Religião comparada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde setembro de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Pintura mural religiosa de um Arcanjo, em Oaxaca.

Religião comparada é o ramo do estudo das religiões dedicado à comparação sistemática entre as doutrinas e práticas religiosas. Em geral, o estudo comparativo da religião aborda uma compreensão mais profunda a respeito das preocupações filosóficas fundamentais, tal como a ética, a metafísica e a natureza e forma da salvação. Esse tipo de estudo propõe uma compreensão mais rica e sofisticada das crenças e práticas humanas em relação ao sagrado, espiritual e divino.

O antigo épico Mahabharata observa que "princípios morais podem ser compartilhados por todas as religiões(…) mas suas posições filosóficas são frequentemente diferentes".[1]

Campos de estudo[editar | editar código-fonte]

Monoteísmo abraâmico[editar | editar código-fonte]

Ver artigos principais: Monoteísmo e Religiões abraâmicas

Religiões do Dharma[editar | editar código-fonte]

Religiões do Tao[editar | editar código-fonte]

Misticismo e Esoterismo[editar | editar código-fonte]

Politeísmo não Dharmico[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Harsh Narain. Myth of Composite Culture (Mahabharata Shanti Parva 300:9) [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.