Richard Covey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Richard Covey

Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 17 de novembro de 1944 (73 anos)
Fayetteville, Estados Unidos
Patente militar coronel US Air Force reserva
Tempo no espaço 26d 21h 09min
Missões STS-51-I, STS-26, STS-38, STS-61
Insígnia da missão Sts-51-i-patch.png Sts-26-patch.png Sts-38-patch.png Sts-61-patch.png
Aposentadoria 1994

Richard Oswalt Covey (Fayetteville, 1 de agosto e 1946) é um ex-astronauta e oficial da Força Aérea dos Estados Unidos, veterano de quatro missões a bordo dos ônibus espaciais.

Formou-se em Engenharia Astronáutica pela Academia da Força Aérea dos Estados Unidos em 1968 e em Aeronáutica e Astronáutica pela Universidade de Purdue em 1969. Como piloto da Força Aérea, voou como piloto de caça entre 1970 e 1974, participando de 399 missões de combate durante a Guerra do Vietnã no comando de caças F-100 Super Sabre, A-37 Dragonfly e A-7 Corsair II.[1] Depois de servir na guerra, baseado na Eglin Air Force Base entre 1975 e 1978, foi piloto de teste de caças F-4 Phantom II, de sistemas de armas do Corsair e co-diretor de testes de armas de guerra eletrônica para o F-15 Eagle. Como militar, Covey acumulou mais de 5.700 horas de voo em trinta aeronaves diferentes.[2]

Foi selecionado para o curso de astronautas da NASA em janeiro de 1978 e qualificou-se em agosto de 1979, exercendo a princípio funções em terra como CapCom e piloto de escolta e observação de jatos T-38 em missões de ônibus espaciais.[1]

Foi ao espaço quatro vezes: como piloto da STS-51-I Discovery em 27 de agosto de 1985, uma missão de sete dias que colocou três satélites em órbita; como piloto da STS-26 Discovery, em 29 de setembro de 1988, a primeira missão do programa do ônibus espacial após a tragédia da Challenger em 1986; como comandante da STS-38 Atlantis em 15 de novembro de 1990, uma missão com carga sigilosa do Departamento de Defesa e finalmente como comandante da STS-81 Endeavour em 2 de dezembro de 1993, missão de manutenção e reparo do Telescópio Espacial Hubble.[1]

Em 1 de agosto de 1994, seu 48º aniversário, retirou-se da NASA e da Força Aérea. Após o acidente do ônibus espacial Columbia em 2003, Convey e o ex-astronauta do programa Apollo Thomas Stafford lideraram a Comissão Covey–Stafford criada para estabelecer o retorno dos ônibus espaciais ao espaço começando com a STS-114 Discovery. Em 2007, ele sucedeu o astronauta Michael McCulley como diretor-executivo da United Space Alliance, empresa de operações de voos espaciais de propriedade conjunta da Boeing e da Lockheed Martin.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Biographical Data». NASA. Consultado em 19 de novembro de 2014. 
  2. a b «Richard Covey». Spacefacts. Consultado em 19 de novembro de 2014.