Erupção e tsunami do Hunga Tonga em 2022

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Erupção e tsunami de Hunga Tonga em 2022
Tonga Volcano Eruption 2022-01-15 0450Z.jpg
Vulcão Hunga Tonga
Data 14 de janeiro de 2022
Tipo Pliniana
Localização
20° 33′ 00″ S, 175° 23′ 06″ O
IEV 5-6
Impacto
  • 5 mortos
  • 4 feridos
  • várias pessoas desaparecidas ou desalojadas

Uma grande erupção da ilha vulcânica Hunga Tonga, localizada em Tonga, no Oceano Pacífico, ocorreu em 15 de janeiro de 2022. A erupção causou tsunamis em Tonga, Samoa Americana e Fiji; e alertas de tsunami foram emitidos para Vanuatu, Nova Zelândia, Samoa, Fiji, Austrália, Japão, México, Estados Unidos, Canadá, Chile e Equador. Ondas de tsunami foram relatadas e causaram danos na Nova Zelândia, Estados Unidos, Chile e Peru. Ao menos três pessoas morreram, afogadas no Peru e em Tonga [1], e dois pescadores na Califórnia sofreram ferimentos leves.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Depois de estar relativamente inativo desde 2014,[2] o vulcão Hunga Tonga entrou em erupção em 20 de dezembro de 2021, enviando partículas para a estratosfera, e uma grande nuvem de cinzas foi vista de Nucualofa, a capital de Tonga, a cerca de 70 km (43 mi) do vulcão.[3] O Centro de Aviso de Cinzas Vulcânicas (VAAC) em Wellington, Nova Zelândia, emitiu um aviso às companhias aéreas.[4] Explosões foram ouvidas até 170 km (110 mi) de distância.[5] Esta erupção inicial terminou às 02:00 do dia 21 de dezembro.[3] A atividade vulcânica continuou e, em 25 de dezembro, a ilha aumentou de tamanho em imagens de satélite.[6] Como a atividade na ilha diminuiu, ela foi declarada inativa em 11 de janeiro de 2022.[7]

Erupções[editar | editar código-fonte]

Imagem da erupção vista do espaço durante aproximadamente 1 hora e 40 minutos.

Uma grande erupção começou em 14 de janeiro, enviando nuvens de cinzas a até 20 km (12 mi) de altura na atmosfera.[8] O governo de Tonga emitiu um alerta de tsunami para os moradores.[9] Os geólogos tonganeses próximos do vulcão observaram explosões e uma coluna de cinzas com amplitude de de 5 km (3.1 mi).[10]

No dia seguinte, uma erupção consideravelmente maior ocorreu aproximadamente às 17:00 (04:00 UTC). O VAAC novamente emitiu um aviso às companhias aéreas.[11] As cinzas da erupção atingiram a ilha principal de Tongatapu, obscurecendo o sol. Explosões altas foram ouvidas a 65 km de distância em Nucualofa, e pequenas pedras e cinzas caíram do céu.[12] Muitos moradores de Tonga ficaram presos no trânsito enquanto tentavam fugir para terrenos mais altos.[13] A explosão foi ouvida em Samoa, a cerca de 840 km de distância.[14][15] Moradores de Fiji descreveram os sons de trovões. Booms foram ouvidos na Ilha Norte da Nova Zelândia e até a costa leste da Austrália. Do espaço, uma coluna de erupção muito ampla e ondas de choque foram capturadas se propagando pelo Pacífico por satélites.[16] A onda de pressão também foi registrada por estações meteorológicas na Austrália.[17] O Serviço Geológico dos Estados Unidos registrou a erupção em uma magnitude de onda de superfície de 5,8.[18]

Foi registrada uma atividade intensa de raios durante a fase de erupção. A Rede Nacional de Detecção de Raios de Vaisala detectou os raios na forma de ondas de rádio. Várias centenas a milhares de relâmpagos foram registrados pelo sistema durante as duas semanas anteriores à erupção. De 14 a 15 de janeiro, ocorreram dezenas de milhares de relâmpagos. Entre 05:00 e 06:00 UTC em 15 de janeiro, 200.000 relâmpagos foram registrados.[19]

Observações preliminares mostraram que a coluna de erupção ejetou uma grande quantidade de material vulcânico na estratosfera. Um cientista da Universidade de Auckland descreveu-a como um evento que ocorre uma vez a cada mil anos.[20][21]

Impacto[editar | editar código-fonte]

Poucas informações estão disponíveis sobre a extensão dos danos e vítimas em Tonga devido a problemas de comunicação.[22] Imagens de vídeo mostrando ondas atingindo áreas costeiras em Tonga foram relatadas pela Sky News.[23] Atata, uma pequena ilha próxima a Nucualofa, teria sido submersa e operações de resgate estão sendo realizadas.[24] Há alguns relatos de moradores de Tonga com dificuldades para respirar devido às cinzas.[24] O governo tonganês não confirmou nenhuma vítima da erupção ou do tsunami.[24]

O tsunami tirou a vida de duas mulheres no Peru quando uma onda de 2 metros as atingiu na praia de Naylamp, Lambayeque. Ambas estavam em um caminhão junto com o motorista; que era marido de uma das mulheres. Quando a onda atingiu o veículo, o motorista escapou. Os corpos das vítimas foram levados para um necrotério.[25]

Em San Gregorio, Califórnia, quatro pescadores foram arrastados para o mar pelo tsunami. Dois dos homens ficaram feridos e receberam tratamento médico, enquanto outros dois foram resgatados ilesos.[26]

Tsunami[editar | editar código-fonte]

Oceania[editar | editar código-fonte]

Como resultado da erupção de 15 de janeiro de 2022, um terremoto de magnitude 5,8[27] e um tsunami de 1.2 m (3.9 ft) de altura[28] atingiram a capital de Tonga, Nucualofa.[29][30] Os medidores de maré na cidade registraram ondas de 1.5–2 m (4.9–6.6 ft) de altura.[31] Vídeos postados na Internet mostraram uma série de ondas atingindo a costa e as casas, varrendo os destroços.[32] Outros vídeos mostram uma nuvem de cinzas obscurecendo o sol.[29] De acordo com um morador da capital tonganesa, uma série de pequenas explosões iniciais foram ouvidas, que foram seguidas por um tsunami aproximadamente 15 minutos depois. A primeira onda foi considerada a maior. Uma longa onda branca foi observada no mar se aproximando da costa. Três ondas teriam atingido a costa.[33] Na esteira do tsunami, o rei Tupou VI foi evacuado e engarrafamentos se formaram quando os moradores fugiram para terrenos altos.[34]

Em Fiji, um medidor de maré em Suva registrou uma onda de 20 cm (8 in) às 17:40, hora local. Também houve relatos de atividade de tsunami nas ilhas Lau.[31] As ilhas de Moce, Moala, Kadavu e Taveuni foram atingidas por um tsunami de baixo nível que provocou inundações.[35]

Na Samoa Americana, um tsunami medindo 0.61 m (2.0 ft) de altura foi registrado por medidores de maré.[36]

Ondas de tsunami "destrutivas" de 1–2.5 m (3 ft 3 in–8 ft 2 in) foram observadas em várias ilhas em Vanuatu. Ondas de até 0.8 m (2.6 ft) de altura foram registrados em Hanalei, Havaí.[22]

O tsunami afundou vários barcos e arrancou outros de seus ancoradouros em uma marina em Tutukaka, na Nova Zelândia.[37] Detritos de barcos e poliestireno foram relatados. A Defesa Civil de Northland disse que os danos na marina foram "graves". De acordo com o Hauraki Gulf Weather, o tsunami atingiu a Ilha Great Barrier em 16 de janeiro, entre 01:05 e 01:10, hora local, com uma altura de 1.33 m (4.4 ft).[38] O tsunami causou inundações na Baía de Mahinepua, onde um acampamento estava localizado, mas todos os 50 indivíduos no local estavam seguros. Não houve vítimas relatadas na Nova Zelândia.[39]

Na Austrália, o Bureau de Meteorologia disse que ondas de tsunami foram observadas durante a noite de sábado ao longo da costa leste da Austrália.[40] Ondas de tsunami de até 1.27 m (4.2 ft) de altura foram registradas na Ilha Norfolk; 1.10 m (3.6 ft) de altura em Lord Howe Island; 0.82 m (2.7 ft) em Gold Coast, Queensland; 0.77 m (2.5 ft) em Twofold Bay, Nova Gales do Sul; e 0.50 m (1.6 ft) em Hobart, Tasmânia.[41][42]

Ásia[editar | editar código-fonte]

Em Kominato, Amami, Kagoshima, Japão, um tsunami de 1.2 m (3 ft 11 in) de altura foi relatado às 23:55 em 15 de janeiro, JST. Em Tosashimizu, Kochi, o tsunami foi de 0.9 m (2 ft 11 in) de altura.[43][44] Um tsunami medindo 0.9 m (2 ft 11 in) também foi relatado em Chichi-jima Futami.[45] Na costa de Tohoku, uma onda de 0.7 m (2 ft 4 in) atingiu a costa às 00:38 de 16 de janeiro, hora local. No porto de Sendai, o tsunami mediu 0.9 m (2 ft 11 in) às 00:08.[46] Na prefeitura de Iwate, um tsunami de 1,1 metro foi registrado às 02h26 de 16 de janeiro. Ondas de tsunami de menos de um metro foram relatadas ao longo da costa do Pacífico de Hokkaido. Este foi o primeiro alerta de tsunami do país desde o terremoto de Fukushima em 2016.[47]

Américas[editar | editar código-fonte]

Ondas de tsunami significativas foram relatadas atingindo o porto de Santa Cruz, na Califórnia, durante a manhã de sábado. Fortes correntes em Half Moon Bay foram relatadas em um tweet pela conta oficial do Corpo de Bombeiros de San Mateo-Santa Cruz.[48] Ondas de até 1.2 ft (0.37 m) de altura foram registrados em Nikolski, Alasca.[49] No México, foi relatado um aumento do nível do mar nas costas ocidentais dos estados de Guerrero, Colima e Península de Baja California, com ondas de 0.30 a 0.61 m.[50] O NWS relatou um pequeno tsunami medindo 0,76 m (2,5 pés) no Porto San Luis. Pequenas ondas foram observadas em Seal Beach.[51]

O nível máximo da maré chegou a 2,05 metros em Manzanillo, Colima, no México, de acordo com o Serviço Mareográfico do Instituto de Geofísica da Universidade Nacional Autônoma do México. O tsunami teve uma amplitude de 1,19 metros em Zihuatanejo. Ondas de pouco menos de 1 metro foram registradas em Acapulco, Huatulco e Salina Cruz.[52]

Ao longo da costa do Peru, o tsunami causou danos. Restaurantes e barcos na praia de Lagunillas e no distrito de San Andrés foram danificados pelas ondas. Muitos banhistas evacuaram em segurança enquanto as empresas fechavam.[53] Danos a cais e algumas casas ocorreram na capital, Lima. Em algumas áreas, os proprietários de barcos arrastaram seus barcos para a costa para evitar que as ondas os danificassem.[54] Alguns danos materiais foram confirmados nas praias. Uma onda de 0,68 m de altura foi registrada no porto de Callao, 0,72 m no distrito de Marcona e 0,65 m em Paita.[55] O tsunami mediu 2 metros em Lambayeque, matando duas pessoas.[25] Ocorreu também no país um derramamento de óleo nas praias por causa do tsunami [56]

No norte do Chile, ondas de até 2 metros atingiram a costa. Vídeos e imagens nas redes sociais da região de Los Ríos mostraram o tsunami danificando cais, carregando barcos e atingindo praias. Avisos de evacuação costeira foram emitidos em 14 das 16 regiões do Chile. Um aviso de nível "alerta vermelho" foi emitido para mais de 6.400 km de costa. A Oficina Nacional de Emergência (ONEMI) disse que a atividade do tsunami pode persistir durante a noite, portanto os afetados devem se sustentar com seus suprimentos e ajuda de emergência.[57]

Pequenos tsunamis relacionados à erupção foram medidos até o Golfo do México e o Mar do Caribe, com a NOAA relatando um aumento máximo do nível de mar de 0.18 m (0.59 ft) em Porto Rico.[58]

Reações[editar | editar código-fonte]

Um alerta de tsunami foi emitido em 14 de janeiro em Tonga, depois que uma erupção foi observada. A atividade vulcânica diminuiu após essa erupção e o alerta foi levantado no início da manhã de 15 de janeiro. Uma onda de 30 centímetros foi observada durante o primeiro alerta de tsunami.[59] Outro aviso foi emitido para toda a Tonga na noite de 15 de janeiro, após outra grande erupção.[59] Sirenes de alerta soaram em Nucualofa, enquanto as autoridades instavam os moradores a fugir para um terreno mais alto.[60]

O Departamento de Recursos Minerais de Fiji emitiu alertas para que as pessoas que vivem nas áreas litorâneas fiquem longe das costas.[61] Evacuações foram feitas nas ilhas Lau depois que a atividade das ondas foi observada no mar.[31] O primeiro-ministro interino de Fiji, Aiyaz Sayed-Khaiyum, pediu ao público que fique dentro de casa e cubra os tanques de água domésticos em caso de chuva, devido ao risco de ácido sulfúrico gerado pela erupção.[62]

Alertas de tsunami também foram emitidos para a Samoa Americana pelo Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico (PTWC).[63] O PTWC considerou o tsunami "perigoso" e alertou que as mudanças no nível do mar, bem como as fortes correntes, podem representar um risco ao longo da costa.[64] Samoa emitiu um alerta de tsunami posteriormente.[65] O PTWC posteriormente cancelou o alerta de tsunami para a Samoa Americana.[66]

A Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia disse aos moradores para esperarem "correntes fortes e incomuns e ondas imprevisíveis" ao longo da costa norte e leste da Ilha Norte, bem como nas Ilhas Chatham. A agência acrescentou que as correntes podem ferir e afogar pessoas.[67]

Um alerta de tsunami foi emitido pelo Bureau de Meteorologia da Austrália, com um alerta terrestre emitido para a Ilha Norfolk e a Ilha Lord Howe, e um alerta marítimo para a costa leste da Austrália, Tasmânia e Ilha Macquarie.[41] Em 16 de janeiro, às 06h55, horário local, alertas marítimos de tsunami foram emitidos para Nova Gales do Sul, Queensland, Victoria e Tasmânia devido a correntes fortes e perigosas.[68]

A Agência Meteorológica do Japão informou aos moradores que uma ligeira perturbação no mar poderia ocorrer sem nenhum dano.[22] O tsunami não representaria uma ameaça à costa japonesa. Funcionários da JMA disseram que o aumento do nível do mar não superior a 20 cm (7.9 in) pode ser esperado por 24 horas a partir das 21:00, JST.[69] A JMA emitiu um alerta de tsunami para as Ilhas Amami e as Ilhas Tokara, com previsão de ondas de até 3 m (9.8 ft) de altura. Avisos adicionais foram emitidos para a costa leste e sudeste, para ondas de até 1 m (3 ft 3 in) de altura.[70] Uma ordem de alerta e evacuação foi emitida para a prefeitura de Iwate, e ordens de evacuação também foram emitidas para outras seis prefeituras. A Agência de Gestão de Incêndios e Desastres (FDMA) disse que 210.000 moradores que vivem nas sete prefeituras foram evacuados.[71]

O Centro Nacional de Alerta de Tsunami emitiu um alerta de tsunami ao longo da costa oeste dos Estados Unidos e da Colúmbia Britânica, Canadá.[72][73] O aviso cobriu todas as áreas dos EUA ao longo da costa oeste, do sul da Califórnia ao Alasca.[74] As praias foram fechadas,[75] e os moradores do litoral foram solicitados a irem para terrenos mais altos.[76] Ondas de tsunami medindo 0.30 a 0.61 m devem chegar à costa às 7:30 PST (UTC-8), ao longo da costa central da Califórnia.[72] Esperava-se que São Francisco recebesse ondas às 8:10.[77] As ondas de tsunami mais altas são esperadas uma a duas horas após a chegada das primeiras ondas.[72] Um alerta de tsunami foi emitido para todo o Havaí.[78] Avisos no Canadá foram emitidos ao longo das costas norte e central da Colúmbia Britânica, juntamente com o arquipélago de Haida Gwaii e a Ilha Vancouver. Nenhuma ordem de evacuação foi emitida, mas as pessoas foram instadas a evitar praias e marinas. O nível de alerta foi baixo devido à altura das ondas reportadas, pois estavam abaixo da marca de 91 cm (36 in), que justificaria uma elevação do alerta.[79] O Chile também emitiu um alerta para um "pequeno tsunami" para a maior parte de sua área costeira, incluindo a Ilha de Páscoa, a evacuação foi decretada para outras 12 regiões.[80][81]

Resgate[editar | editar código-fonte]

Operações de resgate estão em andamento na Ilha Atata, localizada próxima à ilha principal de Tonga, perto de Nuku'alofa, depois que a pequena ilha foi submersa pelo tsunami.[24]

Assistência[editar | editar código-fonte]

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que funcionários do Ministério das Relações Exteriores estão discutindo o fornecimento de ajuda a Tonga.[82] Ardern descreveu os eventos em Tonga como "extremamente preocupantes".[24] Em uma entrevista coletiva às 15:00, NZDST, em 16 de janeiro, ela anunciou que o governo da Nova Zelândia estava fornecendo uma doação de 500.000 dólares neozelandeses "que é o ponto de partida". Os recursos da Marinha Real da Nova Zelândia estavam sendo preparados para "navegar enquanto falamos". Um P3 Orion da Força Aérea Real da Nova Zelândia seria enviado em um voo de reconhecimento assim que fosse seguro fazê-lo. A nuvem de cinzas é estimada em 19 200 m (63 000 ft), bem acima do teto de serviço do Orion.[83]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

Referências

  1. «Britânica morre enquanto tentava salvar cães após erupção em Tonga». CNN Portugal. WarnerMedia. 18 de janeiro de 2022. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  2. Khan, Aina J. (15 de janeiro de 2022). «Tsunami Reported in Tonga After an Underwater Volcano Eruption». The New York Times (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  3. a b Fonua, Mary Lyn (21 de dezembro de 2021). «Air NZ funeral flight to Tonga cancelled as Hunga eruption continues» (em inglês). Matangi Tonga. Consultado em 21 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2021 
  4. «VA ADVISORY» (em inglês). VAAC. 19 de dezembro de 2021. Consultado em 20 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2021 
  5. «Undersea volcano sends plume of steam into the skies near Tonga». NewsHub. 21 de dezembro de 2021. Consultado em 21 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2021 
  6. «Tonga volcano grows in size as eruption continues for sixth day» (em inglês). RNZ. 25 de dezembro de 2021. Consultado em 26 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2021 
  7. «Waves hitting Tonga as volcano tsunami warning is in place». 1 News (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  8. «Underwater volcano Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai erupts again». Radio New Zealand (em inglês). 14 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2022 
  9. «Tonga tsunami warning lifted, volcano still being monitored». 1 News (em inglês). 14 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  10. «Tongan geologists observe stunning eruptions at Hunga» (em inglês). Matangi Tonga. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  11. «VA ADVISORY» (em inglês). VAAC Wellington. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  12. «New tsunami warning as waves hitting Tonga» (em inglês). Kaniva Tonga. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  13. Cheer, Louise (15 de janeiro de 2022). «Tsunami hits Tonga after 'catastrophic' volcano eruption». Yahoo News Australia (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  14. Narayan, Vijay (15 de janeiro de 2022). «Loud thundery sounds being experienced in Fiji are from the huge volcanic eruption in Tonga». Fijivillage (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  15. Martin, Hannah; Bohny, Skara; Ockhuysen, Stephanie; Tokalau, Torika (15 de janeiro de 2022). «'Screams everywhere': Tsunami waves crash through homes in Tonga after eruption». Stuff (em inglês) 
  16. Smith, Oli (15 de janeiro de 2022). «Tonga tsunami: Satellite footage shows moment of volcanic shockwave - apocalyptic scenes». Daily Express (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  17. Grubb, Ben; Noyes, Jenny; Han, Esther (15 de janeiro de 2022). «Waves crash into Tonga homes as tsunami warnings sound across the Pacific». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  18. «M 5.8 Volcanic Eruption - 68 km NNW of Nuku'alofa, Tonga». earthquake.usgs.gov (em inglês). USGS. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  19. Andrews, Robin George (16 de janeiro de 2022). «The Tonga eruption explained, from tsunami warnings to sonic booms». National Geography (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  20. «Tonga volcano eruption and tsunami: No power, communications still down» (em inglês). RNZ. 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  21. Cronin, Shane (16 de janeiro de 2022). «Why the volcanic eruption in Tonga was so violent, and what to expect next» (em inglês). The Conversation. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  22. a b c «Tonga hit by tsunami after undersea volcano eruption». The Associated Press (em inglês). Georgia Public Broadcasting. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  23. «Tsunami waves hit Tonga after undersea volcano eruption». Sky News (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  24. a b c d e «Volcanic eruption: Warning Tonga's air 'toxic'; no reports of deaths following tsunami». New Zealand Herald (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  25. a b Parra, Nicholas (16 de janeiro de 2022). «Reportan dos muertes y daños por tsunami en Perú: país no emitió alerta». Radio Bío-Bío (em espanhol). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  26. Oetting, Jerimiah (15 de janeiro de 2022). «Here are the impacts of the tsunami along the Monterey Bay». KAZU (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  27. «M 5.8 Volcanic Eruption - 68 km NNW of Nuku'alofa, Tonga» (em inglês). USGS. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  28. «National No Threat Bulletin issued 4:58PM AEDT Saturday 15 January 2022». Australian Bureau of Meterology. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  29. a b «Waves hitting Tonga as volcano tsunami warning is in place». 1 News (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  30. «Another tsunami warning issued for Tonga» (em inglês). FBC News. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  31. a b c Turaga, Semi; Narayan, Vijay. «Full Story: Stay out of the water & away from the shore due to strong currents & dangerous waves - Mineral Resources Department» (em inglês). Fijivillage. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  32. «Footage shows waves crashing into homes as tsunami warning sounds in Tonga». Sydney Morning Herald (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  33. «Journalist based in Tonga describes 'huge' volcanic explosions». 1 News (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  34. «King evacuated as thousands flee for higher ground at Mataki'eua and Fualu height» (em inglês). Kaniva Tonga. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  35. «Tongan tsunami felt around the Pacific». RNZ (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  36. Smith, Oli (15 de janeiro de 2022). «Tonga tsunami: Satellite footage shows moment of volcanic shockwave - apocalyptic scenes». Daily Express (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  37. «New Zealand Civil Defence issues stay-off-beach warning following Tongan tsunami» (em inglês). Stuff. 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  38. «Severe damage to Tutukaka Marina after Tonga tsunami surge». 1 News (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  39. «Strong tidal surges in New Zealand's Far North after Tonga Tsunamia». Newshub (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  40. «New South Wales Tsunami Bulletin» (em inglês). 16 de janeiro de 2022 
  41. a b «Tsunami warnings in place for Australia as Pacific feels effects of undersea volcano eruption». ABC News (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  42. «Tsunami hits Tonga after underwater volcanic eruption». the Guardian (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  43. «【速報】各地で津波を観測». TBS News (em japonês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  44. «津波情報=気象庁発表(津波観測に関する情報)». Web Tooku (em japonês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  45. «奄美に1・2メートルの津波到達 トンガ噴火影響か». Sankei Shimbun (em japonês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  46. «仙台港などでも津波観測 トンガ沖・海底火山噴火». Kahoku News (em japonês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  47. «Japan's Pacific coast hit by tsunami waves after Tonga eruption». The Japan Times (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  48. «Tsunami Advisory Updated: Waves Rolling Into Santa Cruz Harbor; Live Aboard Residents Evacuated At Berkeley Marina». KPIX-TV (em inglês). Associated Press. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  49. McChesney, Rashah (15 de janeiro de 2022). «A tsunami is arriving in Alaska from volcanic eruption in Tonga». KTOO (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  50. «México presentó elevación del nivel del mar en las costas del Pacífico por explosión de volcán en Tonga». Infobae (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  51. «Volcano erupts in Pacific, West Coast under tsunami advisory». Santa Cruz Sentinel (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  52. «Tonga: Tide in Manzanillo rose more than two meters due to tsunami». Paudal (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  53. «Paracas: salida del mar afectó el muelle y dañó locales y viviendas de la zonaParacas: salida del mar afectó el muelle y dañó locales y viviendas de la zona». Gestión (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  54. «Paracas: mar se salió y dañó el muelle, locales y viviendas». El Comercio (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  55. «Perú: Oleaje anómalo afectó al litoral peruano a pesar que la Armada había descartado un tsunami en las costas del país». CNN Chile (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  56. «Erupção na Ásia causa derramamento de óleo no Peru; praias são afetadas». CNN Brasil. WarnerMedia. 18 de janeiro de 2022. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  57. «Tsunami de casi 2 metros llega a la costa de Chile tras la erupción volcánica en Tonga». El Comercio (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  58. Tsunami Information Statement Number 1 (Relatório) (em inglês). National Weather Service Pacific Tsunami Warning Center. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  59. a b «Tsunami warning now issued for all of Tonga». Radio New Zealand (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  60. Clark, George (15 de janeiro de 2022). «Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai eruption: Tsunami alert for Tonga following underwater volcanic eruption». New Zealand Herald (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  61. «Tsunami alert in effect for Fiji». Fiji Broadcasting Corporation (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  62. Singh, Shanil. «AG urging people to cover water tanks & stay indoors during rain due to the risk of sulfuric acid». Fijivillage (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  63. «Message: American Samoa Warn/Adv./Watch #1». tsunami.gov (em inglês). Pacific Tsunami Warning Center. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  64. «Tonga volcano generates tsunami, U.S. tsunami monitor said». Reuters (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  65. Sanerivi, Sialai Sarafina (15 de janeiro de 2022). «Samoa's MET issues tsunami warning» (em inglês). Samoa Observer. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2022 
  66. Ufi, Elizabeth (15 de janeiro de 2022). «Tsunami warning for American Samoa canceled». KHON-TV (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  67. Hewett, William (15 de janeiro de 2022). «National Emergency Management Agency issues tsunami advisory for New Zealand after Tonga volcano eruption». Newshub (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  68. Hussey, Sam; Bruno, Gus (16 de janeiro de 2022). «Beaches evacuated and closed as Bureau of Meteorology updates tsunami warning for Australia's east coast». 7News (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  69. «Officials: No tsunami threat to Japan». NHK (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  70. «奄美群島・トカラ列島に津波警報(予想高さ 3m)». NHK (em japonês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  71. «岩手に津波警報、鹿児島は解除 7県21万人に避難指示». Nikkei Asia (em japonês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  72. a b c Cristal, Hamer (15 de janeiro de 2022). «1-2 foot tsunami waves expected on Central Coast following Tongan volcano eruption». KSBW (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  73. Bartiromo, Michael (15 de janeiro de 2022). «Tsunami advisory issued for West Coast after eruption of undersea volcano». WRIC-TV (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  74. «Tsunami advisory issued for West Coast after underwater volcano erupts near Tonga». KGTV (em inglês). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  75. Ryan, Harriet; James, Ian; Lopez, Robert; Do, Anh (15 de janeiro de 2022). «Tsunami advisory issued for California coast; beaches closed, waves expected». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  76. Kwan, Rhoda (15 de janeiro de 2022). «Tsunami advisory issued for U.S. West Coast after undersea volcanic eruption». NBC News (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  77. «UPDATE: Tsunami Advisory Issued For Northern California Following Violent Volcanic Eruption Near Tonga» (em inglês). São Francisco: CBS News. 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  78. «Tsunami Advisory For Hawaiʻi After Tonga Eruption». www.bigislandvideonews.com (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  79. «Tsunami advisories issued for parts of B.C. as undersea volcano erupts in Pacific». CBC News (em inglês). Canadian Broadcasting Corporation. Associated Press. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  80. «Chile alerta sobre posible "tsunami menor" tras erupción de volcán en Tonga». Deutsche Welle (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  81. «Chile evacuó las costas de siete regiones por un posible "tsunami menor" tras la erupción del volcán submarino en Tonga». Infobae (em espanhol). 15 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  82. «Tonga eruption and tsunami: New Zealand officials working to determine what's needed for Pacific Island nation - Jacinda Ardern». Newshub (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  83. «Watch: Prime Minister Jacinda Ardern addresses situation in Tonga following volcanic eruption, tsunami». Radio New Zealand (em inglês). 16 de janeiro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2022