Homo hop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Homo hop
Origens estilísticas West Coast hip hop, teoria queer, terceira onda do feminismo, pop-rap, bounce
Contexto cultural década de 1990, Estados Unidos


Homo hop, que também pode ser chamado de hip hop LGBT é um gênero musical do hip hop executado por artistas LGBT. Foi descrito como "um movimento global de rappers e MCs de hip-hop gays e determinados fãs com o intuito de destacar sua reivindicação em um gênero muitas vezes associado com a homofobia e letras anti-gay."[1] Eventos notáveis ​​na história do homo hop incluem o PeaceOUT World Homo Hop Festival, que foi fundado em 2001[2] e montado por vários anos no costas Leste e Oeste dos EUA, e o documentário de 2006, Pick Up the Mic. Exemplos de tais canções do gênero incluem "BEN", canção de Adair Lion, que utiliza samples de "Ben" de Michael Jackson, e "Animal Style", de Murs. Frank Ocean, um dos integrantes do grupo de hip hop de Los Angeles OFWGKTA, recentemente assumiu ser bissexual.

Artistas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Chonin, Neva (16 de dezembro de 2001). «Hip to homo-hop: Oakland's D/DC fuses gay and black identities with eyebrow-raising rhyme». San Francisco Chronicle. p. PK - 54. Consultado em 19 de novembro de 2008 
  2. Thomas, Devon (12 de julho de 2004). «'Homo-Hop' Has a Say». Newsweek. p. PK - 54. Consultado em 19 de novembro de 2008