Galos de Briga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Galos de Briga
Álbum de estúdio de João Bosco
Lançamento 1976
Gravação 1976
Gênero(s) MPB
Duração 38'
Idioma(s) Português
Formato(s) LP, Cassete, CD
Gravadora(s) RCA Victor
Direção Carlos Guarany
Produção Rildo Hora
Arranjos Luiz Eça (exceto no Rancho da Goiabada, cujo arranjo é de Radamés Gnattali)
Cronologia de João Bosco
Caça à Raposa
(1975)
Tiro de Misericórdia
(1977)

Galos de Briga é o terceiro álbum do compositor João Bosco. Foi lançado em 1976. É composto de doze músicas, todas compostas por João Bosco e seu principal parceiro histórico, Aldir Blanc. O disco sela a parceria que já vinha desde o álbum de estréia de João Bosco.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A[editar | editar código-fonte]

  1. Incompatibilidade de Gênios
  2. Gol Anulado
  3. O Cavaleiro e os Moinhos
  4. Rumbando
  5. Vida Noturna
  6. O Ronco da Cuica

Lado B[editar | editar código-fonte]

  1. Miss Sueter
  2. Latin Lover
  3. Galos de Briga
  4. Feminismo no Estácio
  5. Transversal do Tempo
  6. Rancho da Goiabada

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas compostas por João Bosco e Aldir Blanc.

Participações especiais: Ângela Maria (Miss Suéter) e Toots Thielemans (Transversal do Tempo)

Direção artística: Carlos Guarany
Coordenação Artística e Direção de Estúdio: Rildo Hora
Récnico de Gravação e Mixagem: Luz Carlos T. Reis
Auxiliar Técnico: Mário Jorge Bruno
Corte: Jose Oswaldo Martins

Arranjos e Regências (exceto no Rancho da Goiabada): Luiz Eça
Piano: Luiz Eça
Bateria: Pascoal Meireles
Guitarra: Toninho Horta
Percussão: Everaldo, Moura e Chacal
Violão e Voz: João Bosco
Cozinha do Samba: Gilberto, Marçal, Elizeu, Doutor, Everaldo e Zeca da Cuíca
Harmônica na faixa Transversal do Tempo: Toots Thielemans
Violão de Sete Cordas: Dino
Cavaquinho: Neco
Trombone de Gafieira em Incompatibilidade de Gênios: Maestro Nelsinho
Guitarra Portuguesa em Galos de Briga: Manoel Ferreira
Violão em Galos de Briga: Leonel Villar
Vioão-Baixo em Galos de Briga: Carlos Silva e Souza
Baixo em Galos de Briga: Wagner Dias
Percussão em O Cavaleiro e os Moinhos: Chico Batera
Arranjo no Rancho da Goiabada: Radamés Gnattali
Regência no Rancho da Goiabada: Alceu Bocchino
Pratos e Castanholas em Galos de Briga e no Rancho da Goiabada: Barão
Caixa e Castanholas: Luciano Perrone
Bombo: Gilberto D'Ávila
Pistons em Rumbando e no Rancho da Goiabada: Formiga, Heraldo e Hamilton
Trombones em Rumbando e no Rancho da Goiabada: Manoel, João Luiz e Azevedo
Clarinete no Rancho da Goiabada: Netinho
Saxofone Tenor no Rancho da Goiabada: Bijou
Bombardino no Rancho da Goiabada: Luiz Antonio Ferreira
Tuba no Rancho da Goiabada: Zenio de Alencar
Cordas: Alzik
Spalla: Pareschi
Coro: Joab (faixas 1A, 6A, 4B e 6B)
Coro especial no Rancho da Goaiabada: Peninha Garcia Office Boy, Terezinha Telefonista, Osni Divulgador, Aquiles Porteiro, Pinduca Arrumador do Estúdio, Luiz Carlos Técnico, Hilma Secretária, Genilson Datilógrafo, Suzel Redatora, Rildo Hora Produtor, Aldir Blanc Letrista.

Gravação e Mixagem: RCA Rio de Janeiro em 16 canais no período de Março a Maio de 1976.


Predefinição:João Bosco (músico)

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de João Bosco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.