História do Lesoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A História do Lesoto começou no século XVI, quando os basotos se estabelecem na região da Transvaal (hoje África do Sul), em decorrência de conflitos com a etnia zulu.

No século XIX, os habitantes da Basutolândia travam guerras contra os bôeres. Em 1896 o Lesoto passa a ser protetorado do Reino Unido, e em 1884 colônia.

Em 4 de outubro de 1966, o país se torna independente, sob o nome de Reino do Lesoto. O chefe Moshoeshoe II assume seu reinado. A partir da década de 1970, o Lesoto dá asilo político a muitos sul-africanos contrários ao regime de segregação racial do país, o Apartheid. O general Justin Lekhanya dá um golpe em 1986, assumindo a chefia do governo e, quatro anos depois, depõe o rei Moshoeshoe II e o substitui por seu filho, o príncipe Letsie. O general é deposto em 1991 e, em 1995, Letsie renuncia, levando o rei Moshoeshoe II a reassumir o trono. Com a morte do rei, em 1996, seu filho volta ao poder como Letsie III.

Ícone de esboço Este artigo sobre o Lesoto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Flag-map of Lesotho.svg Lesoto
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens