Julio Alberto Moreno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julio Alberto Moreno
Informações pessoais
Nome completo Julio Alberto Moreno Casas
Data de nasc. 7 de outubro de 1958 (59 anos)
Local de nasc. Candás, Astúrias, Flag of Spain.svg Espanha
Altura 1,77 m
Informações profissionais
Posição Lateral-esquerdo
Clubes de juventude
1977 Espanha Atlético de Madrid
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1977-1982
1979-1980
1982-1991
Espanha Atlético de Madrid
Espanha Recreativo de Huelva (Empréstimo)
Espanha Barcelona
0068 00(2)
00 0
00200 00(9)
Seleção nacional
1978
1981
1982
1983
1984-1988
Flag of Spain.svg Espanha Seleção sub-21
Flag of Spain.svg Espanha Time B
Flag of Spain.svg Espanha Seleção sub-23
Flag of Spain.svg Espanha Seleção amadora
Flag of Spain.svg Espanha Seleção principal
0004 000(0)
0004 000(0)
0001 000(0)
0002 000(0)
0034 000(0)

Julio Alberto Moreno Casas ou somente Julio Alberto (Candás, 7 de outubro de 1958), é um ex-futebolista espanhol.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atlético de Madrid[editar | editar código-fonte]

Julio Alberto iniciou sua carreira nas categoria de base do Atlético de Madrid, onde estreou profissionalmente em 1977, sob o comando do técnico Luis Aragonés. Durante as quatro temporadas em que jogou pelo time principal do Atlético (1977-1978 a 1981-1982), Julio não conquistou nenhum título, mas destacou-se como um dos laterais esquerdos mais velozes da Espanha [1].

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Transferiu-se para o Barcelona em 1982, onde atingiu a maturidade profissional e conquistou todos os títulos de sua carreira, atuando ao lado de jogadores como Diego Armando Maradona, Bernd Schuster, Francisco José Carrasco e Víctor Muñoz. Neste período, a equipe conquistou a Copa da Liga Espanhola de 1982, a Copa do Rei de 1983 e a Supercopa da Espanha de 1984 [2].

Na temporada 1984-1985, já sem Maradona na equipe e com Terry Venables como técnico, Julio conquistou seu primeiro título da concorrida La Liga [2].

Seleção espanhola[editar | editar código-fonte]

Sua boas atuações pelo Barcelona chamaram a atenção de Miguel Muñoz, técnico da Seleção Espanhola, que o convocou pela primeira vez em 1984 [3]. Foi titular absoluto do selecionado espanhol até 1988, disputando 34 partidas pela equipe, como a Eurocopa de 1984 (em que a Espanha ficou com o vice-campeonato) e a Copa do Mundo de 1986 (onde a Espanha foi eliminada nas quartas de final pela Bélgica, na disputa de pênaltis) [3][4].

Sua última partida pela Seleção Espanhola foi na derrota de 2 a 1 contra a Checoslováquia em Sevilha, em 24 de fevereiro de 1988[3].

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Após abandonar os campos, Julio caiu em profunda depressão e tornou-se dependente químico [5][6]. Atualmente, já recuperado, atua junto a diversas fundações e organizações não governamentais - alertando os jovens quanto ao perigo do consumo de drogas -, além de representar o UNICEF em trabalhos sociais em países pobres [5].

Tornou-se técnico em 2005 e encontra-se vinculado profissionalmente ao Barcelona.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campeonato
Clube Temporada
Copa do Rei Espanha Barcelona 1982-1983
1987-1988
1989-1990
Copa da Liga Espanhola Espanha Barcelona 1982-1983
1985-1986
Supercopa da Espanha Espanha Barcelona 1983
La Liga Espanha Barcelona 1984-1985
1990-1991
Copa da Liga Espanhola Espanha Barcelona 1982-1983
1985-1986
Liga dos Campeões da UEFA Espanha Barcelona 1985-1986
Copa dos Campeões da UEFA Espanha Barcelona 1988-1989

Referências

Nota[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]