John Wick: Chapter Two

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Wick: Chapter Two
John Wick: Capítulo 2 (PT)
Um Novo Dia Para Matar[1] (BR)
Pôster Promocional
 Estados Unidos
2017 •  cor •  122 min 
Direção Chad Stahelski
Produção Basil Iwanyk
Erica Lee
Roteiro Derek Kolstad
Elenco Keanu Reeves
Common
Laurence Fishburne
Riccardo Scamarcio
Ruby Rose
John Leguizamo
Ian McShane
Música Tyler Bates
Joel J. Richard
Cinematografia Dan Laustsen
Edição Evan Schiff
Companhia(s) produtora(s) Lionsgate
Thunder Road Pictures
87Eleven Productions
Distribuição Summit Entertainment
Lançamento Estados Unidos 10 de fevereiro de 2017[2]
Brasil 16 de fevereiro de 2017[3]
Idioma Inglês
Orçamento US$ 40 milhões
Receita US$ 169,708,269[4]
Cronologia
John Wick
(2014)
John Wick: Parabellum
Página no IMDb (em inglês)

John Wick: Chapter Two (no Brasil: Um Novo Dia Para Matar) é um filme americano neo-noir de ação e suspense dirigido por Chad Stahelski e escrito por Derek Kolstad. É a sequência do filme de 2014 John Wick. É protagonizado por Keanu Reeves, Common, Bridget Moynahan, Ian McShane e John Leguizamo. A fotografia começou em outubro de 2015 em Nova Iorque e teve seu lançamento no dia 10 de fevereiro de 2017, nos Estados Unidos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cerca de quatro dias após os acontecimentos do primeiro filme, o ex-assassino John Wick rastreia seu Ford Mustang Boss 429 1969 roubado em uma loja de propriedade de Abram Tarasov, irmão de Viggo e tio de Iosef. John despacha os homens de Tarasov em uma luta violenta que danifica fortemente seu carro. Ele então poupa Tarasov sob os auspícios da paz e retorna para casa.

Depois que Aurelio leva o Mustang de John para reparos, John é visitado pelo senhor do crime italiano Santino D'Antonio. É revelado que para completar sua "tarefa impossível" - o que lhe permitiu se aposentar e se casar com Helen - John pediu ajuda a D'Antonio. Como forma de contrato, D'Antonio jurou a John uma "Promissória", uma promessa inquebrável simbolizada por um medalhão de "pacto de sangue". D'Antonio apresenta o medalhão para exigir serviços de John, mas John se recusa, alegando que ele está "aposentado". Em retaliação, D'Antonio destrói a casa de John com um lançador de granadas.

Winston, o proprietário do hotel Continental em Nova York, lembra a John que se ele rejeitar a Promissória, ele estará violando uma das duas regras inquebrantáveis ​​do submundo: não matar em locais continentais e Promissórias devem ser honradas. John aceita seu compromisso e se reúne com D'Antonio, que o incumbe de assassinar sua irmã Gianna D'Antonio para que ele possa reivindicar seu lugar na "Alta Cúpula", um conselho de senhores de alto nível do crime. D'Antonio envia Ares, seu guarda-costas pessoal, para seguir e manter o olho em John.

Em Roma, John se infiltra no partido de Gianna e a confronta. Diante de morte certa, Gianna escolhe suicidar-se. Enquanto se retira, John é emboscado pelos homens de D'Antonio, que pretendem "amarrar pontas soltas" matando-o. Depois de matar a maioria deles, John é perseguido pelo guarda-costas de Gianna, Cassian. Sua luta brutal é interrompida quando eles colidem na área de recepção do Roma Continental. Enquanto os dois relutantemente compartilham uma bebida, Cassian promete vingança pela morte de Gianna.

Depois que John retorna a Nova York, D'Antonio abre um contrato de US $ 7 milhões para a morte de John sob o pretexto de vingar sua irmã, levando numerosos assassinos a ataca-lo (sem sucesso). Cassian confronta John mais uma vez no metrô. John ganha a luta que se seguiu, mas poupa a vida de Cassian por respeito profissional. Ferido e desesperado, John procura ajuda do senhor do crime subterrâneo The Bowery King, cujos subordinados tratam seus ferimentos e o guiam para a localização de D'Antonio. John mata os homens de D'Antonio, exceto Ares, que ele deixa imobilizado, mas D'Antonio é capaz de escapar para o Continental. Mas, ao invés de discretamente se esconder dentro de uma das suítes luxuosamente nomeadas até que John Wick finalmente saia, D'Antonio permite que sua arrogância desenfreada se torne sua própria destruição. Supremamente auto-confiante sobre a auto-contenção de John Wick dentro das paredes do Hotel Continental, D'Antonio se permite ser facilmente encontrado. Ele goza de uma refeição da alta cozinha enquanto presunçosamente deixa claro que ele pretende permanecer lá indefinidamente. A raiva de John Wick furta sobre isto e, apesar do aviso de Winston, impulsivamente ele atira e mata D'Antonio bem ali na sala de jantar.

No dia seguinte, Winston vai até John e explica que, de acordo com a Alta Cúpula, a recompensa oferecida por Wick foi dobrada e oferecida globalmente. John é "excomunicado" e perde todo o acesso e privilégios aos recursos do submundo. Winston demora a anunciar a excomunhão de John e o posto da recompensa dele globalmente por uma hora para dar-lhe uma vantagem e fornece-lhe uma Promissória para uso futuro. Antes de sair, Wick puxa seu corpo ensanguentado e ferido para um pronunciamento final, que aparece nos trailers, que "... eu vou matá-los, vou matá-los todos!" Suspeitando que todos os assassinos em toda a Nova York colocarão os olhos nele, Wick, em seguida, foge a pé com seu cão fiel ao lado dele.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Keanu Reeves como John Wick, um ex-assassino a soldo.
  • Common como Cassian, chefe da segurança de uma senhora do crime.
  • Bridget Moynahan como Helen Wick, a esposa falecida de John.
  • Ian McShane como Winston, o proprietário do Continental Hotel.
  • John Leguizamo como Aurelio, proprietário de uma oficina de automóveis de alta qualidade.
  • Lance Reddick como Charon, recepcionista do Continental Hotel.
  • Thomas Sadoski como Jimmy, um policial e amigo de John.
  • Ruby Rose, como Ares, uma assassina e segurança de Santino D´Antonio.
  • Riccardo Scamarcio como Santino D´Antonio, o líder da camorra que força John Wick a cometer um assassinato.
  • Peter Stormare como Abram Tarasov, irmão de Viggo Tarasov e tio de Iosef Tarasov.
  • Laurence Fishburne como Rei, o líder do crime no subterraneo de Nova York.

Produção[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2015, os realizadores Chad Stahelski e David Leitch revelarem que uma sequência de John Wick estava a ser produzida.[5][6] No mesmo mês, o CEO da Lionsgate Jon Feltheimer, disse: "Vemos John Wick como uma série de ação de vários capítulos". Adicionalmente, foi dito que Kolstad escreveria de novo o roteiro.[7] Em maio de 2015, foi confirmado que a sequência tinha "luz verde" e que a Lionsgate iria vender o filme no Cannes Film Festival. Foi anunciado que Keanu Reeves, Leitch e Stahelski regressariam para o filme e que as filmagens começariam no final de 2015.[8][9][10][11]

Em outubro de 2015, Common juntou-se ao elenco para desempenhar o papel de um chefe da segurança de uma senhora do crime,[12] e Ian McShane foi confirmado para novamente fazer o papel de Winston, o proprietário do Continental Hotel.[13] Em Novembro de 2015, Bridget Moynahan, John Leguizamo, Thomas Sadoski e Lance Reddick confirmaram o regresso, enquanto que Ruby Rose, Riccardo Scamarcio e Peter Stormare foram acrescentados ao elenco.[14] Laurence Fishburne também foi acrescentado ao elenco embora faça apenas uma pequena aparição.[15]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

A fotografia começou em 26 de outubro de 2015, em Nova Iorque.[16] No final da primeira semana, as filmagens ocorreram em Manhattan.[17] As filmagens também tiveram lugar em Itália.[13] Houve filmagens também na cidade de Montréal, Canadá, em 28 de outubro de 2015 (é possível ver cenas na Station Place des Arts, na Rue Saint Catherine, entre outros lugares).

Lançamento[editar | editar código-fonte]

John Wick: Chapter Two foi lançado dia 10 de Fevereiro de 2017 pela Summit Entertainment.[18]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O Cinema com Crítica considera-o "simultaneamente um ótimo filme de ação e também a melhor paródia do gênero em bastante tempo".[1]


Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b «Crítica | John Wick: Um Novo Dia para Matar | Cinema com Crí­tica». cinemacomcritica.com.br (em inglês). Consultado em 22 de fevereiro de 2017.  soft hyphen character character in |titulo= at position 61 (ajuda)
  2. Pamela McClintock (18 de fevereiro de 2016). «Keanu Reeves' 'John Wick: Chapter 2' Lands 2017 Release Date». The Hollywood Reporter. Consultado em 7 de março de 2016. 
  3. «Data de lancamento no Brasil». AdoroCinema. Consultado em 15 de fevereiro de 2017. 
  4. «John Wick: Chapter 2 (2017)». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 17 de julho de 2017. 
  5. Guerrasio, Jason (4 de fevereiro de 2015). «'John Wick' Directors Are Already Working on a Sequel (Exclusive)». Movies.com. Consultado em 27 de outubro de 2015. 
  6. «John Wick Sequel Already In The Works». Final Reel. 5 de fevereiro de 2015. Consultado em 27 de outubro de 2015. 
  7. «Lionsgate Planning 'John Wick' Sequel». Variety. 6 de fevereiro de 2015. Consultado em 27 de outubro de 2015. 
  8. Fleming, Jr., Mike (4 de maio de 2015). «Lionsgate Selling 'John Wick' Sequel At Cannes». Deadline. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  9. Lesnick, Silas (8 de setembro de 2015). «John Wick 2 Filming Begins This Fall!». Coming Soon 
  10. Wwintraub, Steven (24 de setembro de 2015). «Exclusive: Chad Stahelski To Direct 'John Wick 2' Solo». Collider 
  11. Foutch, Haleigh (5 de outubro de 2015). «Exclusive: 'John Wick 2′ Story Details Revealed». Collider 
  12. Kit, Borys (26 de outubro de 2015). «Common to Play Villain in Keanu Reeves' 'John Wick 2' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 27 de outubro de 2015. 
  13. a b Kit, Borys (26 de outubro de 2015). «Ian McShane Returns for Keanu Reeves' 'John Wick 2' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 27 de outubro de 2015. 
  14. Jaafar, Ali (9 de novembro de 2015). «'John Wick 2' Fills Out Cast, Old Favorites Return». Deadline. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  15. Dave McNary (17 de dezembro de 2015). «Laurence Fishburne Reunites With Keanu Reeves for 'John Wick 2' Cameo». Variety. Consultado em 7 de março de 2016. 
  16. «On the Set for 10/30/15: Keanu Reeves Starts on John Wick Sequel, Seth Rogen and Zac Efron Wrap Up Neighbors 2». SSN Insider. 30 de outubro de 2015. Consultado em 2 de novembro de 2015.. Arquivado do original em 1 de novembro de 2015 
  17. «Keanu Reeves has bloody cuts on face as he takes on foes in dramatic scenes while filming John Wick 2». The Daily Mail. 31 de outubro de 2015. Consultado em 2 de novembro de 2015. 
  18. Clarisse Loughrey (19 de fevereiro de 2016). «John Wick 2: release date announced as Keanu Reeves brings ass-kicking to Europe». The Independent. Consultado em 7 de março de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.