Manuel Raimundo de Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Manoel Raimundo de Melo)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manoel Raimundo de Melo
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Caetité
Ordenação e nomeação
Lema episcopal Per quem accepimus gratiam et apostolatum
Dados pessoais
Nascimento BrasilCapela, 4 de fevereiro de 1872
Morte 1945 (73 anos)
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Manoel Raimundo de Melo (Capela, 4 de fevereiro de 1872 - 1945), foi um religioso católico brasileiro, ordenado bispo pelo então Cardeal Primaz do Brasil, Dom Jerônimo Tomé da Silva. Foi o instalador da Diocese de Caetité, no estado da Bahia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ordenado padre, foi vigário em Itabaiana.[1]

Dirigiu, em Aracaju, o colégio para meninos São Tomás de Aquino, um internato.[2] Em 27 de março de 1901 foi nomeado pároco da catedral de Aracaju, ali ficando até maio de 1904.

Já como monsenhor, na capital sergipana publicou um boletim intitulado A Diocese de Aracaju, a partir de janeiro de 1912.[3]

Em 1915 instala a Diocese de Caetité, no sertão baiano, sendo o seu primeiro bispo. Uma de suas realizações foi a construção da sé catedral, dedicada a Senhora Santana.

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Em Caetité Dom Manoel é nome de avenida e colégio.

A Academia Caetiteense de Letras dedicou-lhe o patronato da Cadeira 35, que teve por fundador o radialista Luís Pereira Benevides.[4]

Referências

  1. Histórico de Capela[ligação inativa] (acesso em janeiro de 2008)
  2. BARRETO, Luís Antônio[ligação inativa], "Na virada do século a demonstração de fé", histórico sobre Aracaju (acessado em janeiro de 2009)
  3. Informe[ligação inativa], s/a (acessado em janeiro de 2009)
  4. Institucional (s/d). «Patronos: D. Manoel Raimundo de Melo». Academia Caetiteense de Letras. Consultado em 26 de outubro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.