France Prešeren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
France Prešeren
Nascimento 3 de dezembro de 1800
Vrba
Morte 8 de fevereiro de 1849 (48 anos)
Kranj
Sepultamento Kranj
Cidadania Império Austríaco
Etnia eslovenos
Filho(s) Ernestina Jelovšek
Alma mater Universidade de Viena
Ocupação poeta, advogado, escritor, poeta jurista
Influências
Movimento estético romantismo
Causa da morte cirrose hepática

France Prešeren (Vrba, Eslovênia, 3 de dezembro de 1800 - Kranj, Eslovênia, 8 de fevereiro de 1849) foi um poeta esloveno. Seus versos, de intensa emoção mas nunca apenas sentimentais, tornaram-no o mais conhecido poeta romântico de seu país.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele nasceu em uma pequena vila, de uma família rural. Sua mãe queria que ele se tornasse padre, mas ao invés disso ele estudou filosofia, e depois direito, em uma universidade de Viena. Após se tornar doutor em direito, France conseguiu um emprego como assistente de uma firma de advocacia na cidade de Laibach (atualmente chamada de Ljubljana). Ele nunca conseguiria se tornar um advogado autônomo.

Ele escrevia poesia em seu tempo livre. Sua obra mais famosa, Sonetni Venec, foi diretamente inspirada por seu amor infeliz por Julija Primic (pronuncia-se Yulia Primitz) e a morte do poeta Matija Čop, seu amigo íntimo. Compreensivelmente, muitos de seus versos falam de paixões agridoces. Sonetni Venec foi escrita num formato interessante: A última linha de cada soneto era a primeira linha do próximo, interligando os 14 poemas dessa obra como um "colar" de liricismo; Um deles não pode existir sem os outros. É possível compor um 15º soneto com o primeiro verso de cada um dos 14, e ao se juntar a primeira letra de cada primeiro verso forma-se a frase Primicovi Julji (para Julija Primic, em esloveno). Esse artifício é conhecido como acróstico. Ele era um escritor que sabia transmitir aquilo que senti através da escrita, a sua grande paixão.

A sétima estrofe de seu poema Zdravljica (um brinde, em esloveno) é, desde 1991, o hino nacional da Eslovênia. Seus poemas foram traduzidos para várias línguas. France também escreveu bastante em alemão: Alguns de seus primeiros poemas a serem publicados vinham com versões em esloveno e alemão.

O dia 8 de fevereiro, dia de sua morte, é um feriado nacional na Eslovênia, conhecido como dia de Prešeren. A imagem de Prešeren também apareceu na nota de 1000 tolars. Também há uma praça com seu nome em Ljubljana, onde há uma estátua sua olhando para um baixo relevo de Julija colocado em um edifício próximo.

Seu nome também é escrito como Franz Prescheren em alguns documentos antigos, na época em que a Eslovênia estava sob domínio da Áustria.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]