M. Shadows

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2012). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
M. Shadows
M. Shadows em 2017
Informação geral
Nome completo Matthew Charles Sanders
Também conhecido(a) como M. Shadows, Shadows, Matt, Shadz
Nascimento 31 de julho de 1981 (38 anos)
Local de nascimento Fountain Valley, Califórnia
 Estados Unidos
Gênero(s) Heavy metal, hard rock, metalcore
Instrumento(s) Guitarra, piano, órgão, teclado, bateria, vocal
Período em atividade 1999 - atualmente
Outras ocupações Músico, compositor, cantor

Matthew Charles Sanders, (Fountain Valley, Califórnia 31 de julho de 1981), mais conhecido por seu nome artístico M. Shadows, é atualmente o vocalista da banda de rock Avenged Sevenfold.[1]

Infância e família[editar | editar código-fonte]

Nascido em Fountain Valley cidade próxima a Huntington Beach, filho de Gary e Kim Sanders, foi expulso da escola muitas vezes por violência, não se sabe em qual série ele parou de estudar. Ele diz que seu pai é seu melhor amigo, e que ele realmente o admira.

Casou-se com a atriz Valary Dibenedetto[2] com quem está junto desde a época do colégio.[3] Em 2012 tiveram seu primeiro filho, River Sanders. Em 2014 tiveram seu segundo filho, Cash Sanders.[4]

Início[editar | editar código-fonte]

M. Shadows costumava tocar piano antes de começar a cantar em sua primeira banda, "Successful Failure". Enquanto crescia, escutou muito punk rock, como H2O e Misfits, e entrou na cena do metal quando seu pai comprou "Appetite For Destruction", do Guns N' Roses, depois de ter visto eles no Headbanger's Ball da MTV's.

Nos anos seguintes, M. Shadows formou o Avenged Sevenfold com o guitarrista Zacky Vengeance[1]. Zacky anteriormente era membro de um grupo punk denominado MPA (Mad Porn Action). Ainda na banda Successful Failure, M. Shadows escreveu a música "Streets" que mais tarde seria gravada no Avenged Sevenfold e divulgada no primeiro álbum, Sounding the Seventh Trumpet. O álbum foi um mix de metalcore e punk rock, mas também inclui um mais macio (Warmness On The Soul).

Avenged Sevenfold[editar | editar código-fonte]

M. Shadows declarou que ele tem um forte apoio das tropas que servem os Estados Unidos, depois que seus amigos estão em serviço no Iraque. A canção "M.I.A." ( "Missing In Action") teria sido escrita em homenagem a esses amigos. A canção "Gunslinger" manifesta-se ainda esses sentimentos, A música "Critical Acclaim" pode ser interpretado como um ataque à aqueles que criticam o país inteiro. Shadows fez aparições em vários álbuns de outros artistas, incluindo o primeiro álbum solo do famoso guitarrista Slash, lançado em 2010.

Estilo vocal[editar | editar código-fonte]

No álbum de estreia da banda, Sounding The Seventh Trumpet, O vocalista M. Shadows tinha uma influência pesada e metalcore consistia principalmente de gritos vocais. Este estilo foi diminuído gradualmente em álbuns posteriores com um vocal mais ténue. Após o lançamento de City of Evil um boato tinha se desenvolvido afirmando que a razão pela qual M. Shadows decaiu a gritar foi devido a ter rasgado uma corda vocal na parte traseira de sua garganta. No entanto, isso não é verdade. Shadows admitiu ter feito uma cirurgia na garganta para melhorar o alcance vocal, mas isso não foi motivo para a mudança e em uma entrevista no All Excess, afirma o gerente Larry Jacobson, Shadows tinha decidido que dois anos antes da tomada de City of Evil que seria um álbum todo de canto. Ele havia deixado claro para o produtor, Andrew Murdock, que o álbum que eles estavam trabalhando no momento do Waking the Fallen seria meia cantando e gritando, e que o próximo seria todo canto. No passado Shadows cantava em todas as partes das canções durante performances ao vivo, apoiando a teoria de que ele não era mais capaz de gritar ou rosnar. Talvez farto com todas aquelas acusações, Shadows retomou a gritar novamente durante shows, isso pode ser visto no novo DVD da banda ao vivo "Live in the LBC & Diamonds in the Rough "Em quase todos as músicas do DVD. Alguns de suas maiores influências musicais são Metallica, Iron Maiden, Helloween, Pantera, Megadeth , Queen, Guns N'Roses e Van Halen, diz M. Shadows. [5]

Participações[editar | editar código-fonte]

Em músicas de outros artistas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre M. Shadows