Hrvatski Nogometni Klub Rijeka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rijeka
Rijeka09.png
Nome Hrvatski Nogometni Klub Rijeka
Alcunhas Riječki bijeli (Brancos de Rijeka)
Fundação 29 de Julho de 1946
Estádio Kantrida
Capacidade 12.600
Localização Rijeka, Croácia
Presidente Croácia Damir Mišković
Treinador Croácia Igor Bišćan
Material (d)esportivo Espanha Joma
Competição Prva HNL
Website http://www.nk-rijeka.hr/
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Hrvatski Nogometni Klub Rijeka (em português: Futebol Clube Croata Rijeka), comumente conhecido como HNK Rijeka ou simplesmente Rijeka, é um clube de futebol croata da cidade de Rijeka.

O HNK Rijeka compete na principal divisão da Croácia, da qual é membro desde a sua fundação em 1992. Durante a reconstrução do Estádio Kantrida, o tradicional estádio do Rijeka, disputará seus jogos em casa no Estádio Rujevica. O uniforme tradicional do Rijeka é totalmente branco.

O clube foi fundado em 29 de julho de 1946 como Sportsko Društvo Kvarner (croata)/Società Sportiva Quarnero (Italiano).[1] O nome oficial do clube foi mudado para Nogometni Klub Rijeka em 2 de julho de 1954.[2] No verão de 1995, a diretoria do clube acrescentou o adjetivo hrvatski (português: croata) ao nome oficial do time. O Rijeka é o terceiro clube de futebol croata de maior sucesso, tendo conquistado um título da Primeira Liga de Futebol da Croácia, duas Copas da Iugoslávia, quatro Copas de Futebol da Croácia, uma Supertaça de Futebol da Croácia e a Taça dos Balcãs de 1977-78.

História[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado como SD Kvarner/SS Quarnero em 29 de julho de 1946, depois que Rijeka (conhecida por seu nome italiano Fiume até 1945) foi cedida pela Itália à Iugoslávia após o fim da Segunda Guerra Mundial. O clube foi batizado em homenagem à Baía de Kvarner e à região mais ampla de Kvarner, da qual Rijeka é o centro administrativo. As raízes do clube remontam a 1926, a fundação do US Fiumana, que competiu em vários níveis do Campeonato Italiano de Futebol, incluindo uma temporada na primeira linha da competição (Divisione Nazionale) em 1928. Os dois clubes usaram o mesmo campo (Estádio Kantrida) e oito jogadores do US Fiumana mais tarde jogaram pelo Kvarner.

1946–1991[editar | editar código-fonte]

Durante o período inicial na Iugoslávia, o Kvarner teve um sucesso moderado em vários campeonatos de clubes nacionais e locais. Ele foi rebaixado ao final da temporada inaugural na Primeira Liga Iugoslava em 1946-47. O Kvarner mudou seu nome para NK Rijeka em 2 de julho de 1954 e retornou à Primeira Liga em 1958.[2] O Rijeka permaneceu no principal escalão por 11 temporadas consecutivas até 1969, quando foi mais uma vez rebaixado para a segunda divisão iugoslava.[2] Apesar de terminar no topo em quatro (em cada cinco) temporadas na segunda divisão, devido à falha em três tentativas de qualificação na repescagem, o clube só voltou a ser promovido para o nível superior em 1974. Com vários sucessos, o Rijeka permaneceu na primeira divisão até a desintegração da Iugoslávia em 1991.[2] O maior sucesso do clube durante este período envolveu bicampeonato da Copa da Iugoslávia em 1978 e 1979. O Rijeka também foi vice-campeão da Copa em 1987, quando perdeu a final na decisão por pênaltis.[3] O Rijeka nunca terminou acima do quarto lugar na Primeira Liga Iugoslava. Em 1984, o clube chegou mais perto de seu primeiro título de campeão, terminando apenas dois pontos atrás do Estrela Vermelha de Belgrado. O Rijeka também foi o clube croata melhor colocado na Primeira Liga Iugoslava em 1965, 1984 e 1987.[4]

Rijeka na 1. HNL[editar | editar código-fonte]

Após o desmembramento da Iugoslávia em 1992, o Rijeka ingressou na Primeira Liga de Futebol Croata em sua temporada inaugural. A equipe continua sendo um dos únicos quatro clubes membros fundadores a nunca ter sido rebaixado. Em termos de maiores sucessos neste período, o clube conquistou o seu primeiro título de campeão nacional em 2017, encerrando a série de 11 títulos consecutivos do Dínamo Zagreb.[5] O Rijeka também venceu quatro Copas da Croácia, incluindo títulos consecutivos em 2005 e 2006, em 2014 e, mais recentemente, em 2017, o que os fez garantir o histórico Double.[6] Na última rodada da temporada 1998-99, um erro de arbitragem tirou do Rijeka seu primeiro título de campeão. Com um jogo para disputar, o Rijeka estava um ponto à frente do Croácia Zagreb, precisando de uma vitória em casa contra o Osijek para garantir o título. Com o jogo empatado em 1 a 1, aos 89 minutos, o atacante do Rijeka Admir Hasančić converteu um cruzamento de Barnabás Sztipánovics. No entanto, momentos depois, o árbitro assistente Krečak levantou a bandeira e o árbitro Šupraha anulou o gol da vitória de Rijeka por um suposto impedimento.[7] Após uma investigação, análises 3D revelaram que Hasančić não estava, de fato, em posição de impedimento, e que o Rijeka erroneamente foi impedido de levantar sua primeira taça de campeão nacional.[8] Uma investigação do jornal Nacional revelou que Franjo Tuđman, presidente da República da Croácia e fervoroso torcedor do Croatia Zagreb, ordenou às agências de inteligência do país no início de 1999 que espionassem os árbitros, oficiais e jornalistas de futebol, com o objectivo de garantir que o clube de Zagreb vencesse título da liga a qualquer custo.[9]

Europa[editar | editar código-fonte]

O Rijeka participou em competições da UEFA em 18 ocasiões, incluindo seis consecutivas desde 2013-14. O maior sucesso foi as quartas-de-final da Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1979-80, quando perdeu para a gigante italiana Juventus por 2-0.[10] O resultado mais memorável na Europa foi a vitória em casa (3-1) contra o Real Madrid na Copa da UEFA de 1984-85.[11] Controversamente, na partida de volta ao Estádio Santiago Bernabéu, onde o Rijeka perdeu por 3-0, três dos seus jogadores foram expulsos. O Madrid marcou o primeiro gol por meio de uma penalidade máxima, aos 67 minutos, com o Rijeka já com dez homens. Nos dez minutos seguintes, mais dois jogadores do Rijeka foram expulsos, principalmente Damir Desnica. Enquanto Desnica recebia o primeiro cartão amarelo porque ele não parou de jogar após Schoeters apitar, o segundo foi dado porque ele supostamente insultou o árbitro. No entanto, sem o conhecimento do árbitro, Desnica era surdo-mudo desde o nascimento.[4] Com o Rijeka reduzido a oito jogadores, o Madrid marcou mais dois golos, avançou para a próxima rodada e acabou por ganhar o troféu.

Em 2013, depois de ter ganho por 4-3 no agregado contra o VfB Stuttgart, o Rijeka qualificou-se para a fase de grupos da Liga Europa de 2013-14.[12][13] O Rijeka também participou na fase de grupos da Liga Europa de 2014-15, quando derrotou o Feyenoord e o Standard Liège e empatou com os titulares e futuros campeões Sevilla.[14][15][16] Em 2017, o Rijeka alcançou o play-off da Liga dos Campeões da UEFA de 2017-18, tendo perdido por 3-1 no agregado para os campeões gregos Olympiacos e qualificou-se automaticamente para a fase de grupos da Liga Europa 2017-18. Na fase de grupos, eles marcaram uma famosa vitória em casa (2-0) contra o Milan, mas mais uma vez não conseguiram progredir para as oitavas-de-final.[17]

Propriedade privada[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2012, Gabriele Volpi - um empresário italiano e fundador da Orlean Invest, além de proprietário do clube de futebol Spezia e do clube de pólo aquático Pro Recco - injetou o capital necessário no clube. Com o processo de privatização concluído em setembro de 2013, Volpi, através da Fundação Stichting Social Sport, sediada na Holanda, tornou-se proprietário de 70% do clube, com a cidade de Rijeka no controle dos outros 30%.[18][19] Em 29 de dezembro de 2017, foi anunciado que o Presidente Damir Mišković, através da Teanna Limited, sediada em Londres, adquiriu a participação majoritária no clube da Stichting Social Sport Foundation.[20][21]

Transferência recorde[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2015, o Rijeka vendeu seu principal atacante Andrej Kramarić para o Leicester City pela quantia recorde de 9,7 milhões de libras.[22]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Até julho de 2015, o Rijeka mandava seus jogos no Estádio Kantrida, sua tradicional casa há mais de 60 anos. Com o Kantrida à espera da demolição e reconstrução, desde agosto de 2015 o Rijeka joga no recém-construído Estádio Rujevica, com capacidade para 8.279 pessoas sentadas. O Estádio Rujevica faz parte do novo centro de treinamento de Rijeka e serve como a sede temporária do clube. Após a demolição do antigo Kantrida, um novo estádio de última geração, com 14.600 lugares será construído no mesmo local. Além do estádio, os investidores planejam construir um complexo comercial que incluirá um shopping center e um hotel.[23]

Torcida[editar | editar código-fonte]

Durante a maioria dos jogos em casa, a maioria dos lugares é ocupada pelos portadores da carnês de temporada. Para a temporada de 2017/18, o clube tinha 5.922 detentores de bilhetes e 8.403 membros.

A torcida organizada do Rijeka é chamada Armada Rijeka, ou simplesmente Armada. O grupo está ativo desde 1987.

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

Mais informações: derby do Adriático, derby do Dínamo-Rijeka e derby do Rijeka-Pula (Rijeka vs Istra 1961) A maior rivalidade do Rijeka é com o Hajduk Split. Desde 1946, o clássico do Adriático é disputado entre os dois clubes de futebol croatas mais populares da costa do Adriático, Rijeka e Hajduk. Existem outras rivalidades com contra o Dinamo Zagreb e, a nível regional, com o Istra Pula. As origens da rivalidade Rijeka-Pula remontam aos confrontos entre Fiumana e Grion Pola desde o final da década de 1920.

Material esportivo e patrocinadores[editar | editar código-fonte]

Período Material esporivo Patrocínio de caimsa
1998–1999 Adidas INA
1999–2002 Kronos
2002–2003 Torpedo
2003–2004 Lero
2004–2005 Legea
2005–2006 INA
2006–2008 Kappa Croatia Osiguranje
2008–2012 Jako
2012–2014 Lotto  –
2014–2016 Jako
2017–2018 Sava Osiguranje
2018– Joma

Jogadores[editar | editar código-fonte]

Primeiro time[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado até 10 de fevereiro de 2019[24]

Nota: Bandeiras indicam equipe nacional, conforme definido pelas regras de elegibilidade da FIFA. Os jogadores podem ter mais de uma nacionalidade não-FIFA.

N.º Posição Jogador
3 Croácia D Petar Mamić
4 Croácia D Roberto Punčec
6 Croácia M Ivan Lepinjica
7 Bósnia e Herzegovina M Zoran Kvržić
8 Croácia M Tibor Halilović
11 Croácia A Matej Vuk
12 Croácia G Simon Sluga
13 Croácia D Dario Župarić
14 Gana M Boadu Maxwell Acosty
16 Croácia M Adrian Liber
17 Croácia A Antonio Čolak (emprestado do 1899 Hoffenheim)
18 Croácia A Robert Murić
19 Áustria D Mario Pavelić
20 Áustria A Alexander Gorgon (capitão)
21 Croácia A Jakov Puljić
N.º Posição Jogador
22 Croácia M Denis Bušnja
23 Croácia A Josip Mitrović
24 Croácia M Domagoj Pavičić
25 Croácia G Ivor Pandur
26 Portugal D João Escoval
27 Croácia D Ivan Tomečak
28 Croácia D Ivan Smolčić
29 Montenegro D Momčilo Raspopović
31 Croácia M Luka Capan
32 Croácia G Andrej Prskalo
33 Macedónia do Norte D Darko Velkovski
36 Croácia D Hrvoje Smolčić
44 Bósnia e Herzegovina M Stjepan Lončar
77 Macedónia do Norte A Milan Ristovski

Emprestados[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado até 10 de fevereiro de 2019

Nota: Bandeiras indicam equipe nacional, conforme definido pelas regras de elegibilidade da FIFA. Os jogadores podem ter mais de uma nacionalidade não-FIFA.

N.º Posição Jogador
Croácia G Ivan Nevistić (para o Eslovénia NK Varaždin)
Nigéria G David Samuel Nwolokor (para o Eslováquia Sereď)
Croácia D Luka Mikulica (para o Croácia Opatija)
Croácia D Daniel Štefulj (para o Eslovénia Krško)
N.º Posição Jogador
Bósnia e Herzegovina M Jasmin Čeliković (para o Croácia Inter Zaprešić)
Croácia A Emanuel Črnko (para o Croácia NK Varaždin)
Croácia A Tomislav Turčin (para o Bósnia e Herzegovina Široki Brijeg)

Jogadores notáveis[editar | editar código-fonte]

Para aparecer nesta lsita, um jogador deve satisfazer todos os três critérios a seguir:

  1. ter pelo menos 100 aparições em partidas oficiais, incluindo a primeira divisão (Primeira Liga da Iugoslávia e Primeira Liga de Futebol Croata), Copa doméstica (Copa da Iugoslávia, Copa da Croácia e Supertaça da Croácia) e competições de clubes da UEFA;
  2. ter marcado pelo menos 20 gols em partidas oficiais se for atacante, 5 se meia e não precisa ter anotado gols se for zagueiro ou goleiro, na primeira divisão (Primeira Liga Iugoslava e Primeira Liga Croata), copa doméstica (Copa Iugoslava, Copa Croata e Supercopa Croata) e competições de clubes da UEFA; e
  3. ter jogado pelo menos uma partida internacional para a sua seleção nacional enquanto estava sob contrato com o Rijeka.
  • Além disso, também estão incluídos os 30 maiores artilheiros do clube e jogadores mais vezes foram capitães na primeira divisão.

Atualizado em 13 de abril de 2019.

Recordes de jogadores[editar | editar código-fonte]

  • Mais aparições em competições de clubes da UEFA: 35 partidas[25]
    • Zoran Kvržić
  • Maior artilheiro em competições de clubes da UEFA: 8 gols[25]

O onze ideal do Rijeka[editar | editar código-fonte]

De acordo com uma pesquisa feita entre 2005 e 2007 com ex-jogadores (acima dos 40 anos) e jornalistas respeitados, Marinko Lazzarich descobriu que a melhor equipe do Rijeka de todos os tempos é a seguinte:

  1. Jantoljak
  2. Milevoj
  3. Hrstić
  4. Radaković
  5. Radin
  6. Juričić
  7. Lukarić
  8. Gračan
  9. Osojnak
  10. Naumović
  11. Desnica.[26]

O jornal de Rijeka Novi list declarou em 2011 que os melhores 11 jogadores do HNK Rijeka são:

  1. Jantoljak
  2. Šarić
  3. Radin
  4. Juričić
  5. Hrstić
  6. Loik
  7. Radaković
  8. Mladenović
  9. Naumović
  10. Skoblar
  11. Desnica.[27]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Fonte: Presidentes e treinadores

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato Croata (1): 2016-17
  • Copa da Croácia (4): 2004-05, 2005-06, 2013-14, 2016-17
  • Supercopa da Croácia (1): 2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hrvatski Nogometni Klub Rijeka


Não oficial


Torcedores


Referências

  1. Lazzarich, Marinko (2014). «Stoljetno iščitavanje povijesti pod stijenama riječkoga sportskog hrama». Academia Croata de Ciências e Artes. Problemi sjevernog Jadrana (em croata) (13): 47–76. Consultado em 2 de maio de 2019 
  2. a b c d HNK Rijeka. «Povijest» (em croata). HNK Rijeka official website. Consultado em 2 de maio de 2019. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2015 
  3. Puric, Bojan; Schöggl, Hans; Stokkermans, Karel (8 de maio de 2014). «Yugoslavia/Serbia and Montenegro – Cup Finals». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 2 de maio de 2019 
  4. a b Vivoda, Vlado (16 de julho de 2014). «HNK Rijeka: The Rise of the Phoenix» (em inglês). Hocuri.com. Consultado em 2 de maio de 2019 
  5. «Rijeka vence a liga croata e encerra domínio do Dinamo Zagreb» (em inglês). Eurosport. 22 de maio de 2017. Consultado em 3 de maio de 2019 
  6. Stokkermans, Karel (26 de setembro de 2014). «Croácia – Finais da Copa». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 3 de maio de 2019 
  7. «Rijeka-Osijek 1:1» (em croata). HRnogomet.com. 26 de maio de 1999. Consultado em 3 de maio de 2019 
  8. Vidalina, Marko (1 de junho de 2009). «Dokaz! Rijeci 1999. naslov prvaka definitivno ukraden» (em croata). 24sata. Consultado em 3 de maio de 2019 
  9. Bajruši, Robert (13 de agosto de 2002). «Dokumenti koji otkrivaju kako je Dinamo 1999. ukrao prvenstvo» (em croata). Nacional. Consultado em 3 de maio de 2019 
  10. Stokkermans, Karel. «Vencedores de Copas 1979–80» (em inglês). Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 3 de maio de 2019 
  11. «24.10.1984: Rijeka – Real Madrid 3-1» (em croata). Armada Rijeka. Consultado em 3 de maio de 2019 
  12. Volarić, Ivan. «Velika noć na Kantridi: Benko, Kvržić i Vargić za povijest» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2019 
  13. Volarić, Ivan; Rivetti, Orlando. «Stuttgart – Rijeka 2-2, bijeli u Europskoj ligi» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2019 
  14. Volarić, Ivan. «Hat trick za povijesnu pobjedu u Europskoj ligi: Kramarić – Feyenoord 3-1» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2019 
  15. Volarić, Ivan. «Blago nama, Moises i Krama: Bijeli u pola sata pomeli Standard» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2017 
  16. Volarić, Ivan. «Peh u sudačkoj nadoknadi: Sevilla u posljednjim sekundama iščupala bod na Kantridi» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2019 
  17. Volarić, Ivan (7 de dezembro de 2017). «POBJEDA ZA POVIJEST Rijeka skinula još jedan veliki skalp, na Rujevici pao veliki AC Milan (2:0)» (em croata). Novi list. Consultado em 3 de maio de 2019 
  18. «Rijeka postala sportsko dioničko društvo: Volpi dao 54 milijuna kuna za 70 posto vlasništva» (em croata). Index.hr. 30 de setembro de 2013. Consultado em 3 de maio de 2019 
  19. «Propriedade» (em inglês). nk-rijeka.hr. Consultado em 3 de maio de 2019 
  20. «HNK Rijeka od petka u vlasništvu Teanna limited» (em croata). nk-rijeka.hr. 29 de dezembro de 2017. Consultado em 3 de maio de 2019 
  21. Rogulj, Daniela (29 de dezembro de 2017). «Damir Mišković and Teanna Limited New Owner of NK Rijeka» (em inglês). Total Croatia News. Consultado em 3 de maio de 2019 
  22. «Kramaric rejeitou Chelsea para assinar pelo Leicester». SAPO. 25 de abril de 2015. Consultado em 3 de maio de 2019 
  23. Site oficial do projeto (em inglês)
  24. «1. momčad» (em croata). HNK Rijeka. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  25. a b «Perfil do Rijeka». UEFA.com. Consultado em 3 de maio de 2019 
  26. Lazzarich, Marinko (2008) (em croata). Kantrida bijelih snova. Rijeka: Adamić. ISBN 978-953-219-393-0, p. 467.
  27. Cvijanović, Marko (29 de agosto de 2011). «Asevi s Kantride: Idealna momčad Rijeke». Novi List (em croata). Consultado em 2 de março de 2012 


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hrvatski Nogometni Klub Rijeka