Ligas de carnaval de Vitória

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As Ligas de carnaval de Vitória São responsáveis peloa organização do Carnaval de Vitória, sendo a primeira a LIESES, que comandou por onze anos todos os desfiles e a LIESGE, entidade formada pelas escolas do Grupo Especial capixaba.

LIESGE[editar | editar código-fonte]

LIESGE
Sede Vitória
Membros 6 escolas de samba
Presidente

Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (LIESGE) é a entidade que reúne as escolas de samba do grupo especial do carnaval de Vitória[1] . Foi fundada logo após o carnaval de 2015 com o objetivo de adiministrar os interesses das escolas que estiverem no grupo especial. A entidade e formada por dissidentes da LIESES, que agora só administra os grupos de acesso. contando com as cinco que desfilariam no carnaval 2016, no grupo Especial mais a Unidos de Barreiros, convidada a pertencer ao grupo.

LIESES[editar | editar código-fonte]

LIESES
Fundação 23 de março de 2001 (14 anos)
Sede Centro de Vitória
Membros 14 escolas de samba
Presidente Rogério Sarmento

A Liga Espírito-santense de Escolas de Samba (LIESES) é uma entidade representativa carnavalesca, com sede em Vitória, que organiza o carnaval dessa cidade. é sucessora de antigas entidades do samba capixaba, tais como a UBES (União das Batucadas e Escolas de samba, 1956); ACES (Associação Capixaba das Escolas de Samba, 1985); e UESES (União das Escolas de Samba do Espírito Santo, 1991). sendo fundada em 23 de março de 2001, com o nome de LICES (Liga Capixaba de Escolas de Samba). A partir de 2007 adotou o nome atual.

Em 2009, as escolas do Grupo de Acesso se juntaram as do Especial e formaram um grupo único. A partir de 2011 o desfile voltou a ser dividido em dois grupos e foi definido que as escolas do grupo de Acesso desfilariam na noite de quinta-feira e as do Especial nas noites de sexta-feira e sábado da semana anterior àquela oficial do carnaval. Outras três escolas de samba negociam com a LIESES a filiação ao Grupo de Acesso do Carnaval de Vitória de 2012. uma delas é a antiga Arco-Íris de Vila Velha que já se reuniu três vezes com a direção da LIESES, e as outras 2 estão sendo fundadas, uma em Itacibá, Cariacica (o que demonstra ser a volta da antiga escola União Jovem de Itacibá), e a outra em Terra Vermelha,Vila Velha (cujo nome será Acadêmicos da Barra).[2] .[3] . depois do carnaval 2012, Rogério Sarmento foi reeleito para mais um mandato, entre os seus projetos, a construção do Anexo do Samba, espécie de Cidade do Samba de Vitória[4] .

Na ordem de desfile para o carnaval 2013, quatro escolas que apresentaram condições financeiras desfavóraveis, acabaram desfilando na sexta, junto com a escola que subiu do acesso[5] . para 2014, foi aprovado em plenária a divisão do Grupo Especial em A e B. onde as cinco primeiras formam o grupo A, da 6º a 9º formam o B. além da continuação do grupo de acesso, sendo essa repartição, como forma de acabar com acomodação, em algumas escolas [6] .

Depois do carnaval, dirigentes das principais escolas de samba Capixabas resolveram criar a LIESGE, no objetivo de cuidar de seus interesses. ficando a LIESES a comandar os grupo de acesso[7] .

Carnaval 2016[editar | editar código-fonte]

Grupo Especial
(07-02-2016)
Grupo A
(06-02-2016)
  1. Barreiros
  2. Jucutuquara
  3. Pega no Samba
  4. MUG
  5. Piedade
  6. Boa Vista



  1. Chegou o Que Faltava
  2. Imperatriz do Forte
  3. São Torquato
  4. Chega Mais
  5. Andaraí
  6. Tradição Serrana
  7. Novo Império
  8. Rosas de Ouro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências