Prémio Pessoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Prémio Pessoa é um prémio português instituído em 1987 pelo jornal Expresso e patrocinado pelo banco Caixa Geral de Depósitos. É concedido anualmente à pessoa ou pessoas, de nacionalidade portuguesa, que durante esse período, e na sequência de actividade anterior, se tenha distinguido como protagonista na vida científica, artística ou literária.[1] A sua constituição, em 1987, resultou de uma iniciativa conjunta do Expresso e da Unisys (Portugal), que se estendeu por 21 edições, até 2007, inclusive.

Premiados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Prémio Pessoa». infopédia. Consultado em 2015-12-12. 
  2. Lusa (17 de Dezembro de 2010). «Maria do Carmo Fonseca vence Prémio Pessoa». Destak. Consultado em 17 de Dezembro de 2010. 
  3. «António Ramos Rosa». infopédia. Consultado em 2015-12-12. 
  4. a b c Lima, Rosa Pedroso (17 de Dezembro de 2010). «Maria do Carmo Fonseca ganha Prémio Pessoa». Expresso.pt. Consultado em 17 de Dezembro de 2010. 
  5. «Eduardo Lourenço é o Prémio Pessoa 2011». 16-12-2011. 
  6. «Escritor e tradutor Richard Zenith é Prémio Pessoa». 14-12-2012. 
  7. «Investigadora Maria Manuel Mota vence Prémio Pessoa 2013». 13-12-2013. 
  8. Expresso (12-12-2014). «Henrique Leitão vence Prémio Pessoa». Consultado em 12 Dezembro 2014. 
  9. «Rui Chafes vence Prémio Pessoa 2015 - Cultura - TSF Rádio Notícias». TSF Rádio Notícias. Consultado em 2015-12-12. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]