Orobó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Orobó
Igreja da Conceição em Orobó.

Igreja da Conceição em Orobó.
Bandeira de Orobó
Brasão de Orobó
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 11 de setembro
Fundação 1928
Gentílico oroboense
Prefeito(a) Cleber José de Aguiar (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Orobó
Localização de Orobó em Pernambuco
Orobó está localizado em: Brasil
Orobó
Localização de Orobó no Brasil
07° 44' 42" S 35° 36' 07" O07° 44' 42" S 35° 36' 07" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Agreste Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Médio Capibaribe IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes a norte, Estado da Paraíba, a sul, Bom Jardim (Pernambuco), a leste, Machados e São Vicente Férrer, e a oeste com Casinhas.
Distância até a capital 118 km
Características geográficas
Área 140,785 km² [2]
População 23 608 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 167,69 hab./km²
Altitude 415 m
Clima Tropical Chuvoso, com verão seco As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,610 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 123 574 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 373 70 IBGE/2012[5]
Página oficial

Orobó é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

A ocupação inicial de Orobó deu-se por povoadores vindos de Paudalho. Destaca-se Manoel José de Aguiar, que se instalou próximo a uma fonte de água, então chamada de Olho d´Água das Bestas, pois era costume a utilização da fonte como bebedouro dos animais. Este viria a ser o primeiro nome do município.

Para desenvolver a agricultura, com destaque para a cana-de-açúcar, procederam-se as queimadas. A região passou a ser conhecida como Queimadas. A povoação começou a surgir na parte alta, sob jurisdição de Bom Jardim.

A Lei Municipal nº 21, de 7 de setembro de 1914, criou o Distrito das Queimadas, que passou à condição de Vila, pela Lei de nº 47, de 16 de setembro de 1925.

Pela Lei Estadual nº 1.931, de 11 de setembro de 1928, assinada pelo Governador Estácio de Albuquerque Coimbra, a vila das Queimadas foi elevada à categoria de Município e a sede, à de cidade.

Pelo Decreto-Lei 311 de 2 de março de 1938, foi efetuada uma revisão da toponímia dos municípios brasileiros, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Município passou a denominar-se “Orobó”, devido à existência de outro município na Bahia com o nome de Queimadas. Orobó é o nome de um riacho, afluente do Rio Tracunhaém, que corta o município no sentido oeste-leste.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 07º44'42" sul e a uma longitude 35º36'08" oeste, estando a uma altitude de 415 metros. Sua população estimada em 2004 era de 22.906 habitantes.

Possui uma área de 126,34 km². Tem como padroeira Nossa Senhora da Conceição, e sua festa é comemorada tradicionalmente no dia 8 de dezembro.

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município de Orobó situa-se no Planalto da Borborema, formada por maciços e outeiros altos. A altitude varia de 650 a 1.000 metros. O relevo é geralmente movimentado, com vales profundos e estreitos dissecados. Os solos variam com a altitude:

  • Superfícies suave onduladas a onduladas: ocorrem os Planossolos, de profundidade média, ótima drenagem, ácidos a moderadamente ácidos e fertilidade natural média; ocorrem também os solos Podzólicos,profundos, argilosos, e de fertilidade natural média a alta.
  • Nas elevacões: ocorrem os solos Litólicos, rasos, argilosos e de fertilidade natural média.
  • Vales dos rios e riachos: ocorrem os Planossolos, de média profundidade, imperfeitamente drenados, textura média/argilosa, moderadamente ácidos, fertilidade natural alta e problemas de sais.

Ocorrem ainda afloramentos de rochas.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação nativa é composta por Florestas Subcaducifólica e Caducifólica, próprias das áreas agrestes.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Orobó está situado nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Goiana. Seus principais tributários são os rios Orobó e Tracunhaém, além dos riachos: da Inveja e Gado Bravo. Os principais cursos d´água são temporários. A Barragem do Escuro, localizada na comunidade rural de Àgua Branca é o principal reservatório da região.

Aspectos sócio-econômicos[editar | editar código-fonte]

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal-IDH-M é de 0,612, o que situa o município em 103o no ranking estadual e em 4452o no nacional.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

  • Lei Estadual 1931 de 11 de setembro de 1928 criou o município de Queimadas, então distrito do município de Bom Jardim, menos a povoação de São José do Sirigi, que ficaria pertencendo a São Vicente.
  • Pelo Decreto-lei Estadual 952 de 31 de dezembro de 1943, passa a ser denominado de Orobó.

Referências[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.