Pandemia de COVID-19 em Madagascar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na África
Pandemia de COVID-19 em 2020 em Madagascar
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Local Madagascar
Período 20 de março de 2020
(14 dias)
Início Antananarivo
Estatísticas globais
Casos confirmados 3
Mortes 0
Casos que recuperaram 0

A pandemia de coronavírus de 2020 teve sua chegada em Madagascar confirmada em março de 2020.

Medidas[editar | editar código-fonte]

Pelo menos 2 cidades implementaram fechamento de suas fronteiras. O governo federal anunciou a suspensão de todos os vôos por 30 dias a partir de 24 de março.[1]

Em função da crise o fluxo de turistas para a região reduziu drasticamente causando sérios problemas para a industria do turismo local.[1] O Banco Central de Madagascar injetou centenas de bilhões de Ariary no sistema bancário para compensar o estrago causado pelo COVID-19.[2]

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Em 20 de março, os 3 primeiros casos de COVID-19 em Madagascar foram divulgados, tratando-se de três mulheres que testaram positívo após testes realizados no Instituto Pasteur.[3][4]

Referências

  1. a b «Tourists' departure leaves Madagascar forlorn as coronavirus fears bite». Reuters (em inglês). 20 de março de 2020. Consultado em 26 de março de 2020 
  2. «Madagascar's central bank injects cash to support economy due to virus». Reuters (em inglês). 24 de março de 2020. Consultado em 26 de março de 2020 
  3. «Madagascar confirms first cases of coronavirus: president». Reuters. 20 de março de 2020. Consultado em 23 de março de 2020 
  4. «Officiel trois premiers cas de Coronavirus à Madagascar». Orange Madagascar. 20 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.