Iouga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Iouga é uma reconstrução sugerida do nome de uma deusa britânica-romana conhecida de uma única inscrição fragmentária sobre uma pedra de altar em York. O nome aparece como Ioug[...] or Iou[...] na pedra danificada, que diz:

NVMINIB AVG ET DEAE IOV[...]
SIVS AEDEM PRO PARTE D[...][1][2]
Para a numina do(s) Imperadore(s) e à deusa Iou[..], [..]sius (construída/restaurada) uma (meia?) parte de um templo.

Lendo o nome fragmentário como Ioug[...], Roger Wright propôs a forma reconstruída Iouga, que conectou ao proto-céltico *jugā significando 'jugo'. Entretanto, Theresia Pantzer, revisando a pedra, sugere que o que Wright tinha percebido como vestígios de uma letra g foi, meramente, "mais dano à pedra do que parte de uma letra".[2] A deusa é entretanto desconhecida.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. RIB 656. A pedra agora está no Museu Yorkshire.
  2. a b Theresia Pantzer (2008). "RIB 656".
  3. Colin Smith. "Vulgar Latin in Roman Britain". In Aufstieg und Niedergang der römischen Welt, II.29.



Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia celta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.