Gorete Milagres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gorete Milagres
Nome completo Maria Gorete da Silva Araújo
Nascimento

1 de dezembro de 1963 (52 anos)
Piranga
 Minas Gerais[1]

Página oficial
IMDb: (inglês)

Gorete Milagres, nome artístico de Maria Gorete da Silva Araújo (Piranga, 1 de dezembro de 1963), é uma atriz e comediante brasileira.[2] Gorete Milagres tornou-se conhecida pela personagem Filomena, que atuava nos programas humorísticos do SBT e da Globo, a qual dizia o bordão «Ó, coitado!».[2]

De personalidade forte, em 1999 a humorista chegou a desfazer dois contratos com a Globo para aceitar contrapropostas do SBT, as quais lhe renderam multas contratuais milionárias e inúmeros desafetos.[3] Nessa época, em poucos meses, seu salário teve um vertiginoso aumento de 2.500 para 120 mil reais.[3]

Em 2009, a série humorística Ô... Coitado voltou a ser reprisada pelo SBT.

Cronologia da carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Emissora
2014 Trair e Coçar é Só Começar Zilda Multishow [4]
2012 Pedro e Bianca Zuzu (Zuleica) TV Cultura
2010 Balada, Baladão Cobradora Rede Record
2009 Mutantes - Promessas de Amor Renata Rede Record
2007 Amor e Intrigas Jacira Rede Record
2006 Prova de Amor Margarete Rede Record
2004 Show do Tom Filomena Rede Record
1999 Ô... Coitado! Filomena / Zulurdes / Marlete SBT
1996 A Praça é Nossa Filomena SBT

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • 2006 – Acredite, um Espírito Baixou em Mim.... escandalosa da boate
  • 2005 – Tapete Vermelho.... Zulmira[1]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Em 2006, foi agraciada com o prêmio de melhor atriz no Cine Pernambuco – Festival do Audiovisual. Já em 2014 a série em que interpretava o papel de Zuzu, Pedro & Bianca, da TV Cultura, ganhou Emmy internacional de melhor série infantil.[5]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Gorete tem duas filhas, Alice e Maria, fez faculdade de cinema em São Paulo e antes de iniciar a carreira artística foi bancária.[1] Milagres é o sobrenome de sua mãe, a quem ela decidiu homenagear.[carece de fontes?].

Referências

  1. a b c Bate-papo UOL (17 de abril de 2006). «Bate-papo com Gorete Milagres». Universo On-Line (UOL). Consultado em 15 de agosto de 2014. 
  2. a b Alexandre Maron (5 de setembro de 1999). «Ô, coitada!». TV Folha – Folha de S.Paulo. Consultado em 14 de agosto de 2014. 
  3. a b Rodrigo Cardoso (13 de setembro de 1999). «Gorete Milagres, a ovelha negra da tevê». Istoé Gente. Consultado em 15 de agosto de 2014. 
  4. Flávio Ricco; José Carlos Nery (20 de novembro de 2014). «Empregada de novo, Gorete Milagres volta ao ar em série do Multishow». UOL Televisão. Consultado em 20 de novembro de 2014. 
  5. Da redação (11 de fevereiro de 2014). «Pedro & Bianca, da TV Cultura, ganha Emmy internacional de melhor série infantil». iG Jovem. Consultado em 14 de agosto de 2014. 
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.