Deutsche Welle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Deutsche Welle
Deutsche Welle Logo.svg
Tipo Rede pública de rádio e televisão internacional
País  Alemanha
Fundação 3 de maio de 1953 (64 anos)
Pertence a ARD
Proprietário ARD
Sede Edifício Schürmann, Bonn, Alemanha[1]
Estúdios Edifício Schürmann, Bonn, Alemanha (Rádio e Internet)
Berlim, Alemanha (Televisão e Internet)
Slogan Aus der Mitte Europas (Alemão)
Do coração da Europa (Português)
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Cobertura Mundial
Página oficial dw.de
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 206
Vivo TV
Canal 450
Canal 146 (satélite Intelsat 34)
Sky
Canal 180
Oi TV
Canal 193
Disponibilidade por cabo
Vivo TV
Canal 173
NET
Canal 206
CaboNNet
Canal 69
Sim TV
Canal 114
ViaCabo
Canal 117 (Pelotas)
TV Alphaville
Canal 141
TCM
Canal 243

Deutsche Welle (DW) (português: Onda alemã) é uma empresa de radiodifusão da Alemanha, com sedes em Bonn e Berlim, que transmite para o exterior programas de rádio, além de oferecer uma programação televisiva e um amplo portal de conteúdo online em 30 línguas. A Deutsche Welle é o equivalente alemão a redes de notícias como a BBC World, por exemplo, e é membro da rede pública de televisão ARD. Seu slogan é: Aus der Mitte Europas ("Do coração da Europa", em português). Atualmente é a 10º maior emissora do mundo.

A DW está no ar desde 3 de maio de 1953. Até 2003, a sede da organização ficava na cidade de Colônia. Foi na ocasião de seu 50º aniversário (com cerimônia oficial em 27 de junho de 2003) que a emissora se mudou para Bonn. Lá são produzidos os programas de rádio, enquanto a produção televisiva é toda feita em Berlim. O DW-World, o portal jornalístico da Deutsche Welle, é elaborado tanto em Bonn quanto em Berlim e oferece conteúdo em 30 línguas.

História[editar | editar código-fonte]

A Deutsche Welle GmbH foi fundada em agosto de 1924, como uma associação de todas as emissoras radiofônicas regionais, com sede em Berlim. Mas essa associação nada teve a ver com a "Deutsche Welle" fundada em 1953. A história dessa nova emissora começou em 3 de maio de 1953, quando foi levada ao ar uma transmissão radiofônica, em ondas curtas, dirigida a cidadãos alemães em todo o mundo. A mensagem – "aos queridos compatriotas em todo o mundo" – fora gravada pessoalmente pelo então presidente da Alemanha, Theodor Heuss. Poucas semanas mais tarde, em 11 de junho de 1953, foi assinado um contrato entre membros da rede pública ARD para a criação da programação conjunta em ondas curtas, sob o nome "Deutsche Welle". Primeiramente, ela ficou sob responsabilidade do Nordwestdeutscher Rundfunk (NWDR) e, mais tarde, do Westdeutscher Rundfunk (WDR) em Colônia, cujo diretor geral assumiu também o comando da Deutsche Welle. Um ano depois, tiveram início as transmissões radiofônicas em inglês, francês, espanhol e português.[carece de fontes?]

Em 1960, foi aprovada uma lei transformando a Deutsche Welle em uma instituição radiofônica autônoma com sede em Colônia (Lei Federal de 29 de novembro de 1960). No entanto, dois anos depois, em 7 de junho de 1962, a DW voltou a fazer parte do corpo de emissoras da ARD. Em 1962, a programação foi ampliada e passou a ser transmitida em persa, turco, russo, polonês, tcheco, eslovaco, húngaro, sérvio e croata. Em 1963, seguiram indonésio, búlgaro, romeno e esloveno, além dos idiomas africanos suaíli e hauçá. Nesse mesmo ano, a Deutsche Welle produziu pela primeira vez cópias de filmes para televisão. A programação foi ampliada outras duas vezes, em 1964 e 1970, passando a oferecer conteúdo também em grego, italiano, hindi e urdu, depois em pachto e dari. Em 1974, foi inaugurada uma nova sede de transmissão em Colônia.[carece de fontes?]

Edifício Schürmann, sede da DW em Bonn

Com a reunificação da Alemanha em 1990, a Radio Berlin International (RBI), encarregada da transmissão de conteúdos em línguas estrangeiras na antiga República Democrática Alemã (RDA), deixou de existir e muitas de suas tarefas foram incorporadas pela Deutsche Welle. No dia 1º de abril de 1992, foi ao ar, em Berlim, a primeira transmissão televisiva da Deutsche Welle (DW-TV) em alemão e em inglês. O novo programa, transmitido via satélite, foi logo ampliado para espanhol e albanês. Com a reestruturação do sistema público de televisão na Alemanha, que determinou a incorporação da emissora de rádio DeutschlandFunk pela DeutschlandRadio, a Deutsche Welle incorporou também alguns dos programas em língua estrangeira da extinta emissora. Um ano depois, em 1994, a DW tornou-se a primeira emissora pública alemã com presença na internet.[2] No final dos anos 1990, a emissora abandonou as emissões em português, em ondas curtas, para o Brasil. Ainda transmite por ondas curtas para a África. A DW-RADIO chega aos outros países de língua portuguesa através de satélite e da intranet.[carece de fontes?]

A programação foi ampliada mais uma vez em 2000, passando a incluir ucraniano. Em 2001, foi criada a German TV, uma seleção com o melhor da programação dos canais públicos de TV alemães, disponível apenas em canais pagos de TV dos Estados Unidos. Em junho de 2003, a Deutsche Welle se mudou para Bonn, em razão de problemas com a estrutura de amianto da antiga sede, em Colônia. Os custos com a mudança foram avaliados em mais de 15 milhões de euros.[carece de fontes?]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

A partir dos anos 1990, a Deutsche Welle sofreu cortes drásticos de orçamento e pessoal. Desde 1994, o quadro de funcionários foi reduzido de 2,2 mil para 1,2 mil empregados. Entre 2000 e 2004, o orçamento foi reduzido em cerca de 75 milhões de euros. Não há previsão de suspensão dos cortes, o que torna provável a necessidade de um programa de reestruturação da empresa. Recentemente, o Parlamento Alemão (Bundestag) aprovou uma lei que transforma a Deutsche Welle em uma empresa trimídia: diferentemente de outras emissoras públicas alemãs, na Deutsche Welle, a oferta de conteúdo on-line foi equiparada aos departamentos de rádio e TV.[carece de fontes?]

A DW-WORLD está disponível em 30 idiomas, com ênfase em alemão,[3] inglês, espanhol,[4] português para o Brasil,[5] russo[6] e chinês.[7] Em janeiro de 2005, foi inaugurado o serviço em árabe.[8]

A DW-Radio em português[9] transmite diariamente dois programas de 30 minutos. O destaque é a atualidade política e económica. O programa se dirige principalmente ao continente africano e é transmitido por ondas curtas, Internet e satélite. Também existem várias estações parceiras da DW que retransmitem o programa em FM em emissoras locais, dentre as quais a Rádio Bombolom FM na Guiné-Bissau, a Rádio Capital (Rádio Trans Mundial - Trans World Radio) de Maputo e a Rádio Encontro de Nampula, ambas em Moçambique.[carece de fontes?]

Diretores gerais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Who we are» (HTML) (em em inglês). Deutsche Welle. Consultado em 5 de abril de 2012 
  2. «Site Oficial». DW.COM (em inglês). Deutsche Welle. Consultado em 30 de julho de 2017 
  3. «Site em alemão». DW.COM (em alemão). Deutsche Welle. Consultado em 30 de julho de 2017 
  4. «Site em espanhol». DW.COM (em espanhol). Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 
  5. «Site em português». DW.COM. Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 
  6. «Новости и аналитика о Германии, России, Европе, мире». DW.COM (em russo). Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 
  7. «在线报导 | DW». DW.COM (em chinês). Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 
  8. «الرئيسية | DW». DW.COM (em árabe). Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 
  9. «Notícias | DW». DW.COM. Deutsche Welle. Consultado em 31 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]