Clube Atlético Itapemirim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Atlético Itapemirim
CAI-512p.png
Nome Clube Atlético Itapemirim
Alcunhas Alvinegro

Galo da Vila

Torcedor/Adepto Alvinegro

Atleticano

Mascote Galo
Fundação 5 de dezembro de 1965 (52 anos)[1]
Estádio José Olívio Soares
Capacidade 2.000[2]
Localização Itapemirim, ES
Presidente Rubens Marcos Pinheiro
Treinador Zé Humberto
Patrocinador Prefeitura de Itapemirim
Material (d)esportivo Rhumy
Competição Brasileiro - Série D
Copa do Brasil
Copa Verde
Capixaba - Série A
Copa Espírito Santo
Website www.atleticoitapemirim.com
Facebook Oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Clube Atlético Itapemirim, conhecido apenas por Atlético e cujo acrônimo é CAI, é um clube de futebol brasileiro da cidade de Itapemirim, Espírito Santo.[3] Tem como suas cores tradicionais o preto e o branco e tem como mascote um galo. É o atual campeão capixaba de 2017.

História [editar | editar código-fonte]

O clube Atlético Itapemirim foi fundado em 5 de dezembro de 1965[1] em Itapemirim por torcedores mineiros que vieram trabalhar no novo Banco do Brasil que seria inaugurado no município na década de 1950, apaixonado pelo futebol e pelo Botafogo, o carioca José Olívio Soares junto com os novos funcionários mineiros do novo banco, fundaram um time de futebol no município de Itapemirim.[4] Inicialmente o desejo de José Olívio era que o novo clube levasse em seu peito o escudo do "Glorioso Carioca", porém no novo banco a maioria eram torcedores do Atlético Mineiro, então ficou decidido que o escudo seria idêntico ao do Atlético Mineiro, portanto sendo que as cores do time mineiro eram as mesmas do Botafogo, José Olívio acabou concordado, assim surgiu o Clube Atlético Itapemirim.

Na maior parte de sua história o Atlético Itapemirim participou de diversos campeonatos regionais, citadinos e torneios amadores, como o Sulino, o principal torneio do sul do estado no qual o Galo da Vila foi campeão três vezes em 2006, 2007 e 2010.

Além do futebol masculino, o Galo da Vila também foi representado no futebol feminino, em 2004 campeão sulino de futebol feminino.

Acesso à Série A[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o Atlético Itapemirim deixa de ser um time amador e se torna um time de futebol profissional filiado a Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), participando assim pela primeira vez em uma competição profissional, o Capixaba da Segunda Divisão, terminando em quinto lugar.

Em 2014 o Atlético Itapemirim retorna ao Campeonato Capixaba - Série B após dois anos de ausência.[5] Em um dos campeonatos mais equilibrado dos último anos, o Atlético consegue assegurar a vaga inédita na Série A, desbancando times favoritos e tradicionais do Espírito Santo como o Rio Branco e o Serra. O Atlético Itapemirim ficou com o vice-campeonato, com o mesmo onze pontos no Quadrangular Final do campeão Sport Capixaba, perdendo o título nos saldos de gols.[6]

Na Copa Espírito de 2014, o clube também termina com o vice-campeonato perdendo a final para o Real Noroeste pelo placar agregado de 3 a 2.[7]

2017: Campeão capixaba invicto e da Copa Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Na primeira fase do Campeonato Capixaba, o Atlético classifica-se às semifinais com a primeira colocação.[8] O Atlético elimina o Tupy nas semifinais e alcança a final inédita.[9] O Atlético derrota o Doze no segundo jogo da final por 2 a 1 no Estádio Sumaré em Cachoeiro de Itapemirim e torna-se campeã pela primeira vez em sua história e de forma invicta, garantido vagas na Copa do Brasil e na Série D do Brasileiro de 2018.[10]

Na Copa Espírito Santo, o Atlético chega a final dessa competição pela segunda vez na sua história após eliminar o Rio Branco nas semifinais.[11] Nas finais após dois empates, o Galo da Vila superou o Espírito Santo nos pênaltis e conquistou o troféu inédito da competição. Com o título garante vaga na Copa Verde, além de ser o primeiro clube a vencer o Campeonato Capixaba e a Copa Espírito Santo no mesmo ano.[12]

2018: Vice-campeão da Copa Verde[editar | editar código-fonte]

Na estreia em competições nacionais, o Atlético Itapemirim vence o Brasiliense por 2 a 1 com gols de Zizu e Eraldo no Estádio José Olívio Soares no jogo de ida das oitavas de final da Copa Verde.[13] No jogo de volta realizado no Estádio Mané Garrincha em Brasília, o Atlético vence novamente o Brasiliense, agora por 3 a 2 e classifica-se à próxima fase.[14] No jogo de ida das quartas de final, o Galo vence o Cuiabá por 3 a 2 na Arena Pantanal na capital mato-grossense.[15] O Galo volta a vencer o Cuiabá no jogo de volta das quartas de final em casa pelo placar de 3 a 1, classificando às semifinais. Pela primeira vez um time capixaba alcança essa fase na competição.[16] Na semifinal, o Galo da Vila volta a fazer história após eliminar o Luverdense, atual campeão da competição, e atingir a final de uma competição nacional pela primeira vez para um clube capixaba em toda história.[17] No primeiro jogo da final, o Galo perde por 2 a 0 para o Paysandu no Estádio Kleber Andrade em Cariacica.[18] No jogo da volta, jogando no Estádio Mangueirão em Belém, termina apenas com o empate em 1 a 1 com o Papão da Curuzu e fica com o histórico vice-campeonato.[19]

Na Copa do Brasil, o Atlético, em sua estreia nessa competição, é eliminado pelo Remo após derrota por 2 a 0 em casa, sem a necessidade do jogo da volta.[20]

Em sua primeira participação da sua história no Brasileiro da Série D, o Atlético Itapemirim é derrotado pelo Uberlândia por 1 a 0 no Estádio Parque do Sabiá em Minas Gerais.[21]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cscr-featured.png Campeão Invicto

Masculino[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Espírito Santo (estado) Campeonato Capixaba 1 2017Cscr-featured.png
Espírito Santo (estado) Copa Espírito Santo 1 2017
Espírito Santo (estado) Campeonato Sulino 3 2006, 2007 e 2010

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

  • Copa Espírito Santo Sub-20: 2014
  • Campeonato Capixaba Sub-15: 2017

Campanhas em destaques[editar | editar código-fonte]

Feminino[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Espírito Santo (estado) Campeonato Sulino 1 2004

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2018
Competição Temporadas Melhor campanha Anos P Aumento R Baixa
Espírito Santo (estado) Campeonato Capixaba 4 Campeão (2017) 2015-2018 0
Série B 2 Vice-campeão (2014) 2011, 2014 1
Copa Espírito Santo 4 Campeão (2017) 2015-2018
Brasil Série D 1 Estreia (2018) 2018
Copa do Brasil 1 84º Colocado (2018) 2018
Copa Verde de Futebol Copa Verde 1 Vice-campeão (2018) 2018

Retrospecto em competições nacionais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Copa Verde de 2018.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Copa do Brasil 1 0 0 0 0 1 0 2
Copa Verde de Futebol Copa Verde 1 17 8 5 2 1 14 10

Pts Pontos obtidos, J Jogos, V Vitórias, E Empates, D Derrotas, GP Gols Pró e GC Gols Contra

Jogadores ilustres[editar | editar código-fonte]

  • Brasil Bambu
  • Brasil Eraldo
  • Brasil Kleber Viana
  • Brasil Vitor Ferreira
  • Brasil Rhayne
  • Brasil Wendell
  • Brasil Zizu[22]

Técnicos ilustres[editar | editar código-fonte]

  • Brasil José Humberto de Oliveira[23]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Última atualização: 5 de Dezembro de 2017.


Goleiros
Jogador
Brasil Bambu
Brasil Vitor Rocha
Brasil Rodrigo Baumann
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Fabinho Z
Brasil Rhayner Z
Brasil Igor Júnior Z
Brasil Pedrão Z
Brasil Felipe Foca LD
Brasil Paulinho LD
Brasil Wallace LE
Brasil Bruno LE
Brasil Anderson Künzel LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Araruama V
Brasil Vítor Ferreira V
Brasil Gaúcho V
Brasil Assis V
Brasil Acássio M
Brasil Vandinho M
Brasil Ualisson Pikachu M
Brasil Rodolfo M
Atacantes
Jogador
Brasil Tcharlles
Brasil Rômulo Jesus
Brasil Hugo Chiclete
Brasil Andrew
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Zé Humberto T

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Temporada 2018[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 1
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 2

Temporada 2017[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 1
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 2

Temporada 2016[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 1
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 2

Temporada 2015[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 1
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 2
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme nº 3

Referências

  1. a b Sergio Mello (1 de setembro de 2012). «C.A. Itapemirim: Fundado em 1965». Consultado em 5 de dezembro de 2014. 
  2. «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 7 de março de 2016. 
  3. Clube Atlético Itapemirim. «Clube Atlético Itapemirim - Contato». CAI. Consultado em 5 de dezembro de 2014. 
  4. «Conheça as pessoas que dão nome a estádios capixabas». gazetaonline.com. 9 de outubro de 2016. Consultado em 7 de fevereiro de 2017. 
  5. «Série B do Campeonato Capixaba começa neste sábado. Saiba tudo». Globoesporte.com. 24 de janeiro de 2014. Consultado em 26 de abril de 2016. 
  6. «Sport goleia o Serra, garante acesso e conquista a Série B do Capixabão». globoesporte.com. 31 de maio de 2014. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  7. «Real Noroeste empata com Atlético-ES e leva o tri da Copa Espírito Santo». globoesporte.com. 22 de novembro de 2014. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  8. «Atlético-ES vence o Real Noroeste e garante vantagem nos mata-matas». globoesporte.com. 8 de abril de 2017. Consultado em 10 de abril de 2017. 
  9. «Atlético-ES empata com o Tupy e garante vaga inédita para as finais do Capixabão». globoesporte.com. 22 de abril de 2017. Consultado em 23 de abril de 2017. 
  10. «Atlético vira pra cima do Doze e conquista o Capixabão pela primeira vez na história». globoesporte.com. 6 de maio de 2017. Consultado em 7 de maio de 2017. 
  11. «Kaio marca no fim, Atlético-ES vence o Rio Branco e avança à final da Copa ES». globoesporte.com. 1 de outubro de 2017. Consultado em 1 de outubro de 2017. 
  12. «Nos pênaltis, Atlético-ES vence o Espírito Santo e conquista a Copa ES 2017». globoesporte.com. 14 de outubro de 2017. Consultado em 15 de outubro de 2017. 
  13. «Atlético-ES vence o Brasiliense no jogo de ida das oitavas da Copa Verde». globoesporte.com. 31 de janeiro de 2018. Consultado em 31 de janeiro de 2018. 
  14. «Atlético-ES ganha do Brasiliense novamente e se classifica na Copa Verde». globoesporte.com. 15 de fevereiro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2018. 
  15. «Atlético-ES se impõe na Arena Pantanal e vence o Cuiabá pela Copa Verde». globoesporte.com. 7 de março de 2018. Consultado em 7 de março de 2018. 
  16. «Atlético Itapemirim vence novamente o Cuiabá e avança às semifinais da Copa Verde». globoesporte.com. 17 de março de 2018. Consultado em 18 de março de 2018. 
  17. «Atlético Itapemirim empata com o Luverdense e está na final da Copa Verde». globoesporte.com. 12 de abril de 2018. Consultado em 14 de abril de 2018. 
  18. «Cassiano mostra faro, marca duas vezes e Papão vence Galo no Kleber Andrade». globoesporte.com. 25 de abril de 2018. Consultado em 28 de abril de 2018. 
  19. «Paysandu empata com o Atlético-ES e conquista o bicampeonato da Copa Verde». globoesporte.com. 16 de maio de 2018. Consultado em 17 de maio de 2018. 
  20. «"Caímos de pé", ressalta Zizu após eliminação do Atlético-ES na Copa do Brasil». globoesporte.com. 7 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de fevereiro de 2018. 
  21. «Uberlândia marca no primeiro tempo, bate Atlético-ES e estreia com vitória na Série D». globoesporte.com. 22 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  22. «"Represento os momentos do clube", diz Zizu, maior artilheiro da história do Atlético-ES». globoesporte.com. 24 de abril de 2017. Consultado em 25 de abril de 2017. 
  23. «Com 2 títulos inéditos, Zé Humberto faz temporada histórica à frente do Atlético-ES». globoesporte.com. 16 de outubro de 2017. Consultado em 20 de outubro de 2017.