Grande Prêmio da França de 1991

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio da França
de Fórmula 1 de 1991
Circuit de Nevers Magny-Cours (1991).svg
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 7 de julho de 1991
Local Magny-Cours
Percurso 4,271 km
Total 72 voltas / 307,512 km
Pole
Piloto
Itália Riccardo Patrese Williams-Renault
Tempo 1:14.559[1]
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault
Tempo 1:19.168 (na volta 49[2])
Pódio
Primeiro
Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault
Segundo
França Alain Prost Ferrari
Terceiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda

Resultados do Grande Prêmio da França realizado em Magny-Cours a 7 de julho de 1991.

A F1 chegou ao circuito de Magny-Cours para a realização da sétima etapa. Nos treinos, Riccardo Patrese fez a sua terceira pole seguida, seguido de Alain Prost que estreava seu novo modelo da Ferrari, Ayrton Senna, Nigel Mansell, Gerhard Berger e Jean Alesi. Nelson Piquet largou em sétimo, Roberto Moreno em oitavo e Mauricio Gugelmin conquistou sua melhor posição de grid, largando em nono.

Na largada, Patrese patinou e Alain Prost assumiu a ponta, seguido de Mansell, Senna, Alesi, Berger e Piquet. Na volta 7, Berger abandonou com problemas no motor, era o quarto abandono seguido do austríaco. Prost era muito pressionado por Mansell e suportou a pressão até a volta 22, ao ser ultrapassado por fora pelo Leão. Senna era o terceiro mas sempre tendo Jean Alesi no seu encalço. Na volta 32, começou as paradas para troca de pneus, Nigel Mansell foi o primeiro a parar e voltou em terceiro, depois foi a vez de Ayrton Senna ir ao box e voltou em quarto. Alain Prost parou na volta 34, e voltou na liderança. Após as paradas, os 6 primeiros eram, Prost, Mansell, Senna, Alesi, Piquet e Patrese. Na volta 55, Prost foi novamente ultrapassado por Mansell, só que desta vez por dentro na curva Adelaide. Depois disso, Nigel Mansell seguiu tranquilo até a bandeirada final e conquistou sua primeira vitória na temporada. Alain Prost terminou em segundo, Ayrton Senna conseguiu suportar a pressão de Jean Alesi e completou o pódio. Alesi foi o quarto, Patrese o quinto e Andrea de Cesaris completou a zona de pontuação. Mauricio Gugelmin fez a sua melhor corrida na temporada e terminou em sétimo, seguido de Nelson Piquet. Roberto Moreno abandonou a 9 voltas do fim com problemas físicos.

Após 7 corridas, Senna segue líder do campeonato com 48 pontos, 25 a frente de Mansell. Patrese tem 22 pontos, Prost 17 e Piquet 16.

Pré-Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Chassi/Motor Q
1 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 1:19.729
2 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 1:20.172
3 14 França Olivier Grouillard Fondmetal-Ford 1:20.227
4 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 1:20.309
NQ 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Judd 1:20.539
NQ 34 Itália Nicola Larini Lambo-Lamborghini 1:20.628
NQ 35 Bélgica Eric van de Poele Lambo-Lamborghini 1:21.304
NQ 31 Portugal Pedro Chaves Coloni-Ford 1:22.229

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Chassi/Motor Q1 Q2
1 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 1:17.472 1:14.559
2 27 França Alain Prost Ferrari 1:17.386 1:14.789
3 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 1:16.557 1:14.857
4 5 Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault 1:17.095 1:14.895
5 2 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 1:18.087 1:15.376
6 28 França Jean Alesi Ferrari 1:17.303 1:15.877
7 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 1:20.449 1:16.816
8 19 Brasil Roberto Moreno Benetton-Ford 1:19.711 1:16.961
9 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Ilmor 1:19.728 1:17.015
10 24 Itália Gianni Morbidelli Minardi-Ferrari 1:20.635 1:17.020
11 4 Itália Stefano Modena Tyrrell-Honda 1:19.530 1:17.114
12 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ferrari 1:19.426 1:17.149
13 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 1:20.097 1:17.163
14 26 França Érik Comas Ligier-Lamborghini 1:20.427 1:17.504
15 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Ilmor 1:19.555 1:17.533
16 25 Bélgica Thierry Boutsen Ligier-Lamborghini 1:19.187 1:17.775
17 8 Reino Unido Mark Blundell Brabham-Yamaha 1:22.277 1:17.836
18 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Honda 1:21.020 1:18.144
19 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 1:20.374 1:18.150
20 12 Reino Unido Johnny Herbert Lotus-Judd 1:21.230 1:18.185
21 14 França Olivier Grouillard Fondmetal-Ford 1:20.640 1:18.210
22 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Ford 1:22.058 1:18.224
23 29 França Éric Bernard Lola-Ford 1:21.613 1:18.540
24 7 Reino Unido Martin Brundle Brabham-Yamaha 1:20.999 1:18.826
25 9 Itália Michele Alboreto Footwork-Ford 1:21.966 1:18.846
26 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 1:21.323 1:19.267
NQ 11 Finlândia Mika Häkkinen Lotus-Judd 1:22.274 1:19.491
NQ 18 Itália Fabrizio Barbazza AGS-Ford 1:22.319 1:20.110
NQ 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford 1:22.737 1:20.262
NQ 10 Suécia Stefan Johansson Footwork-Ford 1:24.114 1:21.000

Classificação da Prova[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 5 Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault 72 1:38'00.056 4 10
2 27 França Alain Prost Ferrari 72 5.003 2 6
3 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 72 34.934 3 4
4 28 França Jean Alesi Ferrari 72 35"920 6 3
5 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 71 + 1 Volta 1 2
6 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 71 + 1 Volta 13 1
7 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Ilmor 70 + 2 Voltas 9  
8 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 70 + 2 Voltas 7  
9 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ferrari 70 + 2 Voltas 12  
10 12 Reino Unido Johnny Herbert Lotus-Judd 70 + 2 Voltas 20  
11 26 França Erik Comas Ligier-Lamborghini 70 + 2 Voltas 14  
12 25 Bélgica Thierry Boutsen Ligier-Lamborghini 69 + 3 Voltas 16  
Ret 19 Brasil Roberto Moreno Benetton-Ford 63 Físico 8  
Ret 4 Itália Stefano Modena Tyrrell-Honda 57 Caixa de Câmbio 11  
Ret 14 França Olivier Grouillard Fondmetal-Ford 47 Fuga de Óleo 21  
Ret 29 França Eric Bernard Lola-Ford 43 Transmissão 23  
Ret 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 39 Pneus 26  
Ret 8 Reino Unido Mark Blundell Brabham-Yamaha 36 Rodada 17  
Ret 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Ford 32 Transmissão 22  
Ret 9 Itália Michele Alboreto Footwork-Ford 31 Caixa de Câmbio 25  
Ret 7 Reino Unido Martin Brundle Brabham-Yamaha 21 Caixa de Câmbio 24  
Ret 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Honda 12 Rodada 18  
Ret 24 Itália Gianni Morbidelli Minardi-Ferrari 8 Colisão 10  
Ret 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Ilmor 7 Rodada 15  
Ret 2 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 6 Motor 5  
Ret 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 0 Rodada 19  
NQ 11 Finlândia Mika Häkkinen Lotus-Judd Não Qualificado
NQ 18 Itália Fabrizio Barbazza AGS-Ford Não Qualificado
NQ 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford Não Qualificado
NQ 18 Suécia Stefan Johansson Footwork-Ford Não Qualificado
NPQ 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Judd Não Pré-Qualificado
NPQ 34 Itália Nicola Larini Lambo-Lamborghini Não Pré-Qualificado
NPQ 35 Bélgica Eric van de Poele Lambo-Lamborghini Não Pré-Qualificado
NPQ 31 Portugal Pedro Chaves Coloni-Ford Não Pré-Qualificado

Notas[editar | editar código-fonte]

Líderes por volta

Alain Prost - 1ª a 21ª e 32ª a 54ª e Nigel Mansell - 22ª a 31ª e 55ª a 72ª

  • Primeiro ano no circuito de Magny-Cours. Estreia do novo carro da Ferrari com o modelo 643. Mesmo tendo liderado por 30 voltas na nova pista francesa com o novo carro, Alain Prost não teve como segurar o ritmo do Williams de Nigel Mansell que conquistou a primeira vitória no ano.

Referências

  1. Henry, Alan (1991). AUTOCOURSE 1991-92. [S.l.]: Hazleton Publishing. p. 162. ISBN 0-905138-87-2 
  2. Henry, Alan (1991). AUTOCOURSE 1991-92. [S.l.]: Hazleton Publishing. p. 163. ISBN 0-905138-87-2 

Tabela do Campeonato Após a Prova[editar | editar código-fonte]


Prova Anterior:
Grande Prêmio do México de 1991
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 1991
Próxima Prova:
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1991

Prova Anterior:
Grande Prêmio da França de 1990
Grande Prêmio da França Próxima Prova:
Grande Prêmio da França de 1992


Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.