Peter Naur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Peter Naur
Ciência da computação
Nacionalidade Dinamarca dinamarquês
Nascimento 25 de outubro de 1928
Local Frederiksberg
Morte 3 de janeiro de 2016 (87 anos)
Atividade
Campo(s) Ciência da computação
Instituições Regnecentralen, Instituto Niels Bohr, Universidade Técnica da Dinamarca, Universidade de Copenhague
Tese 1957: Minor planet 51 Nemausa and the fundamental system of declinations
Conhecido(a) por ALGOL, formalismo de Backus-Naur
Prêmio(s) Prêmio Pioneiro da Computação (1986), Prêmio Turing (2005)

Peter Naur (Frederiksberg, 25 de outubro de 1928 - 3 de janeiro de 2016) foi um informático dinamarquês.[1]

É um dos pioneiros no estudo da ciência da computação, agraciado com o Prêmio Turing. Seu sobrenome representa o “N” na notação BNF - Formalismo de Backus-Naur -, a qual é usada na descrição da sintaxe da maioria das linguagens de programação, tendo Naur contribuído para a criação da linguagem ALGOL 60.

Antes de atuar na ciência da computação Naur foi astrônomo, e em 1957 defendeu seu doutorado nesta área. Durante 10 anos, de 1959 a 1969, trabalhou na Regnecentralen, o instituto de computação da Dinamarca, e ao mesmo tempo lecionava no Instituto Niels Bohr e na Universidade Técnica da Dinamarca. No período de 1969 a 1998, Naur foi professor de Ciência da Computação na Universidade de Copenhaga.

Suas maiores áreas de atuação foram no design, estruturação e desempenho de programas computacionais e algoritmos. Naur também foi pioneiro em áreas como Engenharia e Arquitetura de Software. Em seu livro “Computing: A Human Activity” (1992), que é uma coleção de suas contribuições para a ciência da computação, ele rejeitou a escola formalista de programação que considerava a programação como uma ramificação da matemática. Naur não gostava de ter sido associado a BNF (a ele atribuída por Donald Knuth) e dizia que preferiria que a BNF se chamasse Forma Normal de Backus.

Naur não gostava do termo ciência da computação, chegando a sugerir que este fosse chamado datalogia, termo este que foi adotado em muitos paises escandinavos (na Dinamarca e na Suécia usa-se datalogi).

Em anos posteriores, Naur falou abertamente sobre a investigação científica em geral. Naur poderia ser identificado com a escola Empirista, segundo a qual uma pessoa não deve procurar conexões profundas entre coisas que se manifestam no mundo, mas se ater aos fatos observáveis. Naur atacava certos ramos da filosofia e da psicologia a partir desse ponto de vista. Uma das últimas coisas em que trabalhou foi no desenvolvimento de uma teoria de pensamento humano que ele chamava de “Synapse-State Theory of Mental Life”.

Peter Naur ganhou em 2005 o Prêmio Turing, por seu trabalho no desenvolvimento da linguagem de programação ALGOL 60. Reconheceu-se em particular seu papel como editor do influente “Report on the Algorithmic Language ALGOL 60” o qual abre caminho no uso da BNF. Naur tornou-se o primeiro dinamarquês a receber este prêmio.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Minor planet 51 Nemausa and the fundamental system of declinations, tese de doutorado, 1957
  • Report on the algorithmic language ALGOL 60, publicado em vários jornais, incluindo Communication of the ACM 3,1960.
  • Revised report on the algorithmic language ALGOL 60, Communications of the ACM 6, 1963.
  • Go to statements and good Algol style, BIT 3, 1963.
  • Software Engineering (editado com auxílio de B. Randell e J. N. Buxton), 1969, republicado em 1976
  • Studentlitteratur (com C. Gram, J. Hald, H. B. Hansen e A. Wessel), Datamatik, 1969.
  • Matematik 4 kursusbog (com B. Pedersen), 2 volumes, Universidade de Copenhague, 1971, 2a. edição, 1972.
  • Studentlitteratur, Concise Survey of Computer Methods, 1974.
  • Datalogi 2 1975/76, Universidade de Copenhague, 1975, nova edição 1976.
  • ACM Press/Addison-Wesley, Computing: A Human Activity, 1992.
  • Kluwer Academic Publishers, Knowing and the Mystique of Logic and Rules, 1995.
  • Antifilosofisk leksikon: Tænkning - sproglighed - videnskabelighed , 1999, ISBN 87-987221-0-7; edição em inglês 2001, ISBN 87-987221-1-5
  • Psykologi i videnskabelig rekonstruktion, 2002, ISBN 87-987221-2-3
  • Naur, P.. Computing versus human thinking. ACM 50, 2007. DOI= http://doi.acm.org/10.1145/1188913.1188922

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Vint Cerf e Robert Kahn
Prêmio Turing
2005
Sucedido por
Frances Allen