João da Mata Chapuzet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João da Mata Chapuzet
Nascimento 1777
Lisboa
Morte 8 de agosto de 1842 (65 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação arquiteto, diplomata, político

João da Mata Chapuzet (Lisboa, 1777 — Lisboa, 8 de Agosto de 1842) foi um arquiteto militar e escritor português.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na freguesia da Lapa, em Lisboa, com o posto de segundo tenente de Engenharia acompanhou as tropas que garantiram a transferência da corte portuguesa para o Brasil em 1807, encontrando-se no Rio de Janeiro em 1808. Retornou à Europa para lutar na Guerra Peninsular contra a ocupação napoleônica do país, vindo a ser condecorado.

Em 1816 foi promovido do posto de major ao de tenente coronel, servindo no Quartel Mestre General - o chefe do Estado Maior do Exército Português.

Em 1821 era comandante do Forte de São Julião da Barra, a maior fortificação marítima portuguesa.

Foi nomeado por João VI de Portugal 67.º governador de Cabo Verde, cargo que exerceu entre 1822 e 1826. Como engenheiro e arquiteto militar foi responsável por uma grande modernização na cidade da Praia, capital do arquipélago.[2] Nesse mesmo período, o seu genro, o alferes Ludgero José Villet, foi seu ajudante de campo.

O seu último cargo foi o de governador da praça-forte de Elvas, uma das mais importantes do reino, que exerceu entre 1838 e 1840.

É autor de algumas plantas de fortificações, nomeadamente a do Forte de São Bruno de Caxias e a do Forte do Guincho.

Referências

  1. Diccionário bibliográphico portuguez: estudos. [S.l.]: Imprensa Nacional. Consultado em 7 de Fevereiro de 2012 
  2. «Como estragar uma bela Praça». A Semana. 30 de Abril de 2011. Consultado em 7 de Fevereiro de 2012. Arquivado do original em 9 de abril de 2015 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • NUNES, António Lopes Pires. Dicionário de Arquitetura Militar. Casal de Cambra: Caleidoscópio, 2005. 264p. il. ISBN 972-8801-94-7


Precedido por
António Pusich
Governador de Cabo Verde
18231826
Sucedido por
Caetano Procópio Godinho de Vasconcelos