Saltar para o conteúdo

Lola Cars

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lola Group
Construtora de automóveis
Fundação 1958
Sede Huntingdon
Produtos Automóveis
Website oficial www.lola-group.com
Carro da CART com chassi Lola em 1991.
O Lola nº 20 EX257 LMP1, carro de corrida de 2005 Petit Le Mans em Road Atlanta

Lola Cars Limited é uma construtora de carros de corrida fundada em 1958 por Eric Broadley com sede em Huntingdon, Reino Unido. A empresa atualmente é propriedade de Till Bechtolsheimer, que adquiriu a Lola em 2022.[1] Seu slogan é: "World leaders in automotive technology" ou em português: "Líderes mundiais de tecnologia automotiva".

A Lola foi comprada por Martin Birrane em 1998 depois da fracassada MasterCard Lola feita para a Fórmula 1. A empresa anunciou que estava programando a construção de um carro e a sua entrada para a Fórmula 1 previsto para 2010. Porém, o projeto não se tornou realidade. A Lola declarou falência em 2012 e Birrane morreu anos depois, em 2018. Em 2022, após dez anos de inatividade, o empresário estadunidense Till Bechtolsheimer adquiriu a marca e a propriedade intelectual ligada à Lola dos herdeiros de Birrane.[1] Com o empresário buscando a revitalização para levar a empresa de volta às pistas.[2][3] A Lola retornará em 2025, ingressando no Campeonato Mundial de Fórmula E, em parceria com a Yamaha, como fornecedora de trens de força para a equipe ABT CUPRA Formula E Team.[4][5]

A construtora tinha o melhor chassis na década de 1960 para carros de corrida esporte. Ela já participou da Fórmula Dois, Fórmula 3000, A1GP, Formula Indy, Fórmula 5000 entre outras.

Referências

  1. a b Watkins, Gary (24 de junho de 2022). «Lola Cars brought by Till Bechtolsheimer». Autosport. Consultado em 24 de abril de 2024 
  2. «Lola assina registro e se aproxima de entrada na Fórmula E em 2025. E com Yamaha». Grande Prêmio. 21 de março de 2024. Consultado em 23 de abril de 2024 
  3. «Lola picks Formula E for its motorsport comeback». The Race. 26 de março de 2024. Consultado em 23 de abril de 2024 
  4. «F-E: Equipe de Di Grassi, Abt usará trem de força Lola / Yamaha a partir de 2025». motorsport.uol.com.br. 11 de abril de 2024. Consultado em 23 de abril de 2024 
  5. «Lola-Yamaha reveals which team will run its Formula E entry». The Race. 11 de abril de 2024. Consultado em 23 de abril de 2024 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
Ícone de esboço Este artigo sobre automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.