Plug In Baby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Plug In Baby"
Single de Muse
do álbum Origin of Symmetry
Lançamento 5 de março de 2001
Formato(s) CD, 7" vinil, Fita cassete
Gravação 2001 em Ridge Farm Studios, Surrey
Gênero(s) Rock alternativo
Duração 3:39
Gravadora(s) Mushroom Records
Composição Matthew Bellamy
Produção David Bottrill, Muse
Certificação(ões) Reino Unido BPI - Prata[1]
Cronologia de singles de Muse
"Muscle Museum"
(2000)
"New Born"
(2001)
Capa alternativa
EP japonês

"Plug In Baby" é uma canção da banda inglesa de rock alternativo Muse lançada em 2001 no segundo álbum de estúdio da banda, Origin of Symmetry. Foi lançado como o primeiro single deste álbum em 5 de Março de 2001. "Plug In Baby" se tornou o single de maior sucesso da banda britânica atingindo a posição #11 no UK Albums Chart, e só seria superado pela música "Time Is Running Out" de 2003.[2] Hoje, "Plug In Baby" é considerada uma das melhores canções do Muse sendo relançada mais tarde no álbum ao vivo da banda, Hullabaloo Soundtrack em 2002, e no Absolution Tour de 2005 e no álbum HAARP de 2008. "Plug In Baby" também é lembrada pelo solo de guitarra inicial que foi eleita pelos leitores da Total Guitar como o 13º melhor solo de todos os tempos em 2004 e é considerado o melhor riff do século XXI.[3][4] O Muse anunciou que este single faria parte do Guitar Hero 5 lançado no dia 13 de julho de 2009.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Matthew Bellamy

7" vinil e Fita cassete
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Nature_1"   3:40
CD single 1 - CD single 1 Francês
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Nature_1"   3:40
3. "Execution Commentary"   2:40
4. "Plug In Baby" (video clipe) 3:41
CD single 2 - CD single 2 Francês
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Spiral Static"   4:44
3. "Bedroom Acoustics"   2:35
CD single Australiano - CD single Alemão
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Nature_1"   3:41
3. "Execution Commentary"   2:30
4. "Spiral Static"   4:44
5. "Bedroom Acoustics"   2:35
CD single Benelux
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Nature_1"   3:41
3. "Spiral Static"   4:44
4. "Plug In Baby"   3:41
CD japonês
N.º Título Duração
1. "Plug In Baby"   3:41
2. "Nature_1"   3:41
3. "Execution Commentary"   2:30
4. "Bedroom Acoustics"   2:35

Tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas (2001) Melhor
posição
Austrália (ARIA)[5] 57
Europa (Eurochart Hot 100)[6] 33
França (SNEP)[7] 40
Itália (FIMI)[8] 42
Países Baixos (Mega Single Top 100)[9] 63
Suíça (Schweizer Hitparade)[10] 88
Escócia (Official Charts Company)[11] 13
Reino Unido (UK Singles Chart)[12] 11
Reino Unido (UK Indie Chart)[13] 1

Referências

  1. «BPI: Certified Awards Search». British Phonographic Industry. Consultado em 6 de novembro de 2016 
  2. «Muse». Chart Stats. Consultado em 2 de junho de 2009 
  3. «Guns N' Roses top rock riff poll». BBC. 2 de maio de 2004. Consultado em 2 de junho de 2009 
  4. «Total Guitar: os melhores riffs de guitarra do século 21». Whiplash.net. 1 de setembro de 2011. Consultado em 13 de abril de 2012 
  5. Ryan, Gavin (2011). Australia's Music Charts 1988–2010. Mt. Martha, VIC, Australia: Moonlight Publishing 
  6. «Eurochart Hot 100 Singles» (PDF). Music & Media. 18 (14). 31 de março de 2001. p. 19. Consultado em 25 de março de 2020 
  7. «Lescharts.com – Muse – Plug In Baby» (em francês). Les classement single. Hung Medien.
  8. «Italiancharts.com – Muse – Plug In Baby» (em inglês). Top Digital Download. Hung Medien.
  9. «Dutchcharts.nl – Muse – Plug In Baby» (em neerlandês). Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch.
  10. «Muse – Plug In Baby swisscharts.com» (em inglês). Swiss Singles Chart. Hung Medien.
  11. «Archive Chart» (em inglês). Scottish Singles Top 40.
  12. «Top 40 Official UK Singles Archive» (em inglês). UK Singles Chart.
  13. «Top 40 Independent Singles Archive» (em inglês). UK Indie Chart.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Muse é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.