Praia de Cumbuco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Praia de Cumbuco
Praia do cumbuco.jpg

As boa condições de ventos tornam o lugar um dos melhores destinos do Brasil para a prática de kitesurf e windsurf.

Localização
Coordenadas
Endereço
Altitude
18 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Descrição
Tipo de praia
Reta
Extensão da orla
2,3 Km
Banhada por
Funcionamento
Acesso público
Kitesurf na Praia de Cumbuco.
Quadriciclo nas dunas do Cumbuco

Cumbuco é um praia localizada no município de Caucaia, no estado do Ceará, à 30 Km da capital Fortaleza.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A palavra cumbuco, em tupi, significa "onda longa e baixa". A primeira menção ao nome é de 1872, no qual uma vila de pescadores com esse nome é citada.[2]

Em 1872 a Vila de Pescadores do Cumbuco foi citada pela primeira vez. Era uma fazenda antiga, abandonada desde 1858, onde dentro havia uma vila de pescadores e dividida em duas partes: Parnamirim e Jabaquara.[2]

Em 1976 viviam nessa vila de pescadores aproximadamente 79 famílias. Quase todos moravam em barracas feitas de palha de coqueiro. Apesar da proximidade com Fortaleza (35 Km) e com o centro de Caucaia (20 Km), essa vila era isolada do mundo, pois não existia nenhum tipo de estrada, nem de comunicação.[2]

Em 1976 não havia água tratada, energia, telefone, posto médico, escola pública e, como já citado, nenhuma estrada. A taxa de analfabetismo era de quase 100%. Os nativos contam que nessa época a taxa de mortalidade infantil chegava a 80%, durante o primeiro ano de vida. A taxa de mortalidade de parturientes era de altíssima, devido a falta de higiene no parto e no pós-parto, além da falta de assistência médica. Em caso de doença, os moradores da vila precisavam caminhar por quase 20 km sobre as dunas, transportando o doente numa rede ou no lombo do cavalo e, geralmente, chegavam tarde demais no hospital mais próximo, em Caucaia.[2]

Em 1972 o Engenheiro João Bôsco Aguiar Dias conheceu a região e se encantou pela beleza do local. [2]

Baseando-se em sua tese de mestrado no IME (Instituto Militar de Engenharia) no ano de 1966, com o tema "Urbanização", de uma área na cidade de Lajes, em Santa Catarina, resolveu por em prática sua teoria, na Praia do Cumbuco:[2]

  • 1974 a 1977 - Reconhecimento da área, contato com os nativos, dados estatísticos sobre a população, definição das necessidades locais;[2]
  • 1974 a 1975 - Compra de todo o terreno;[2]
  • 1975 a 1977 - Início das obras: construção das casas, escola, posto médico e dentário, maternidade, posto policial, e posto telefônico. A estrada asfaltada e a energia pública e domiciliar também foram de iniciativa privada;[2]
  • 07 de janeiro de 1978 - Inauguração oficial da Colônia de Pescadores Z-7 de Cumbuco, que até então não era reconhecida pela Capitania dos Portos, pois era até então Capatazia da Colônia da Barra do Ceará;[2]
  • Agosto de 1978: Venda do primeiro Lote do Loteamento Praia do Cumbuco. [2]

Assim nasceu a Praia do Cumbuco, com uma novidade única no Brasil: nenhum pescador foi expulso de sua terra e todos receberam casas dignas, com Escritura Pública de Doação.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Tem sido uma praia bastante procurada por turistas por apresentar uma série de paisagens de dunas, lagoas, além de grande variedade de restaurantes.[3] As boa condições de ventos tornam o lugar um dos melhores destinos do Brasil para a prática de kitesurf e windsurf.[4] Uma das atividades mais populares, contudo, é o passeio de bugue pelas dunas e lagoas da região.[5]

Referências

  1. «Cumbuco». Férias Brasil. Consultado em 18 de julho de 2013 
  2. a b c d e f g h i j k «História de Cumbuco». Visite o Brasil. Consultado em 23 de Agosto de 2019 
  3. Volpato, Leonardo. «Praia do Cumbuco , no Ceará, vira opção de passeio para curtir e fugir do alvoroço». Folha de S. Paulo. Consultado em 23 de Agosto de 2019 
  4. «Cumbuco». Viagem e Turismo. Consultado em 23 de Agosto de 2019 
  5. do Valle, Maristela. «Conheça bons motivos para ficar mais de um dia em Cumbuco, no Ceará». UOL. Consultado em 23 de Agosto de 2019