Sphyrnidae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSphyrnidae
Ocorrência: Mioceno - recente 56–0 Ma[1]
Hammerhead Shark (28776238172).jpg
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Chondrichthyes
Subclasse: Elasmobranchii
Superordem: Selachimorpha
Ordem: Carcharhiniformes
Família: Sphyrnidae
Distribuição geográfica
Sphyrnidae distribution map.svg

Sphyrnidae é uma família de tubarões, composta pelos géneros Sphyrna e Eusphyra. Têm uma cabeça achatada e mais larga que o corpo, chamada cefalofólio, que lhes dá uma visão binocular e uma perceção de profundidade superiores.[2]

Fisiologia[editar | editar código-fonte]

Há cinco espécies pequenas (Sphyrna tudes, Sphyrna corona, Sphyrna media, Sphyrna tiburo and Eusphyra blochii), por vezes com menos de 1 metro de comprimento[3] e quatro grandes (Sphyrna lewini, Sphyrna gilberti, Sphyrna zygaena e Sphyrna mokarran, que podem atingir 450kg e 6,1 metros de comprimento.[4]

Referências

  1. Fossilworks Database. «Fossilworks Paleotology database». Fossilworks. John Alroy. Consultado em 17 de dezembro de 2021 
  2. Barley, Shanta (26 de fevereiro de 2019). «Why the hammerhead shark got its hammer». New Scientist. Consultado em 3 de março de 2021 
  3. FAO SPECIES CATALOGUE. 4 (Sharks of the world). Tiburon: San Francisco State University. 1984 
  4. Florida Museum. «Great Hammerhead». Consultado em 7 de junho de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.