Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IF-UFRGS) foi fundado em 1953, originalmente com o nome de "Centro de Pesquisas Físicas". Em 1958 foi decidida a criação de um "Instituto de Física" dentro da universidade, tendo como principal objetivo ministrar o ensino de Física em toda a universidade. No ano seguinte, em 1959, o "Centro de Pesquisas Físicas" foi transformado em Instituto de Física.

História[editar | editar código-fonte]

Até 1953 a principal função do Departamento de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) era a formação de professores para o ensino médio. Foi quando um pequeno grupo de professores se mobilizou para iniciar pesquisa em Física na universidade, criando o Centro de Pesquisas Físicas.

Observatório astronômico da UFRGS

Em seus primeiros anos de vida, a principal realização do centro foi a criação de um laboratório de eletrônica pelo engenheiro eletrônico holandês, Gerard Hepp, que permaneceu por vários anos no Instituto de Física. Por causa da escassez de recursos humanos na área de Física no país, para se desenvolver, o Centro necessitava trazer físicos estrangeiros, dispostos a permanecer por alguns trabalhando no local.

O principal interesse na época era o desenvolvimento de pesquisa em Física Nuclear, tendo como ponto de partida, a espectroscopia nuclear. O físico nuclear holandês, Theo Maris, foi então convidado pelo Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para passar um ano em Porto Alegre, trabalhando no Centro para dar início à pesquisa em Física. Theo Maris acabou ficando por vários anos e ajudou a transformar o pequeno centro num dos mais importantes centros de pesquisas físicas na América Latina.

Linhas de pesquisa[editar | editar código-fonte]

Física Teórica[editar | editar código-fonte]

  • Fenomenologia de Partículas Elementares de Altas Energias
  • Física de Hádrons
  • Física de Plasmas
  • Física Estatística
  • Física Teórica da Matéria Condensada
  • Fluidos Complexos
  • Laboratório de Dinâmica Aplicada
  • Mecânica Estatística de Não-Equilíbrio
  • Modelos Teóricos e Computacionais
  • Teoria Quântica de Campos

Física Experimental[editar | editar código-fonte]

  • Espectroscopia Mössbauer
  • Física de Altas Pressões e Materiais Avançados
  • Implantação Iônica
  • Laboratório de Magnetismo
  • Laboratório de Superfícies e Interfaces
  • Microeletrônica
  • Laser & Óptica
  • Supercondutividade e Magnetismo

Astronomia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.