Marvel Adventures

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marvel Adventures é uma linha editorial da Marvel Comics criada em 2003 com o nome de Marvel Age, título que pertencia a uma revista informativa da editora publicada entre 1983 e 1984[1] .

A Linha tem como alvo um público mais jovem que o das restantes linhas da editora, incluindo as crianças[2]. Iniciada em 2003, sucedeu-se à linha Tsunami, a qual teve uma vida bastante curta.

As revistas editadas pela Marvel Age tinham origens muito diferentes. Algumas transitaram de outras linhas editoriais (como a Tsunami), outras foram criadas especialmente para a Marvel Age e outras são publicadas sob outra linha editorial e apenas surgiam na Marvel Age sob o formato de compilações em formatinho/brochura[3][4].


Da Tsunami, transitaram ou foram republicadas em compilações as séries:

Do Marvel Knights foi republicado em compilação a série:

Do Universo Marvel, foram republicadas em compilações as séries ou mini-séries:

Foram elaboradas especificamente para a Marvel Age as seguintes séries:

Assim como a linha Tsunami, a Linha Marvel Age teve forte influência dos mangás[6].

Os títulos do Homem-Aranha e do Quarteto Fantástico tinham como objectivo recontar histórias já mostradas há muitos anos pelas duplas Stan Lee & Steve Dikto e Stan Lee & Jack Kirby, respectivamente, com um grafismo e argumento actualizado[7][8].

Já as da Spider-Man Team-Up, somente nos primeiros números eram vagamente baseadas nas revistas originais. A revista do Hulk e a da Jubileu publicam histórias originais. A revista da Mary Jane também, não tendo nenhuma relação de continuidade com o Universo Marvel. Quanto à do Quarteto Futuro, trouxe uma nova origem e novas histórias para estes personagens.

Em 2005 a linha Marvel Age foi cancelada dando lugar a "Marvel Adventures"[9][10].

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a linha "Marvel Age" recebeu o nome de "Geração Marvel"[11] e formam publicadas em formatinho[12].

As compilações de Fugitivos, Inumanos e Thor foram publicadas em 2006 pela Panini Comics em formatinho sob o selo "Pocket Panini"[13][14].


Referências

  1. Les Daniels (1991). Marvel: five fabulous decades of the world's greatest comics H.N. Abrams [S.l.] p. 201. 0810938219, ISBN 9780810938212.  line feed character character in |título= at position 8 (Ajuda)
  2. Sergio Codespoti (12/05/2004). «Duas iniciativas americanas para atrair leitores jovens para as HQs». Universo HQ. 
  3. Robert G. Weiner (2008). Marvel graphic novels and related publications: an annotated guide to comics, prose novels, children's books, articles, criticism and reference works, 1965-2005 McFarland [S.l.] 0786425008, ISBN 9780786425006. 
  4. Sérgio Codespoti (26/05/2004). «Marvel revela suas novidades mutantes na WizardWorld». Universo HQ. 
  5. «THOR». Marvel.com. 
  6. Public library catalog: guide to reference books and adult nonfiction H.W. Wilson Co. [S.l.] 2004. p. 129. ISBN 0824210395, ISBN 9780824210397. 
  7. Diego Figueira. «Geração Marvel #1». Universo HQ. 
  8. Rodrigo Monteiro (09 de Janeiro de 2004). «Marvel Age: Uma nova linha de HQs». Omelete. 
  9. Schias (13/01/2005). «Comerciais da Marvel». HQManiacs. 
  10. Sérgio Codespoti (15/01/2010). «Marvel lança novos títulos da linha Adventures». Universo HQ. 
  11. Marcelo Forlani (03 de Maio de 2005). «Maio traz enxurrada de novidades na Panini Comics». Omelete. 
  12. Marcelo Naranjo (08/01/07). «Novidades da Panini Comics para 2007». Universo HQ. 
  13. Marcelo Forlani (02 de Novembro de 2005). «Panini em novembro: Supremos de volta, série em formatinho nas bancas». Omelete (em português). Consultado em 16/05/2010. 
  14. «Índice de Reviews:C». Universo HQ. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]