o cargo de prefeito.[3]

Eleitorado[editar | editar código-fonte]

Na eleição municipal de Osasco em 2016, votaram 566.083 eleitores, sendo que a porcentagem dos eleitores que não compareceram às urnas no 1º turno foram 21,45% ausentes, e no 2º turno, 24,78% ausentes.[1]

Candidatos[editar | editar código-fonte]

Foram oito candidatos à prefeitura em 2016 no primeiro turno[4]: o candidato Celso Giglio, do PSDB, teve sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral,[5] Rogério Lins do PTN, Lapas do PDT, Claudio Piteri do PPS, Osvaldo Verginio do PEN, Valmir Prascidelli do PT, Marcos Arruda do REDE e Solange Pall do PSOL.

Candidato(a) Vice Partido Coligação
Rogério Lins Ana Rossi PTN "Renova Osasco"

PTN/ PR/ PRP

Lapas Luciano Camandoni PDT "COLIGAÇÃO SOMOS TODOS OSASCO"

PDT/ PC do B/ PHS/ PMDB/ PP/ PRB/ PROS/ PRTB/ PSD/ PSB/ PSC/ PSDC/ PSL/ PTB/ PTC/ PT do B/ PV

Claudio Piteri Délbio Teruel PPS "A MUDANÇA COMEÇA POR OSASCO"

PPS/ PMN/ PPL

Osvaldo Verginio Joel Bitencourt PEN
Valmir Prascidelli Gustavo Anitelli PT
Marcos Arruda Fania Uchoa REDE
Solange Pall Henrique Sato PSOL
Celso Giglio Andre Sacco PSDB "COMPETÊNCIA PARA MUDAR"

PSDB/ DEM/ SD

Campanha[editar | editar código-fonte]

Rogério Lins, candidato do PTN, promete em sua campanha, deixar a cidade de Osasco mais acessível e segura. Tem promessas também de construir creches em conjunto com a iniciativa privada, devido ao grande número de crianças nas filas de espera das creches existentes.[6] O candidato do PDT, Jorge Lapas, tenta a reeleição apostando em construções de obras em toda a cidade visando melhorar a acessibilidade e qualidade de vida dos habitantes.[7]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Prefeito[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de Outubro de 2016 ocorreu o primeiro turno da eleição municipal de Osasco, levando a decisão para um segundo turno entre Rogério Lins e Lapas que foi decidido no dia 30 de Outubro de 2016.[2]

Candidato(a) Vice 1º Turno

2 de outubro de 2016

2º Turno

30 de outubro de 2016

Votação Votação
Total Porcentagem Total Porcentagem
Rogério Lins (PTN) Ana Rossi 109.705 39.44% 218.779 61.21%
Lapas (PDT) Luciano Camandoni 107.232 38.55% 138.625 38.79%
Claudio Piteri (PPS) Délbio Teruel 28.450 10.23%
Osvaldo Verginio (PEN) Joel Bittencourt 14.734 5.30%
Valmir Prascidelli (PT) Gustavo Anitelli 9.850 3.54%
Marcos Arruda (REDE) Fania Uchoa 4.130 1.48%
Solange Pall (PSOL) Henrique Sato 4.088 1.47%
Celso Giglio (PSDB) Andre Sacco 0 0.00%
Total de votos válidos 278.189 62.56% 357.404 83.94%
Votos em branco 30.713 6.91% 18.948 4.45%
Votos nulos 135.771 30.53% 49.431 11.61%
Total 444.673 100% 425.783 100%
Abstenções 121.410 21.45% 140.300 24.78%
Total de eleitores 566.083 100% 566.083 100%
  Eleito(a)

Vereador[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de Outubro de 2016 foram eleitos 21 vereadores na cidade de Osasco.

Resultado da eleição para a Câmara Municipal de Osasco em 2016 por candidato[8]
Candidato Número Partido Votos Porcentagem
Dr. Lindoso 45555 PSDB 6.214 1.73%
Ana Paula Rossi 22022 PR 6.086 1.70%
Claudio da Locadora 43143 PV 5.974 1.67%
Alex da Academia 12200 PDT 5.863 1.64%
Lúcia da Saúde 27221 PSDC 5.660 1.58%
Toniolo 65678 PC do B 5.292 1.48%
Batista Comunidade 70800 PT do B 5.161 1.44%
Ni da Pizzaria 19505 PTN 4.891 1.37%
Ricardo Silva 10123 PRB 4.778 1.33%
Prof. Mário Luiz Guide 40140 PSB 4.244 1.18%
De Paula 45678 PSDB 4.064 1.13%
Tinha Di Ferreira 14041 PTB 3.888 1.09%
Jair Assaf 90123 PROS 3.882 1.08%
Ribamar Silva 44144 PRP 3.863 1.08%
Pelé da Cândida 20610 PSC 3.198 0.89%
Josias da Juco 55655 PSD 3.178 0.89%
Didi 45630 PSDB 3.145 0.88%
Ralfi 19020 PTN 3.088 0.86%
Daniel Matias 44012 PRP 2.850 0.80%
Rogerio Santos 19190 PTN 2.521 0.70%
Dra. Régia 12000 PDT 1.901 0.53%
Votos válidos 358.184 80,55%
Votos nulos 53.170 11.96%
Votos em branco 33.319 7,49%
Total 444.673 100%

Análise[editar | editar código-fonte]

Depois de um segundo ano consecutivo em que teve sua candidatura cassada pelo TSE, Celso Giglio, do PSDB, o candidato que tinha a maior intenção de votos nas pesquisas, não pode assumir pode assumir o posto de prefeito que há tanto tempo havia perdido. A eleição sobrou para o ex-prefeito Lapas, que mudou de partido do PT para o PDT e o candidato vencedor Rogério Lins, do PTN.[1][5][2]

Referências

  1. a b c «UOL Eleições 2016 Osasco/SP: Segundo turno Rogério Lins X Lapas, apuração dos votos e resultado». UOL Eleições. Consultado em 12 de junho de 2017 
  2. a b c «Rogério Lins e Jorge Lapas disputam segundo turno em Osasco». Eleições 2016 em São Paulo. 2 de outubro de 2016 
  3. «Jorge Lapas (PT) é eleito prefeito de Osasco (SP) em 1º turno; candidatura cassada deixa resultado indefinido - Notícias - UOL Eleições 2012». UOL Eleições 2012 
  4. «Eleições em Osasco / SP». Eleições 2016. Consultado em 13 de junho de 2017 
  5. a b «Celso Giglio tem candidatura à prefeitura de Osasco indeferida». Eleições 2016 em São Paulo. 12 de setembro de 2016 
  6. «G1 entrevista Rogério Lins, candidato à Prefeitura de Osasco». Eleições 2016 em São Paulo. 26 de setembro de 2016 
  7. «G1 entrevista Lapas, candidato à Prefeitura de Osasco». Eleições 2016 em São Paulo. 26 de setembro de 2016 
  8. «Vereadores Eleitos em Osasco / SP». Eleições 2016. Consultado em 13 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]