Guanxuma-do-mangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGuanxuma-do-mangue
Hibiscus pernambucensis.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malvales
Família: Malvaceae
Género: Hibiscus
Espécie: H. pernambucensis
Nome binomial
Hibiscus pernambucensis
Arruda

A guanxuma-do-mangue (Hibiscus pernambucensis) é uma planta nativa que ocorre nas costas tropicais da Flórida até o Brasil, sendo muito semelhante ao Hibiscus tiliaceus. É um arbusto que, se conduzido, porta-se como uma pequena árvore, podendo ser usado com muito sucesso na arborização urbana. É vista, com muita frequência, nos mangues e orlas vegetadas. Popularmente conhecida por Guaximba

Informações Botânicas[editar | editar código-fonte]

Folha[editar | editar código-fonte]

Com a coloração verde-escuro brilhante, não têm muitos lobos como em outras espécies do gênero. Folhas maiores tendem a desenvolver nectários também em algumas nervuras, de modo que 1, 3 ou 5 podem estar presentes. Os nectários são diferentes dos de H. tiliaceus, tanto no formato quanto na posição. Estas estruturas exudam um líquido adocicado que atrai certos tipos de formigas, as quais (teoricamente) ajudariam a defender a planta contra herbívoros.

Flor[editar | editar código-fonte]

Coloração amarela, inclusive os estigmas. O tubo estaminal é mais comprido que o de Hibiscus tiliaceus e os estigmas (veja ampliação) apresentam-se muito próximos uns dos outros durante o primeiro dia. Possui um leve perfume e costuma ser voltada para os lados ou ligeiramente para baixo. Com o passar dos dias, vai avermelhando até murchar, quando ainda pode secar na planta ou cair.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Malvales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.