Merostomata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMerostomata
Limule(dD).jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Subreino: Metazoa
(sem classif.) Bilateria
Filo: Arthropoda
Subfilo: Chelicerata
Classe: Merostomata
Ordens
Xiphosura

Eurypterida (extinta)

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Merostomata

Merostomata (merostomados) é uma [1][2]Subclasse de artrópodes quelicerados que inclui apenas duas ordens, uma das quais extinta e três espécies de límulos. Essa Subclasse é considerada parafilética, uma vez que não inclui a classe Arachnida, que seriam os escorpiões, aranhas, ácaros e outros grupos.

Os merostomados evoluíram no Câmbrico inferior, há cerca de 570 milhões de anos, e foram um dos grupos dominantes dos oceanos Paleozóicos. [3]O grupo caracteriza-se por ter um prossoma coberto por um escudo amplo e duro em forma de carapaça, apresentam opistossoma indiviso ou dividido em mesossoma e metassoma, com apêndices laminares que funcionam como brânquias foliáceas com um espinho caudal longo e agudo, muitas vezes chamado erroneamente de télson devido a uma analogia falha com a estrutura chamada télson nos crustáceos. Entretanto o télson dos crustáceos é uma estrutura pós anal associada ao pigídio, enquanto o espinho caudal de Xiphosuras e Eurypteridas são na verdade um espinho que era dorsal, mas ao longo da evolução do grupo, com a perda de segmentos no final do corpo, tornou-se pós anal. Os merostomados são artrópodes exclusivamente aquáticos.

  1. Taxonomia

Referências

  1. Gary J. Brusca, Richard C. Brusca (2007). Brusca & Brusca. [S.l.: s.n.] 
  2. Gary J. Brusca, Richard C. Brusca (2007). Brusca & Brusca. [S.l.: s.n.] 
  3. Gary J. Brusca, Richard C. Brusca (2007). Brusca & Brusca. [S.l.: s.n.]