Pandemia de COVID-19 em Serra Leoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na África
Pandemia de COVID-19 em 2020 em Serra Leoa
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem França
Local Serra Leoa
Período 31 de março de 2020
(4 meses e 9 dias)
Estatísticas globais
Casos confirmados 7
Mortes 0
Casos que recuperaram 0

Este artigo documenta os impactos da pandemia de coronavírus de 2020 em Serra Leoa e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Março 2020[editar | editar código-fonte]

Serra Leoa confirmou o primeiro caso de COVID-19 no país em 31 de março, um homem de 37 anos que viajou da França em 16 de março e estava isolado desde então.[1]

Abril 2020[editar | editar código-fonte]

Em 1 de abril, a Serra Leoa confirmou seu segundo caso, sem histórico de viagens ou contato com o primeiro caso do país.[2] O governo anunciou um bloqueio de três dias a partir de 5 de abril.[3]

Em 4 de abril, mais dois casos foram confirmados e outros dois em 5 de abril, elevando o total para 6.[4] Nenhum caso adicional foi relatado em 6 de abril. No dia 7 de abril novamente, não houve novos casos e 205 pessoas em quarentena, uma redução do 311 em 4 de abril.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

]