Paid tha Cost to Be da Boss

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paid tha Cost to Be da Boss
Álbum de estúdio de Snoop Dogg
Lançamento 26 de Novembro de 2002
Gravação 2001-2002
Gênero(s) Hip hop
Duração 78:59
Gravadora(s)
Produção
Certificação Platina (RIAA)
Cronologia de Snoop Dogg
Tha Last Meal
(2000)
R&G (Rhythm & Gangsta): The Masterpiece
(2004)
Singles de Paid tha Cost to Be da Boss
  1. "From tha Chuuuch to da Palace"
    Lançamento: 15 de Outubro de 2002
  2. "Beautiful"
    Lançamento: 28 de Janeiro de 2003

"Paid tha Cost to Be da Boss" (estilizado como "Paid tha Cost to Be da Bo$$") é o sexto álbum de estúdio do rapper estadunidense Snoop Dogg, lançado a 26 de novembro de 2002,[1] pelas editoras discográficas Doggystyle Records, Priority Records e Capitol Records. O álbum foi certificado platina pela RIAA,[2] e já vendeu mais de 1,3 milhões de cópias em todo o mundo. Paid tha Cost to Be da Bo$$ foi o primeiro álbum de Snoop apos a sua saída do selo No Limit Records.[3]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Don Doggy" - 0:42
  2. "Da Boss Would Like to See You" - 1:59
  3. "Stoplight" - 4:26
  4. "From tha Chuuuch to da Palace" (com Pharrell) - 4:40
  5. "I Believe in You" (com LaToiya Williams) - 4:34
  6. "Lollipop" (com Soopafly, Jay-Z, Nate Dogg) - 3:48
  7. "Ballin'" (com The Dramatics, Lil' Half Dead) - 5:19
  8. "Beautiful" (com Pharrell, Charlie Wilson) - 4:58
  9. "Paper'd Up" (com Kokane, Traci Nelson) - 3:50
  10. "Wasn't Your Fault" (com Ginuwine) - 4:30
  11. "Bo$$ Playa" - 5:53
  12. "Hourglass" (com Kokane, Goldie Loc) - 4:20
  13. "The One and Only" - 3:49
  14. "I Miss That Bitch" (com E-White) - 3:12
  15. "From Long Beach 2 Brick City" (com Redman, Nate Dogg, Warren G) - 3:43
  16. "Suited N Booted" - 3:16
  17. "You Got What I Want" (com Charlie Wilson, Goldie Loc, Ludacris) - 3:36
  18. "Batman & Robin" (com Lady of Rage, RBX) - 5:03
  19. "A Message 2 Fat Cuzz" - 1:40
  20. "Pimp Slapp'd" Josef Laimberg - 5:42
  21. "Mission Cleopatra" (com Jamel Debbouze) [faixa bónus na França] - 3:51

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic (76/100)[4]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4.5 de 5 estrelas.[5]
Blender 4 de 5 estrelas.[6]
Entertainment Weekly A−[7]
Los Angeles Times 3 de 4 estrelas.[8]
RapReviews.com (8.5/10)[9]
Robert Christgau (dud)[10]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[11]
Stylus Magazine A−[12]
USA Today 3 de 4 estrelas.
Vibe 3.5 de 5 estrelas.[13]
  • Rolling Stone - 3 estrelas de 5 possíveis - "Snoop estica o fluxo de sobre as faixas underground produzidas por Hi-Tek e The Neptunes."[11]
  • Spin - 8 estrelas de 10 possíveis - "O registro pop mais animada de sua carreira .... Paid tha Cost to Be da Boss é Snoop desencadeada."[14]
  • Entertainment Weekly - Avaliação: A- - "Snoop renasce, um avô gangsta rap em recline."[7]
  • Uncut - 3 estrelas de 5 possíveis - "Ele pisa uma linha entre amar monogamia e clube bangers, enfatizando a acessibilidade por toda parte."[15]
  • Vibe - 3.5 estrelas de 5 possíveis - "Seu jogo de palavras ainda é tão ágil como sempre, dando as batidas uma batida para baixo com urgência recém-descoberta."[13]

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Tabelas (2002) Melhor
posição
 Alemanha (Media Control Charts)[16] 46
 Bélgica (Ultratop 50 Flandres)[17] 48
 Dinamarca (Hitlisten)[18] 27
 Estados Unidos (Billboard 200)[19] 12
 Estados Unidos (Billboard Top R&B/Hip Hop Albums)[20] 3
 França (SNEP)[21] 17
 Nova Zelândia (Recorded Music NZ)[22] 27
 Países Baixos (MegaCharts)[23] 50
 Reino Unido (UK Albums Chart)[24] 64
Suíça (Schweizer Hitparade)[25] 48

Paradas de fim de ano[editar | editar código-fonte]

Paradas (2002) Melhor
posição
 Estados Unidos (Billboard 200)[26] 60
 Estados Unidos (Billboard R&B/Hip-Hop Albums)[27] 20

Singles[editar | editar código-fonte]

"From tha Chuuuch to da Palace"[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: From tha Chuuuch to da Palace

"Beautiful"[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Beautiful

"Paper'd Up"[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Paper'd Up

"Lollipop"[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lollipop

Certificações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Lançamento e Género». Allmusic. Consultado em 2 de abril de 2010 
  2. a b «RIAA - Gold & Platinum Searchable Database: Snoop Dogg - Paid tha Cost to Be da Bo$$» (em inglês). RIAA. 31 de março de 2003. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  3. «Paradas - Álbum». Allmusic. Consultado em 2 de abril de 2010 
  4. «Paid Tha Cost To Be Da Boss Reviews, Ratings, Credits, and More at Metacritic». Metacritic 
  5. "Snoop Dogg: Paid Tha Cost To Be Da Bo$$ > review" (em inglês) no Allmusic
  6. «Blender review». www.blender.com [ligação inativa]
  7. a b «Paid Tha Cost To Be Da Bo$$ (2002): Snoop Dogg». Time. Entertainment Weekly (#686): 82. ISSN 1049-0434 
  8. «Snoop Dogg has his day once again». Los Angeles Times. Tribune Company. ISSN 0458-3035. OCLC 3638237 
  9. «Snoop Dogg :: Paid Tha Cost To Be Da Bo$$». RapReviews.com 
  10. «CG: Snoop Dogg». RobertChristgau.com 
  11. a b «Snoop Dogg: Paid Tha Cost To Be Da Boss». Straight Arrow. Rolling Stone (RS 914): 67. ISSN 0035-791X. Consultado em 2 de abril de 2010. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2007 
  12. «Snoop Dogg: Paid tha Cost to Be da Bo$$». Stylus Magazine 
  13. a b «Vibe review». New York City: InterMedia Partners. Vibe: 125–6. Janeiro de 2003. ISSN 1070-4701. Consultado em 2 de outubro de 2011 
  14. «Spin review». Spin: 100. Fevereiro de 2003. ISSN 0886-3032 
  15. «Uncut review». IPC Media. Uncut: 128. Janeiro de 2003. ISSN 1368-0722 
  16. Snoop Dogg - Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em alemão). Charts.de. Media Control.
  17. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien.
  18. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em dinamarquês). Danishcharts.com. Hung Medien.
  19. Snoop Dogg Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Snoop Dogg. Prometheus Global Media.
  20. Snoop Dogg Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top R&B/Hip Hop Albums para Snoop Dogg. Prometheus Global Media.
  21. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em francês). Lescharts.com. Hung Medien.
  22. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien.
  23. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien.
  24. «Snoop Dogg - Paid tha Cost to Be da Boss». 24 de junho de 2013. Consultado em 24 de junho de 2013 
  25. Snoop Dogg – Paid tha Cost to Be da Bo$$ (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien.
  26. «Snoop Dogg Album & Song Chart History». Billboard 200 (Year end). Prometheus Global Media para Snoop Dogg 
  27. «Snoop Dogg Album & Song Chart History». Billboard R&B/Hip-Hop Albums (Year end). Prometheus Global Media para Snoop Dogg 
  28. «"Canadian album certifications – Snoop Dogg – PAID THA COST TO BE THA BOSS"». Music Canada. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  29. «"French album certifications – Snoop Dogg – Paid Tha Cost To Be Da Boss"». Syndicat National de l'Édition Phonographique. 9 de dezembro de 2003. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  30. «"British album certifications – Snoop Dogg – Paid Tha Cost To Be Da Boss"». British Phonographic Industry. 12 de setembro de 2003. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  31. «ARIA Charts - Accreditations - 2003 Singles». Australian Recording Industry Association 
  32. «RIAA - Gold & Platinum Searchable Database: Snoop Dogg» (em inglês). RIAA 
  33. «Latest Gold / Platinum Singles». RadioScope. Consultado em 12 de novembro de 2011. Arquivado do original em 24 de julho de 2011 
  34. «Telecom New Zealand Presents Platinum and Gold Ringtone Awards». geekzone.co.nz. 26 de agosto de 2005. Consultado em 2 de outubro de 2011 
  35. «SNEP - Syndicat National de l'Édition Phonographique: Snoop Dogg Les Certifications». Syndicat National de l'Édition Phonographique. 10 de outubro de 2002. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Snoop Dogg é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.