Show do Tom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Show do Tom
Showdotom.jpg
Logotipo do programa a época de sua extinção
Informação geral
Formato
Duração 215 minutos
Estado Finalizado
Criador(es) Tom Cavalcante
Desenvolvedor(es) RecordTV
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Roberto Rana (2009 - 2011)
Clayton Yukio Sasahara (2009-2010)
Wanderley Villa Nova (2006-2008)
Vildomar Batista (2004-2006)
Produtor(es) Thais Angelucci
Adeh Oliveira
Vanessa Paes
Apresentador(es) Tom Cavalcante
Elenco Tom Cavalcante
Tiririca
Pedro Manso
Solange Damasceno
Carlos Alberto da Silva
Vinicius Vieira
Tirullipa
Amin Khader
Shaolin
Alexandre Frota
André Mattos (ator)
Exibição
Emissora de televisão original BrasilRecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV) (2004-2007)
1080i (HDTV) (2008-2011)
Transmissão original 27 de setembro de 200426 de dezembro de 2011
N.º de temporadas 6
N.º de episódios Vários

Show do Tom foi um programa humorístico e de auditório exibido pela RecordTV, voltado para o público de todas as idades e classes sociais, homens, mulheres, jovens e crianças. Estreou no dia 27 de setembro de 2004.

História[editar | editar código-fonte]

Tom Cavalcante deixou a Rede Globo em julho de 2004 para estrear, no mesmo ano, um programa solo e diário na Rede Record.

Proibido pela Justiça de utilizar vários personagens criados durante seu contrato com a antiga emissora, no início o humorista experimentou seu lado apresentador, comandando quadros diversos como entrevistas "picantes", game-shows entre artistas e desfiles de moda. Porém, com o sucesso da paródia O Infeliz, baseada na versão brasileira de O Aprendiz, a atração passou a contar cada vez com quadros humorísticos.

Em 12 de julho de 2010, o programa deixou de ser exibido aos sábados às 23h15 e passou a ser exibido às segundas-feiras às 23h00, substituindo o jornalístico Repórter Record, que foi cancelado. Aos sábados, passaram a serem exibidas as reprises do humorístico Louca Família, sitcom do próprio Tom Cavalcante.

Em 26 de dezembro de 2011, após sete anos, foi exibido o último programa, pois Tom Cavalcante rescindiu contrato com a Rede Record após a grade da emissora sofrer uma reformulação.[1]

Quadros[editar | editar código-fonte]

Sedentários[editar | editar código-fonte]

Paródia do também humorístico Legendários, apresentado originalmente por Marcos Mion. Nessa paródia, Vinicius Vieira interpretava Mion e Tom Cavalcante intepretava Jarilene.

O Curral[editar | editar código-fonte]

Paródia do reality show A Fazenda, com Tom Cavalcante como Cabritto Júnior (paródia de Britto Jr.).[2]

Mió do Brasil[editar | editar código-fonte]

Paródia do programa O Melhor do Brasil, apresentado por Rodrigo Faro. Vinicius Vieira interpretava Rodrigo Faro enquanto Jarilene interpretava uma moça que desejava arranjar um namorado no quadro Vai Dar No Couro (originalmente Vai Dar Namoro).

De Mais Pra Você[editar | editar código-fonte]

Paródia do programa Mais Você, com Ana Maria Bela (Tom Cavalcante) e Galo José (Tiririca).

Riso e Improviso[editar | editar código-fonte]

Contava com vários humoristas do Show do Tom improvisando cenas, como imitações e paródias de vários personagens e famosos.

Batalha dos Humoristas[editar | editar código-fonte]

Tom Cavalcante comandava disputas entre diversos humoristas frequentemente: Espanta, Bruno Motta, Paulinho Mixaria, Os Fulanos, Zé Modesto. As provas se dividiam em:

  • Mímica Musical
  • Quem Conta Melhor
  • Quem Responde Mais Em 1 Minuto

Humor à Prova D'Água[editar | editar código-fonte]

Humor à Prova D´Água reunia artistas e humoristas que eram divididos em duas equipes e participavam de um quiz com perguntas de conhecimentos gerais, piadas e música. Cada grupo escolhia um integrante que ficaria dentro do cilindro. O felizardo "mergulhador" recebia água a cada resposta errada que sua equipe respondia, ou que o grupo adversário acertava. Ganhava quem não se afogava. O quadro possuía duas rodadas de perguntas, com uma prova coringa no final das duas primeiras etapas. As provas se dividiam em:

  • Quem Conta Mais Em 3
  • Prova dos Peixes
  • Quem é o Cantor?

Louca Família[editar | editar código-fonte]

A série Louca Família voltou em 2010, dentro do programa Show do Tom.

Ridículos[editar | editar código-fonte]

Paródia do programa Ídolos. Pessoas amadoras apresentava algo. Se fosse rídiculo, passaria para a próxima fase do quadro. Se não, cairia em um buraco, o qual tinha dois metros e meio e cairia em colchões. Com João Canabrava (Tom Cavalcante), Tiririca, Alexandre Frota e Carlinhos como Mendigo.

Sítio Light[editar | editar código-fonte]

Paródia do programa Simple Life, do canal por assinatura Fox Life com Tonciane Pinheiro (Tom Cavalcante) e Tirica Bacchi (Tiririca)

O Infeliz[editar | editar código-fonte]

Paródia de grande sucesso do programa O Aprendiz, inicialmente com Roberto Justus, e depois com João Dória Jr., onde o humorista encarnava ambos os empresários.

Aero Tom[editar | editar código-fonte]

Diversos personagens apareciam no avião tripulado por: Tom Cavalcante, Tiririca, Shaolin, Pedro Manso, Vinicius Vieira, Carlos Alberto, Amin Khader e convidados.

Pocket Show/Sofá do Tom[editar | editar código-fonte]

Inicialmente a abertura do Festival de Piadas, tornou-se quadro em seguida. Os humoristas apresentava um fragmento de seus shows de humor. Convidados frequentes eram os vencedores dos Festivais de Humor, e ainda: Shaolin, Tiririca, Rossicléia, Os Fulanos, Bruno Motta, entre outros.

Bofe de Elite[editar | editar código-fonte]

Sátira do BOPE e do filme Tropa de Elite.

Bar do Canabrava[editar | editar código-fonte]

O mais conhecido personagem do humorista recebia os mais diversos convidados em seu bar.

Rádio Canabrava[editar | editar código-fonte]

Contava com João Canabrava e seus companheiros Tiririca Froid e Mendigo, e tinha várias atrações como a Disputa dos Fuscas e a Guerra da Audiência entre Gluglu (Vinícius Vieira) e Fala Silva (Pedro Manso). Geralmente era apresentado em locais públicos.

Lisas e Perigosas[editar | editar código-fonte]

Várias modelos encarnadas pelos humoristas do Show do Tom faziam perguntas polêmicas ao convidado especial.

Tribunal de Justiça[editar | editar código-fonte]

Imitadores e imitados enfrentavam-se em uma paródia de tribunal.

Jarilene[editar | editar código-fonte]

A protagonista deste quadro era a doméstica mais folgada do planeta: Jarilene (Tom Cavalcante). A diarista trabalhava em uma casa onde estavam reunidos vários famosos e a cada episódio acontecia uma confusão diferente. Ela costumava infernizar a vida dos convidados da casa.

Jarilene (Tom Cavalcante) trabalhava cada semana na casa de uma celebridade diferente aprontando todas. A identidade visual do quadro era uma paródia de Supernanny, do SBT.

Barracos de Família[editar | editar código-fonte]

Paródia do programa Casos de Família do SBT. Em cada episódio Anita Pitaco (Tom Cavalcante) e Doutor Tiririca Froid (Tiririca) tentavam resolver situações de famílias que acabam sempre em barraco.

Arquivo Tomfidencial[editar | editar código-fonte]

O humorista Pedro Manso, caracterizado como Faustão, entrevistava as mais diversas personalidades devidamente satirizadas por Tom Cavalcante.

Mister Geme, a Volta do Mágico Descarado[editar | editar código-fonte]

Paródia do mágico Mister M. Narrado por Tiririca, o mágico fazia alguns truques, geralmente resultando em uma piada, e o mágico, às vezes, acabava se dando mal ao tentar resolver um truque.

Festival de Piadas[editar | editar código-fonte]

Anualmente o programa promovia um concurso para revelar novos humoristas. Neste festival foram revelados, entre outros: Espanta, Alex Nogueira e Rossini.

Histórico[editar | editar código-fonte]

  • O programa estreou no dia 27 de setembro de 2004, data em que a Rede Record completou 51 anos.
  • Em 2006, o programa deixou de ser diário e passou a ser exibido semanalmente, às terças feiras. Assim, um de seus quadros, o Tom de Bola, tornou-se um programa próprio, exibido às quartas.
  • Em 26 de dezembro de 2011, foi exibido o último programa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. «Após sete anos, Tom Cavalcante deixa a Record». F5. 18 de novembro de 2011 
  2. Contigo. «Show do Tom estreia o Curral 3». Consultado em 14 de abril de 2011. Arquivado do original em 19 de maio de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]