Marvel Adventures

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marvel Adventures é uma linha editorial da Marvel Comics criada em 2003 com o nome de Marvel Age, título que pertencia a uma revista informativa da editora publicada entre 1983 e 1984[1] .

A Linha tem como alvo um público mais jovem que o das restantes linhas da editora, incluindo as crianças[2]. Iniciada em 2003, sucedeu-se à linha Tsunami, a qual teve uma vida bastante curta.

As revistas editadas pela Marvel Age tinham origens muito diferentes. Algumas transitaram de outras linhas editoriais (como a Tsunami), outras foram criadas especialmente para a Marvel Age e outras são publicadas sob outra linha editorial e apenas surgiam na Marvel Age sob o formato de compilações em formatinho/brochura[3][4].


Da Tsunami, transitaram ou foram republicadas em compilações as séries:

Do Marvel Knights foi republicado em compilação a série:

Do Universo Marvel, foram republicadas em compilações as séries ou mini-séries:

Foram elaboradas especificamente para a Marvel Age as seguintes séries:

Assim como a linha Tsunami, a Linha Marvel Age teve forte influência dos mangás[6].

Os títulos do Homem-Aranha e do Quarteto Fantástico tinham como objectivo recontar histórias já mostradas há muitos anos pelas duplas Stan Lee & Steve Dikto e Stan Lee & Jack Kirby, respectivamente, com um grafismo e argumento actualizado[7][8].

Já as da Spider-Man Team-Up, somente nos primeiros números eram vagamente baseadas nas revistas originais. A revista do Hulk e a da Jubileu publicam histórias originais. A revista da Mary Jane também, não tendo nenhuma relação de continuidade com o Universo Marvel. Quanto à do Quarteto Futuro, trouxe uma nova origem e novas histórias para estes personagens.

Em 2005 a linha Marvel Age foi cancelada dando lugar a "Marvel Adventures"[9][10].

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a linha "Marvel Age" recebeu o nome de "Geração Marvel"[11] e formam publicadas em formatinho[12].

As compilações de Fugitivos, Inumanos e Thor foram publicadas em 2006 pela Panini Comics em formatinho sob o selo "Pocket Panini"[13][14].


Referências

  1. Les Daniels. Marvel: five fabulous decades of the world's greatest comics. [S.l.]: H.N. Abrams, 1991. 201 p. 0810938219, ISBN 9780810938212
  2. Sergio Codespoti (12 de maio de 2004). «Duas iniciativas americanas para atrair leitores jovens para as HQs». Universo HQ 
  3. Robert G. Weiner. Marvel graphic novels and related publications: an annotated guide to comics, prose novels, children's books, articles, criticism and reference works, 1965-2005. [S.l.]: McFarland, 2008. 0786425008, ISBN 9780786425006
  4. Sérgio Codespoti (26 de maio de 2004). «Marvel revela suas novidades mutantes na WizardWorld». Universo HQ 
  5. «THOR». Marvel.com 
  6. Public library catalog: guide to reference books and adult nonfiction. [S.l.]: H.W. Wilson Co., 2004. 129 p. ISBN 0824210395, ISBN 9780824210397
  7. Diego Figueira. «Geração Marvel #1». Universo HQ 
  8. Rodrigo Monteiro (09 de Janeiro de 2004). «Marvel Age: Uma nova linha de HQs». Omelete  Verifique data em: |date= (ajuda)
  9. Schias (13 de janeiro de 2005). «Comerciais da Marvel». HQManiacs 
  10. Sérgio Codespoti (15 de janeiro de 2010). «Marvel lança novos títulos da linha Adventures». Universo HQ 
  11. Marcelo Forlani (03 de Maio de 2005). «Maio traz enxurrada de novidades na Panini Comics». Omelete  Verifique data em: |date= (ajuda)
  12. Marcelo Naranjo (8 de janeiro de 2007). «Novidades da Panini Comics para 2007». Universo HQ 
  13. Marcelo Forlani (02 de Novembro de 2005). «Panini em novembro: Supremos de volta, série em formatinho nas bancas». Omelete (em português). Consultado em 16 de maio de 2010  Verifique data em: |date= (ajuda)
  14. «Índice de Reviews:C». Universo HQ 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]