Lea T

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lea T
Nome completo Leandra Medeiros Cerezo
Data de nascimento 22 de março de 1981 (35 anos)
Local de nascimento Belo Horizonte
 Minas Gerais
Nacionalidade  Brasil
Altura 1,81 m[1]
Cor do cabelo Castanho
Cor dos olhos Castanhos
Medidas 87–62–90
Peso 56 kg
Manequim 36/38
Calçado 41BR
Agência Women

Lea T, nome artístico de Leandra Medeiros Cerezo[2] (Belo Horizonte, 19 de fevereiro de 1981), é uma estilista e modelo transexual brasileira que tornou-se famosa na Europa como uma das estrelas de uma campanha da grife francesa Givenchy, em 2010,[3] e por causa de um ensaio fotográfico nu para a edição de agosto de 2010 da revista francesa Vogue.[4][5]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Lea T nasceu em Belo Horizonte no dia 19 de fevereiro de 1981 fruto do primeiro casamento do ex-futebolista Toninho Cerezo com Rosa Medeiros.[6] Aos treze anos, começou a perceber as diferenças e, mesmo nessa idade, já ouvia comentários de sua mãe sobre seu comportamento.[7] Durante sua adolescência, estudou em uma escola na Itália, onde não encontrou muita tolerância.

A modelo tem os irmãos Gustavo, Lorena e Luana.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

A incursão de Lea no mundo da moda ocorreu após ela conseguir um emprego como modelo através do amigo estilista Riccardo Tisci,[8] época em que ela passou a morar, trabalhar e fazer faculdade de veterinária em Milão, na Itália.[9]

Em janeiro de 2011, foi capa da revista britânica Love, na qual aparece beijando a modelo Kate Moss.[10][11] No mesmo mês, ela veio ao Brasil para desfilar como convidada no São Paulo Fashion Week. O desembarque no aeroporto foi tumultuado e sob forte segurança.[12] Em fevereiro, foi entrevistada por Oprah Winfrey no talk show estadunidense The Oprah Winfrey Show.[13][14] Já em 18 de novembro, ela fez um ensaio para a revista Candy, onde aparece vestida de homem, usando terno.[15]

Em janeiro de 2013, a grife italiana Benetton anunciou Lea T, entre outros, como modelo da campanha primavera/verão do mesmo ano, como símbolo contra o preconceito, e também nomeada embaixadora Global da Redken para 2015.[16][17]

Em fevereiro de 2015, foi eleita pela revista americana Forbes uma das 12 mulheres que mudaram a moda italiana. A modelo integra lista ao lado de nomes como Miuccia Prada, Anna Dello Russo e Franca Sozzani.[18]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

A modelo declarou em entrevista que planeja mudar o genital definitivamente, o que seu pai não apoiava. Numa entrevista em 2007, Cerezo, que é pai de quatro filhos, chegou a dizer que só tinha três,[19][20][21] e noutra, quando contatado para comentar o fato [cirurgia de transgenitalização], desligou o telefone. A modelo culpa ainda as raízes religiosas da família, que orava para que fosse, no máximo, gay.[22][23]

A percepção de que sua filha era diferente dos outros nunca passou despercebida a Cerezo. Lea conta que, nas esporádicas visitas que recebia de seu pai, ele lhe dizia que havia algo de "errado" com ela.[22] Contudo, Lea nega sumariamente em entrevistas posteriores que seu pai tivesse lhe demonstrado qualquer forma de preconceito.[23][24] A modelo chegou a declarar (quando pedido que comparasse o preconceito na Europa com o do Brasil) que em todos os lugares do mundo há preconceito com as pessoas trans; e afirmou: «Nós [transexuais] somos o lixo da sociedade!».[23][7]

Em 15 de abril de 2011, em entrevista ao programa Juca Entrevista[25] (do jornalista e cientista social, Juca Kfouri) na ESPN, Toninho Cerezo fala das mulheres maravilhosas de sua vida, e menciona sua filha Lea T, declarando seu respeito à coragem que ela teve de assumir seu verdadeiro gênero e seu amor e orgulho por ela.

Referências

  1. Gustavo Abreu (29 de janeiro de 2011). «Lea T recebe iG Gente no backstage do SPFW». Gente Babado. ig.com.br. Consultado em 7 de outubro de 2011. 
  2. Lea T: "Nunca tive namorada nem namorado"
  3. Modaspot.com (2 de agosto de 2010). «Jornal britânico publica perfil de supermodelo transsexual brasileira». Modelos e Celebridades. Abril. Consultado em 3 de outubro de 2011. 
  4. «Estrela da Givenchy, O novo fenômeno da moda na Europa». Diário de Pernambuco. Consultado em 21-2-2011. 
  5. «Travesti Lea T, filho do jogador Toninho Cerezo, posa nu para 'Vogue' francesa». Gazeta Online. 20-7-2010. 
  6. a b Da redação (2012). «Biografia completa de Lea T». iG Gente. Consultado em 8 de agosto de 2014. 
  7. a b Gazeta Online (29 de setembro de 2011). «Lea T: 'Sofro bullying todos os dias. O transex é o lixo do mundo'». Globo.com. Consultado em 3 de outubro de 2011. 
  8. «‘Não vejo lado bom em ser transexual’, diz a top model Lea T». Fantástico. 20-2-2011. 
  9. «Transexual, filha do ex-jogador da seleção Toninho Cerezo, ganha página inteira na Vogue francesa». O Globo. 20-7-2010. 
  10. «Modelo transexual brasileira beija Kate Moss em capa de revista». G1. 18-1-2011. 
  11. «Kate Moss kisses transgender model Lea T on cover of LOVE magazine» (em inglês). Telegraph. 18-1-2011. 
  12. «Modelo transexual Lea T chega à SPFW cercada de forte segurança». G1. 29-1-2011. 
  13. «Lea T explica a Oprah como esconde o pênis para tirar fotos». Folha Online. 18-2-2011. 
  14. «Lea T Appears on Oprah, Talks Being Transgendered» (em inglês). Fashion Etc. 17-2-2011. 
  15. «Lea T surge vestida de homem». ClicRBS. 18-11-2011. 
  16. Para a Forbes, modelo transexual Lea T está entre as mulheres que mudaram a moda italiana
  17. «A brasileira Lea T é a nova imagem da Benetton». Clic RBS. 24-1-2013. 
  18. Lea T é eleita uma das mulheres que mudaram a moda italiana, segundo a Forbes
  19. «Travesti brasileiro, estrela da Givenchy, é filho de ídolo do futebol». Extra Online. 20-7-2010. 
  20. «Família de Toninho Cerezo apoia carreira do filho, que virou travesti». Extra Online. 21-7-2010. 
  21. «Travesti brasileiro estrela campanha da Givenchy». EPTV. 20-7-2010. 
  22. a b , mas que nenhuma família espera que o filho vá se tornar um transexual, que será no máximo homossexual Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "guardian" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  23. a b c Lia T. (2 de outubro de 2011). Entrevista com Marília Gabriela. De Frente com Gabi.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  24. «Lea T revela detalhes de sua intimidade para Oprah Winfrey». QUEM. 18/02/2011. 
  25. «Cerezo fala do amor e do suporte que dá à filha Lea T». Espn.com.br. 15-4-2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Lea T
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) modelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.