Linha Aigle-Sépey-Diablerets

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Linha Aigle-Sépey-Diablerets
Train Station, Les Diablerets Ski Resort, Swiss Alps.jpg
Estação Les Diablerets, 2008
Informações
Proprietário Transports publics du Chablais
Local Suíça
Tipo de transporte Ferrovia
Número de linhas Via única
Número de estações 19
Website www.tpc.ch
Funcionamento
Início de funcionamento 1914 (102 anos)
Operadora(s) Transports publics du Chablais
Sigla(s) do material circulante TPC
Dados técnicos
Extensão do sistema 22,3 km (13,9 mi)
Bitola Bitola métrica
1 000 mm (39,4 in)

A Linha Aigle-Sépey-Diablerets (ASD) é uma linha de caminho de ferro de 23 km, a via única, de bitola métrica que circula em Flag of Canton of Vaud.svg Vaud entre Aigle e Diablerets.

A ASD é uma das linhas dos Transportes públicos do Chablais (TPC) que além desta possui:

Os Transportes públicos do Chablais (TPC) são uma empresa ferroviária Flag of Canton of Vaud.svg Vaud que foi criada em 1999 com a fusão de quatro companhias de caminho de ferro a bitola métrica na região do Chablais Vaudois, Além do caminho de ferro esta empresa também possui uma rede de autocarros.

Novas cores para a ASD

História[editar | editar código-fonte]

Duas ASD

Antigamente, só um caminho permitia o acesso de Aigle, Le Sépey, La Forclaz e le Plan-des-Isles, assim se chamava a actual Diablerets. Em 1897 é feito o pedido ao Conselho Federal de concepção para um Aigle-Le Sépey com uma rampa máxima de 69 ‰, e um ano mais tarde pedem uma ligação Le Sépey-Leysin-Feydey. Em 1911 começam efectivamente os trabalhos que além da linha propriamente dita têm de construir a ponte do Vanel que exige a construção de um teleférico de serviço através o val de Ormonts e a ponte das Planches para a qual se utilizaram os andaimes de Vanel.

A decoração do sucesso

O departamento federal impõe sistema de travagem de maneira a poder circular na linha Gstaad-Zweisimmen uma vez esta terminada. A 6 de Julho de 1914 é inaugurada a linha Aigle aos Diablerets.

Conscientes dos imperativos comerciais e da necessidade de um marketing dinâmico para o futuro, e a direcção instaura comboios a vocação turística, como o de ter pintado a automotora

Datas[editar | editar código-fonte]

  • 1857 : chegada a Aigle da linha Lausana-Simplon
  • 1914 : abertura da linha ASD
  • 26 juin 1940 : incêndio nas instalações e perda de três automotoras e quatro carrugens.
  • 1987 : quatro novas automotora
  • 1999 : regroupamento da ASD, da AL, da BVB e da OMC para formar os TPC

Características[editar | editar código-fonte]

  • Comprimento; 22,33 km
  • Bitola; métrica
  • Declive máx; 6 ‰
    • Aigle, 415 m
    • Diablerets, 1 155 m
  • Linha de via única

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]