Rhizoprionodon porosus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCação-frango
Rhizoprionodon porosus.JPG
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Chondrichthyes
Ordem: Carcharhiniformes
Família: Carcharhinidae
Género: Rhizoprionodon
Espécie: R. porosus
Nome binomial
Rhizoprionodon porosus
Poey, 1861
Distribuição geográfica
Sua distribuição está compreendida pela área em azul.
Sua distribuição está compreendida pela área em azul.

Rhizoprionodon porosus, conhecido popurlamente como cação-frango, cação-figuinho e cação-rabo-seco, é uma espécie de tubarão da família Carcharhinidae. São comuns e inofensivos.[2] Tem o corpo alongado, focinho muito longo. Os seus sulcos labiais são muito desenvolvidos no canto de ambos maxilares. A sua segunda nadadeira dorsal tem origem à frente do centro da anal. Já a peitoral chega ao centro da base da primeira dorsal, quando deprimida no corpo. Dentes lisos, sem serrilhas, alargados e voltados para trás.

Coloração marrom-acinzentada, com reflexos dourados na região superior. Branco inferiormente. Dorsais e caudal com margens enegrecidas. Atinge até 1 m de comprimento. A sua carne é relativamente comum no mercado comercial, até por ser um peixe muito abundante, sendo consumido salgado ou congelado.[2]

Habitat[editar | editar código-fonte]

Costeiros, desde estuários, baías, praias e mesmo rios, até a beira da plataforma continental, além de 500 metros de profundidade associados ao fundo. Pode ser encontrado no litoral das Bahamas até o sul do Uruguai.[2] Existe uma incerteza taxonômica se a espécie Rhizoprionodon terraenovae se trata de uma espécie a parte ou se é uma subespécie encontrada mais ao sul, necessitando que haja mais estudos para se ter certeza.[1]

Hábitos[editar | editar código-fonte]

Formam cardumes pouco numerosos. No verão são mais comuns em águas rasas, migrando para o fundo no inverno.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Comem camarões, moluscos e peixes pequenos.[2]

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Vivíparos, os filhotes, de 2 a 6, nascem com 31 a 39 cm de comprimento.[2]

Ameaças[editar | editar código-fonte]

Poluição e pesca predatória.

Referências

  1. a b «Rhizoprionodon porosus» (em inglês). IUCN Red List. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  2. a b c d e «Rhizoprionodon porosus (Poey, 1861)» (em inglês). FishBase. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.