Marc Janko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marc Janko
FIFA WC-qualification 2014 - Austria vs. Germany 2012-09-11 - Mark Janko 01.JPG
Marc Janko em 2012
Informações pessoais
Nome completo Marc Janko
Data de nasc. 25 de junho de 1983 (30 anos)
Local de nasc. Viena, Áustria
Altura 1,96 m
Informações profissionais
Clube atual Trabzonspor
Número 83
Posição Atacante
Clubes de juventude
1990–2003 Áustria Admira Wacker Mödling
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2003–2005
2005–2010
2010–2012
2012
2012–
Áustria Admira Wacker Mödling
Áustria Red Bull Salzburg
Países Baixos Twente
Portugal Porto
Turquia Trabzonspor
00013 000(2)
00106 00(75)
00045 00(24)
00010 000(4)
00017 000(1)
Seleção nacional3
2001
2005
2006–
Áustria Áustria S18
Áustria Áustria S21
Áustria Áustria
00001 000(0)
00003 000(2)
00034 00(14)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 17 de fevereiro de 2013.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 1 de setembro de 2012.

Marc Janko no Red Bull Salzburg durante a temporada 2009-2010 da Bundesliga austríaca
Marc Janko ao chegar no clube neerlandês Twente, em 2010

Marc Janko (Viena, 25 de junho de 1983) é um futebolista austríaco que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Trabzonspor.

Janko é filho de Eva Janko, que conquistou uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 1968 disputados na Cidade do México, competindo como arremessadora de dados.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Janko iniciou sua carreira nas categorias de base do tradicional Admira Wacker Mödling, onde permaneceu durante quinze anos, sendo dois como profissional. Na equipe principal, apesar de seu inicio tardio, teve boas participações, apesar de limitadas. Mesmo assim, o Red Bull Salzburg demonstrou interesse na revelação, o contratando logo em seguida. Logo em sua temporada de estreia, marcou onze vezes em dez partidas.

Marc ao receber o prêmio de artilheiro da Bundesliga austríaca, em 2009.

Viveu uma de suas melhores temporadas na equipe durante 2008-09, quando conseguiu marcar impressionantes trinte e nove gols, apenas na liga nacional. Tendo marcado cinco vezes nas duas primeiras partidas, acabou quebrando em meados da temporada o recorde de Oliver Bierhoff de mais gols marcados durante uma temporada (23). No final, além de seus trinta e nove tentos, em trinta e quatro partidas, também distribuiu nove assistências, terminando ainda, como campeão nacional. Também renovou em 30 de janeiro de 2009 seu contrato com a equipe, alongando até 2013.

Após defender durante as últimas cinco temporadas o Salzburg, Janko se transferiu em 21 de junho de 2010 para o futebol neerlandês, indo defender o Twente, que acabara de conquistar o seu primeiro título do campeonato neerlandês. Os valores da negociação não foram revelados, mas são especulados em torno de quatro a sete milhões de euros por um contrato de quatro temporadas.[1]

Após um início fraco no futebol neerlandês, onde marcou no campeonato apenas oito vezes em dezessete partidas,[2] Janko acabaria despontando no início de 2011, quando marcou seis vezes em apenas duas partidas. A primeira, contra o Heracles Almelo, marcou quatro na vitória por 5 x 0[3] e, na segunda, marcou outros dois na vitória sobre o Groningen por 2 x 1.[4]

Conquistou seu primeiro título pelo Twente em 8 de maio de 2011, quando sua equipe venceu a Copa dos Países Baixos sobre o Ajax.[5] Após sair perdendo por 2 x 0, o Twente conseguiu o empate e virou com um tento de Janko aos doze minutos do segundo tempo da prorrogação.[5]

Mesmo tendo vencido o Ajax na final da Copa dos Países Baixos, o Twente não teve a mesma sorte no campeonato. Tendo chegado a última rodada na liderança, estando o Ajax em segundo dois pontos atrás, as duas equipes se enfrentaram na rodada decisiva e mesmo com a vantagem na tabela, o Twente perdeu a partida por 3 x 1, e consequentemente o bicampeonato neerlandês.[6] [7] Marc, apesar de não ter mantido suas atuações do início do campeonato, terminou como artilheiro da equipe no campeonato, com catorze tentos.

As duas equipes voltariam a se enfrentar novamente na disputa da Supercopa dos Países Baixos. Mesmo sua equipe tendo atuado durante quase toda a partida com um a menos, terminou campeã ao vencer o Ajax por 2 x 1, tendo Janko marcado o primeiro gol da partida aos 21 minutos, de pênalti.[8] Antes da final da supercopa, sua equipe já havia disputado uma partida na fase classificatória da Liga dos Campeões da UEFA, tendo Marc marcado os dois tentos (sendo o primeiro de pênalti) da vitória sobre o Vaslui.[9] Já na estreia do neerlandês, marcou o tento, de pênalti, da vitória sobre o NAC Breda por 1 x 0.[10]

Janko durante partida da Áustria contra à Alemanha, pelas eliminatórias da Euro 2012.

Foi anunciada sua transferência para o Porto em 30 de janeiro de 2012. Os valores da negociação não foram revelados, mas de acordo com a imprensa portuguesa, ficou em torno de três milhões de euros.[11] Sua passagem, entretanto, durou apenas até o término da temporada, tendo disputando apenas doze partidas e marcando cinco gols no período, conquistando o título português. Deixou o Porto em 28 de agosto, quando foi anunciado pelo Trabzonspor, que pagou 2,4 milhões de euros por um contrato de três temporadas.[12]

Seleção Austríaca[editar | editar código-fonte]

Sua estreia na equipe da Áustria aconteceu na partida contra a Croácia, em maio de 2006. Porém, apesar de suas boas aparições no Salzburg, acabou ficando de fora da Eurocopa de 2008, quando Josef Hickersberger o deixou de fora da lista de convocados, por Janko ser reserva em sua equipe. Após a saída do mesmo, acabou virando figura certa na lista de convocações, e, posteriormente, também se tornaria o capitão da equipe.

Após a demissão do treinador Dietmar Constantini, o qual não vinha lhe convocacando para as últimas partidas da Áustria, Marc marcou duas vezes (quebreando um jejum que durava dois anos) na primeira partida sem o treinador, garantindo a vitória sobre o Azerbaijão por 4 x 1, pelas eliminatórias da Euro 2012.[13]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Áustria Red Bull Salzburg
Países Baixos Twente
Portugal Porto

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]