Estádio Eugênio Antônio Bitti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Estádio Eugênio Antônio Bitti
Nomes
Nome Estádio Eugênio Antônio Bitti
Apelido Bambu
Características
Local Aracruz,  Espírito Santo
Capacidade 5.058[1]
Construção
Inauguração
Outras informações
Proprietário Prefeitura Municipal de Aracruz
Administrador Prefeitura Municipal de Aracruz
Mandante Aracruz

O Estádio Municipal Eugênio Antônio Bitti ou Municipal de Aracruz é um estádio de futebol de Aracruz, no estado do Espírito Santo. Tinha capacidade de 3.800 pessoas, passou para 5.058 pessoas depois de uma reforma e construção de mais arquibancada em maio de 2012 para receber o segundo jogo da final do Campeonato Capixaba de 2012, onde o Esporte Clube Aracruz se consagrou campeão.[1]

Em 1956, por doação do benemérito Eugênio Antônio Bitti, o Aracruz recebeu uma área de mais de 29 mil m² para a construção de sua praça esportiva, por anos chamada de Estádio do Bambu, em função do fato de que era toda cercada pela referida planta. No final dos anos 1980, o espaço recebeu alvenaria e jogos amadores, principalmente contra o Mariano, rival na época. Atualmente o estádio pertence a Prefeitura Municipal de Aracruz.[2][3]

Referências

  1. a b «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de março de 2016. 
  2. «Esporte Clube Aracruz - História». Esporte Clube Aracruz. Consultado em 1 de dezembro de 2014. 
  3. «Conheça as pessoas que dão nome a estádios capixabas». gazetaonline.com. 9 de outubro de 2016. Consultado em 7 de fevereiro de 2017. 
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.