Jacinda Ardern

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jacinda Ardern
40ª Primeira-ministra da Nova Zelândia
Período 26 de outubro de 2017
até a atualidade
Monarca Isabel II
Antecessor Bill English
36.ª Líder da Oposição
Período 1 de agosto de 2017 a 26 de outubro de 2017
Primeiro-Ministro Bill English
Antecessor Andrew Little
17.ª Líder do Partido Trabalhista
Período 1º de agosto de 2017
até a atualidade
Vice-Líder Kelvin Davis
Antecessor Andrew Little
Membro do Parlamento da Nova Zelândia
Período 8 de novembro de 2008
até a atualidade
Dados pessoais
Nome completo Jacinda Kate Laurell Ardern
Nascimento 30 de julho de 1980 (38 anos)
Hamilton, Nova Zelândia
Nacionalidade neozelandesa
Alma mater Universidade Waikato
Parceiro Clarke Gayford
Filhos 1
Partido Trabalhista (desde 1997)[1]

Jacinda Kate Laurell Ardern (Hamilton, 30 de julho de 1980) é uma política da Nova Zelândia, atualmente primeira-ministra de seu país. Antes disso, serviu como líder da oposição. Integra o Parlamento desde 2008.

Ideologicamente, Ardern descreve-se como uma social-democrata e progressista. Apoiadora do movimento operário, opõem-se a cortes de impostos para pessoas de alta renda, apoia um estado de bem-estar social que fornece uma rede de segurança para "aqueles incapazes de se sustentar", e advoga pelo casamento homoafetivo e a liberalização do aborto.[2][3][4]

Depois de se formar na Universidade de Waikato em 2001, Ardern começou sua carreira trabalhando como pesquisadora no gabinete da Primeira-Ministra Helen Clark. Mais tarde, trabalhou no Reino Unido como assessora do Primeiro-Ministro Tony Blair e, em 2008, foi eleita Presidente da União Internacional da Juventude Socialista. Ardern foi eleita para o Parlamento da Nova Zelândia em 2008, através da lista partidária, e em 2017 passou a representar o distrito de Mount Albert. Neste mesmo ano, foi escolhida por unanimidade como Vice-Líder do Partido Trabalhista na sequência da renúncia de Annette King.[5][6][7]

O Líder trabalhista Andrew Little renunciou em 1º de agosto de 2017 devido a baixa histórica que seu partido estava tendo nas pesquisas, e foi sucedido por Ardern.[8] Sob a sua liderança, o partido superou nas pesquisas seu maior rival, o Partido Nacional, pela primeira vez em doze anos. Na eleição geral que ocorreu em 23 de setembro de 2017, os trabalhistas ganharam 46 assentos, aumentando sua bancada em 14 membros, mas sendo superados pelo Partido Nacional, que ganhou 56 cadeiras, não conseguindo atingir a maioria de 61 deputados. Em 19 de outubro, Winston Peters, do Nova Zelândia Primeiro, anunciou que estaria formando um governo com os trabalhistas e os verdes, fazendo de Adern a próxima Primeira-Ministra.[9][10][11]

Foi a mulher mais jovem a assumir o cargo de primeira-ministra na história, aos 37 anos; e a terceira mulher a assumir o cargo em seu país.[12]

Anunciou sua gravidez em janeiro de 2018, conciliando a gestação com o cargo. A primeira-ministra deu à luz uma menina no dia 21 de junho de 2018, entrando em uma licença-maternidade de seis semanas. A última vez em que uma chefe de governo teve uma gravidez no cargo ocorreu no mandato da primeira-ministra Benazir Bhutto, no Paquistão, em 1990.[12]

Referências

  1. «Who is New Zealand's new prime minister? A profile of Jacinda Ardern». The Guardian. 19 de outubro de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  2. Louise Cheer (5 de setembro de 2017). «Who is Jacinda Ardern? Meet New Zealand's next prime minister». SBS. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  3. «English, Little, Ardern on abortion laws». Your NZ. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  4. Tim Murphy (1º de agosto de 2017). «What Jacinda Ardern wants». Newsroom. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  5. Stacey Kirk (1º de agosto de 2017). «Jacinda Ardern says she can handle it and her path to the top would suggest she's right». Stuff. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  6. Nicholas Jones (1º de agosto de 2017). «Who is Jacinda Ardern?». NC Herald. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  7. «Waikato BCS grad Jacinda Ardern becomes leader of the NZ Labour Party». University of Waikato. 2 de agosto de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  8. Tracy Watkins (1º de agosto de 2017). «Jacinda Ardern new Labour leader as Andrew Little quits». Stuff. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  9. «Ardern será primeira-ministra da Nova Zelândia». AFP. Uol. 19 de outubro de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  10. Anna Bracewell-Worrall (19 de outubro de 2017). «The incredible rise of Jacinda Ardern». News Hub. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  11. «Jacinda Ardern to lead New Zealand's coalition government». BBC. 19 de outubro de 2017. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  12. a b Group, Global Media (19 de janeiro de 2018). «Primeira-ministra anuncia gravidez. ″Não sou a primeira mulher que trabalha e tem um bebé″». DN 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jacinda Ardern


Precedido por
Bill English
Primeira-Ministro da Nova Zelândia
2017-presente
Sucedido por