Hasköy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turquia Hasköy  
—  Bairro (semt ou mahallele)  —
Vista de Hasköy com a secção naval do Museu Rahmi M. Koç em primeiro plano
Vista de Hasköy com a secção naval do Museu Rahmi M. Koç em primeiro plano
Hasköy está localizado em: Istambul
Hasköy
Localização de Hasköy em Istambul
Coordenadas 41° 2' 23" N 28° 56' 59" E
Cidade Istambul
Distrito Beyoğlu
Sinagoga Caraíta (Karahim ou Karaim Sinagogu) em Hasköy
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hasköy

Hasköy é um bairro histórico de Istambul, Turquia, que faz parte do distrito de Beyoğlu, situado na encosta a norte do Corno de Ouro, na margem oposta a a Balat e Fener, a noroeste de Gálata. O semt (grande bairro) de Hasköy inclui os mahalleler (pequenos bairros) de Keçeci Piri, Piri Paşa e Halıcıoğlu, além de partes de Camiikebir e Sütlüce.

O nome significa "aldeia imperial" em turco e refere-se ao Palácio de Aynalıkavak (Aynalıkavak Kasrı), um conjunto de pavilhões e jardins usados pelo sultão e pela sua corte situados na área. Outra versão para a origem do nome é que se trata de uma corruptela de Aya Paraskevi, o nome de uma igreja grega que também existiu na área.[1]

No final do século XV, muitos judeus expulsos de Portugal e Espanha procuraram refúgio no Império Otomano e uma parte deles instalou-se em Hasköy. No fim do século XVI, a comunidade judia que foi desalojada de Eminönü para construir a Mesquita Yeni também se transferiu para Hasköy. Além de judeus, o bairro era também habitado por muitos gregos e arménios. Era um centro de comércio, onde havia estaleiros navais e armazéns. A primeira companhia de teatro arménio de Istambul foi criada em Hasköy em 1858.[2]

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

Entre os principais pontos turísticos destacam-se o Palácio de Aynalıkavak (Aynalıkavak Kasrı) referido acima e o Museu Rahmi M. Koç, dedicado à história dos transportes, indústria e comunicações.

Há várias sinagogas, igrejas e mesquitas em Hasköycomo a de Maalem, Hesed Le Avraam, a Caraíta (Karahim ou Karaim Sinagogu) e a Mayor. Entre as igrejas destaca-se a Aya Paraskevi (ortodoxa grega) e entre as mesquitas a Handanağa (ou Kuşkonmaz) e a Mesquita Kırmızı Minare (do minarete vermelho, também chamada Kiremitçi Ahmet). De 1633 a 1975 existiu também a igreja arménia de Surp Istepanos (Santo Estêvão), construída por imigrantes arménios de Eğin (atual Kemaliye, na província de Erzincan).[3] De 1852 até uma data incerta do século XX existiu também a a igreja protestante arménia de Halıcıoğlu;[4] e de 1889 a 1975 existia uma capela arménia anexa ao Orfanato Kalfayan de Hasköy, dedicada a Surp Asdvadzadzin (Santa Maria).[5]

Há pelo menos os seguintes cemitérios em Hasköy: o cemitério muçulmano de Hasköy, o cemitérios grego e judeu de Beyoğlu, o cemitério da Congregação Caráita Turca e o cemitério arménio de Camonto.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Eroğlu 2008, p. 167
  2. Eroğlu 2008, p. 167-168
  3. Tuğlacı 1991, p. 85-87
  4. Tuğlacı 1991, p. 322
  5. Tuğlacı 1991, p. 81

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Campbell, Verity; Brosnahan, Tom (2002). Lonely Planet Istanbul (em inglês) 3ª ed. [S.l.: s.n.] p. 133-134. 256 páginas. ISBN 1-74059-044-9 
  • Deleon, Jak (1992). Ancient Districts on the Golden Horn: Balat, Hasköy, Fener, Ayvansaray (em inglês). Istambul: Gazetecilik Basın ve Yayın. 135 páginas. ISBN 975-95392-1-7 
  • Eroğlu, Haldun; Hürel, Haldun (2008). Semtleri, Mahalleri, Caddeleri ve Sokakları A'dan Z'ye İstanbul'un Alfabetik Öyküsü (em turco). Istambul: İkarus. 352 páginas. ISBN 978-975-999-290-3 
  • Tuğlacı, Pars (1991). Istanbul Ermeni kiliseleri = Armenian churches of Istanbul = Istanpuli Hayots ekeghetsinere (Turkish Edition) (em turco e inglês e armênio/arménio). Istambul: Pars Yayın. ISBN 975-7423-00-9