Girl with Balloon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Girl with Balloon
Autor Banksy
Data 2002
Género Pintura
Muralismo
Técnica Estêncil
Dimensões 101  × 78 centímetros[nota 1][3] 
Localização Disponível no Moco Museum (Amesterdão), criada em Londres, Inglaterra.[4]

Girl with Balloon (em português: Garota com Balão) ou Balloon Girl é um mural criado em 2002 pelo grafiteiro Banksy.[5] Ele exibe uma jovem garota e um balão vermelho em forma de coração. Banksy usou uma variante dessa pintura em sua campanha de 2014, apoiando os refugiados sírios.[6]

Outra variante criada para as eleições gerais britânicas de 2017 gerou controvérsia depois que Banksy ofereceu impressões gratuitas para um eleitor anti-conservador e ele logo retirou a oferta. Uma pesquisa realizada pela Samsung, em 2017, classificou Girl with Balloon como a obra de arte favorita do Reino Unido.[7]

Em 2018, uma cópia emoldurada da obra foi destruída automaticamente durante um leilão na Sotheby's por meio de um triturador que Banksy havia embutido no quadro.[8][9][10] O trabalho acabara de ser vendido por mais de £1 milhão. O grafiteiro se responsabilizou pela destruição e renomeou a obra de Love Is in the Bin.[11][12][13]

História[editar | editar código-fonte]

Girl with Balloon é um grafite feito com estêncil localizado em Londres. O mural exibe uma garota de vestido preto que procura por um balão vermelho em forma de coração que voa para longe. À direita da menina, está escrito there is always hope (em português: "sempre há esperança"). A inscrição e o balão estão à mesma altura. O trabalho é composto por três cores: vermelho, preto e branco.[14][15]

Em 2007, a pintura foi vendida por £ 37 200 na Sotheby's.[16] O Grupo Sincura removeu o mural de sua loja no leste de Londres e o vendeu por £ 500 000 em 19 de setembro de 2015.[17][18] Em março de 2014, no terceiro ano de conflitos na Síria, Banksy retrabalhou a pintura para representar um refugiado sírio e acrescentou a hashtag #WithSyria (em português: "Com a Síria").[19][20][21] Em 13 de março, a imagem foi projetada na Torre Eiffel e na Coluna de Nelson. Sucessivamente um vídeo foi lançado, com animação baseada no trabalho de Banksy, narração de Idris Elba e música da banda Elbow.[22]

Nas semanas seguintes, o cantor Justin Bieber fez uma tatuagem baseada na obra e postou uma foto dela no Instagram.[23] Banksy postou essa foto em sua página no Facebook e escreveu "controverso" como legenda.[24][25] No dia seguinte, após os fãs do artista se rebelaram e o cantor pop excluir a imagem, o grafiteiro publicou o desenho original com a legenda "de volta à realidade".[26] Em novembro de 2015, uma cópia da pintura foi leiloada por £ 56.250, mais que o dobro do valor estimado.[27] No início de junho de 2017, antes das eleições gerais do Reino Unido, Banksy apresentou uma variante de Girl with Balloon com um balão colorido com o design da bandeira do Reino Unido.[28]

Banksy inicialmente se ofereceu para enviar uma cópia gratuita de sua arte para eleitores em certos distritos eleitorais,[29] assim poderiam oferecer fotografias para aqueles que votassem contra o Partido Conservador, de Theresa May. Nas mesmas foi incluído o aviso: "Esta impressão é uma peça de material de campanha, não é de forma alguma influenciar as escolhas do eleitorado".[30] Banksy cancelou esta oferta em 6 de junho de 2017, depois que a Comissão Eleitoral o advertiu de que poderia violar as leis de suborno eleitoral e invalidar os resultados da eleição nesses distritos.[31]

Em julho de 2017, uma pesquisa da Samsung com 2 000 pessoas do Reino Unido pediu aos participantes que classificassem vinte peças de arte britânica. Os resultados da pesquisa listaram Girl with Balloon como a obra de arte número um do povo.[32]

Leilão em 2018[editar | editar código-fonte]

Em 5 de outubro de 2018, uma cópia genuína de Girl with Balloon foi vendida por £ 1.042.000[33][34] em Londres, quase R$ 5 milhões — um recorde para o artista.[35] Esse foi o último leilão deste dia. Segundo o TechCrunch, Banksy criou a obra em 2006 e logo após a exposição Barely Legal a deu para um amigo.[36][37] No entanto, após ser vendida, a mesma começou a ser automaticamente cortada em tiras, saindo pela parte inferior da moldura.[38] O corte sucedeu-se até cerca da metade da pintura, deixando a parte superior intacta.[39]

Em sua conta no Instagram, o grafiteiro comentou: “indo, indo, foi”; Além disso, citou a frase “o desejo de destruir também é um impulso criativo”, do pintor espanhol Pablo Picasso.[40] Em um vídeo publicado no YouTube, Banksy afirmou que o triturador foi construído há alguns anos para “caso a foto fosse posta em leilão”. A sua porta-voz, Jo Brooks, assegurou que a leiloaria não havia sido informada sobre a intenção do artista. “Parece que fomos banksyficados”, disse o diretor da Sotheby's, Alex Branczik.[41]

Após a trituração, a leiloaria iniciou uma negociação com a compradora que, em 11 de outubro, confirmou que ficaria com a peça pelo preço original.[42] O trabalho foi renomeado de Love Is in the Bin e autenticado pela Pest Control.[43] “Não experimentamos essa situação no passado”, afirmou a Sotheby's, fazendo com que observadores do mercado supusessem que a autodestruição aumentaria o valor da obra.[44] Especulou-se também que um homem visto filmando o acontecimento seria Banksy ou alguém ligado a ele.[45] A leiloaria divulgou uma declaração no qual afirmou ser “a primeira obra de arte da história a ter sido criada ao vivo durante um leilão”.[46]

A mídia mundial relatou o evento. A empresa de radiodifusão alemã Deutsche Welle (DW) disse que Banksy possui "aversão a uma comercialização de sua arte".[47][48] O artista “é famoso por brincar com seu público e os mecanismos do mercado de arte”, de acordo com a revista Der Spiegel. O jornal The Guardian descreveu a ação como “acrobacias ousadas da história da arte”.[49] O artista libanês Pierre Koukjian considera o acontecimento um “ponto de virada na história da [...] arte conceitual contemporânea”.[50]

Referências

  1. «Banksy | Girl with Balloon» (em inglês). 5 de outubro de 2018. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  2. «Бэнкси объяснил самоуничтожение его картины после продажи на аукционе» [Banksy explicou a autodestruição de sua pintura após a venda em leilão] (em russo). Consultado em 8 de outubro de 2018 
  3. «Аукцион Sotheby's и художник Бэнкси попали под подозрение в организации PR-акции, направленной на увеличение стоимости картины» [O leilão da Sotheby's e o artista Banksy ficaram sob suspeita de organizar uma campanha de relações públicas com o objetivo de aumentar o custo da pintura] (em russo). NEWSru. 8 outubro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  4. «Banksy 'SWAT Van' aangekocht door Moco Museum Amsterdam». Museumtijdschrift (em holandês). Junho de 2016. Consultado em 7 de outubro de 2018. Arquivado do original em 2016 
  5. «As obras mais famosas de Banksy». O Globo. Consultado em 8 de outubro de 2018. Arquivado do original em 16 de junho de 2018 
  6. «Banksy heart balloon, East London». ArtOfTheState (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2018 
  7. Clark, Nicole (6 de outubro de 2018). «A Banksy Painting 'Self-Destructed' After Being Auctioned for dollar 1.1 million» [Uma pintura de Banksy se 'auto-destrói' depois de ser leiloado por 1.1 milhão de dólares] (em inglês). Em cena em 1:28. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  8. «Após leilão, mulher decide manter compra de quadro de Banksy que se autodestruiu». G1. 11 de outubro de 2018. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  9. «Confirman la venta de 'Girl with Balloon' de Banksy, ahora con nuevo nombre». CNN. 11 de outubro de 2018. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  10. «Banksy retitula su obra triturada como «El amor está en la papelera»». ABC. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  11. «Compradora de pintura de Banksy que se autodestruiu ficará com o quadro». Folha de S.Paulo. 11 de outubro de 2018. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  12. «Banksy muestra cómo preparó la autodestrucción de su obra». Cadena SER‎. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  13. «Obra de Banksy se desfaz após ser vendida por £ 1 milhão na Sotheby's». G1. 6 de outubro de 2018. Consultado em 6 de outubro de 2018 
  14. «Cinco momentos em que Banksy trocou as voltas ao mundo da arte». Público. Consultado em 6 de outubro de 2018 
  15. «Record price for Banksy bomb art». BBC News. 8 de fevereiro de 2007. Consultado em 17 de dezembro de 2015 
  16. McDermott, Josephine (7 de fevereiro de 2014). «London Banksy Girl and Balloon mural to be removed» [Mural de Banksy, em Londres, Girl and Balloon vai ser removido] (em inglês). BBC News. Consultado em 7 de março de 2016 
  17. «Un pochoir de Banksy retiré d'un mur à Londres pour être restauré et vendu» [O estêncil de Banksy é removido de uma parede em Londres para ser restaurado e vendido]. Lemonde (em francês). 10 de fevereiro de 2014. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  18. «Banksy revisite "la petite fille au ballon" pour les 3 ans du conflit syrien» [Banksy revisita "Girl with Balloon" pelos 3 anos do conflito sírio]. Grazia (em francês). 13 de março de 2014. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  19. «Le nouveau combat de Banksy» [A nova luta de Banksy]. Gala (em francês). Consultado em 7 de outubro de 2018 
  20. «#WithSyria: Banksy voile la petite fille au ballon rouge». Lefigaro (em francês). 13 de março de 2014. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  21. Denham, Jess (12 de março de 2014). «Banksy reworks girl with heart balloon to mark third anniversary of Syria conflict» [Banksy retrabalha garota com balão de coração para marcar o terceiro aniversário do conflito na Síria]. The Independent (em inglês). Consultado em 7 de março de 2016 
  22. «Justin Bieber: son nouveau tatouage fait débat» [Justin Bieber: sua nova tatuagem está debatendo]. 24 Matins (em francês). Consultado em 7 de outubro de 2018 
  23. «Justin Bieber's Banksy Tattoo Blasted By The Graffiti Artist, Sort Of». The Huffington Post UK (em inglês). 18 de março de 2014. Consultado em 7 de março de 2016 
  24. «Já viram a nova tatuagem do Justin Bieber?». Capricho. 17 de agosto de 2016. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  25. «Print of Banksy's Balloon Girl sells for more than a Picasso» [A impressão de Balloon Girl, de Banksy, é vendida para mais de um Picasso]. Western Daily Press (em inglês). 25 de novembro de 2015. Consultado em 7 de março de 2016. Arquivado do original em 26 de novembro de 2015 
  26. «Banksy risks breaking election law with offer of art prints for anti-Conservative voters» [Banksy arrisca quebrar a lei eleitoral com oferta de gravuras de arte para eleitores anti-conservadores] (em inglês). ITV. 3 de junho de 2017. Consultado em 10 de junho de 2017 
  27. «Legislatives britanniques: l'artiste Banksy tente d'acheter des votes» [Legislativo britânico: Artista Banksy tenta comprar votos] (em francês). Consultado em 7 de outubro de 2018 
  28. O'Connor, Roisin (4 de junho de 2017). «Banksy is offering free art to people who vote against the Tories» [Banksy está oferecendo arte livre para pessoas que votam contra os conservadores]. Independent (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017 
  29. Morris, Steven (6 de junho de 2017). «Banksy forced to withdraw offer to send free artwork to non-Tory voters» [Banksy é forçado a retirar oferta para enviar obras de arte gratuitas para eleitores anti-conservadores]. The Guardian (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017 
  30. «Banksy's balloon girl chosen as nation's favourite artwork» [Balloon Girl, de Banksy, é escolhida como a obra de arte favorita da nação] (em inglês). BBC News. 26 de julho de 2017. Consultado em 29 de julho de 2017 
  31. «Banksy artwork shreds itself after £1m sale at Sotheby's» [A obra de Banksy se desfaz após a venda de £ 1 milhão na Sotheby's] (em inglês). BBC News. 6 de outubro de 2018. Consultado em 6 de outubro de 2018 
  32. Steiner, Anna (6 de outubro de 2018). «Selbstzerstörendes Banksy-Bild. Wie gewonnen, so zerronnen» [Imagem auto-destrutiva de Banksy. Como ganhou, então dissolva]. Frankfurter Allgemeine (em alemão). Consultado em 8 de outubro de 2018 
  33. «Banksy's painted elephant is illegal, say officials». The Guardian. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  34. «Banksy piece immediately shreds itself after being sold for $1.1M» [Peça de Banksy imediatamente se desfaz após ser vendido por $1.1M]. TechCrunch (em inglês). Consultado em 8 de outubro de 2018 
  35. «Banksy-Kunstwerk zerstörte sich nach Versteigerung selbst» [A arte de Banksy se destruiu após o leilão]. Spiegel Online (em alemão). 6 de outubro de 2018. Consultado em 7 de outubro de 2018 
  36. «Stencil de Banksy é vendido por mais de 1 milhão e se autodestrói». Hypeness. 6 de outubro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  37. «Obra de arte vendida por $ 1 milhão se autodestrói». Yahoo Notícias. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  38. «Obra de arte de Banksy se autodestrói após ser vendida por mais de 1 milhão de libras». Época Negócios. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  39. «Winning Bidder for Shredded Banksy Painting Says She'll Keep It». New York Times. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  40. «Who's the mystery man who films at Banksy prank auction?». Sky News. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  41. «Banksy renames shredded painting Love Is In the Bin as work sells to winning bidder after a week of negotiation». The art newspaper. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  42. Kinsella, Eileen (11 de outubro de 2018). «Banksy Authenticates and Renames His Shredded $1.4 Million Painting—Which the Buyer Plans to Keep». Art net. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  43. «Banksy's 'Girl with Balloon' sale is confirmed -- and it's got a new name». CNN. 11 de outubro de 2018. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  44. «Im Moment der Versteigerung. Sotheby's: Banksy-Kunstwerk zerstört sich selbst» [No momento do leilão. Sotheby's: A arte de Banksy se destrói]. ZDF. 6 de outubro de 2018. Consultado em 8/10/2018língua=alemão  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  45. «Vor einigen Jahren habe ich heimlich einen Schredder in den Rahmen gebaut» [Alguns anos atrás, eu secretamente construí um triturador no quadro]. Die Welt. 7 de outubro de 2018. Consultado em 8/10/2018língua=alemão  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  46. «Obra de arte de Banksy se autodestrói após ser vendida por mais de US$ 1 milhão». MSN. Consultado em 8 de outubro de 2018 
  47. «Obra de arte de Banksy se autodestrói após ser vendida por US$ 1 milhão». GizModo, Universo Online. Consultado em 8 de outubro de 2018 

Notas

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Balloon Girl».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]