Saltar para o conteúdo

Richard Covey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Richard Covey
Richard Covey
Nome completo Richard Oswalt Covey
Nascimento 1 de agosto de 1946 (77 anos)
Fayetteville, Arkansas,
Estados Unidos
Alma mater Academia da Força Aérea
dos Estados Unidos

Universidade Purdue
Ocupação
Serviço militar
Serviço Força Aérea dos
Estados Unidos
Anos de serviço 1968–1994
Patente Coronel
Conflitos Guerra do Vietnã
Condecorações Medalha de Serviço
Distinto de Defesa
Cruz de Voo Distinto (5)
Medalha do Ar (16)
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 26 dias, 21 horas, 9 minutos
Seleção Grupo 8 da NASA 1978
Missões
Aposentadoria 1º de agosto de 1994
Prêmios Medalha de Liderança Extraordinária da NASA
Medalha de Serviço
Excepcional da NASA

Richard Oswalt Covey (Fayetteville, 1 de agosto e 1946) é um ex-astronauta e oficial da Força Aérea dos Estados Unidos, veterano de quatro missões a bordo dos ônibus espaciais.

Formou-se em engenharia astronáutica pela Academia da Força Aérea dos Estados Unidos em 1968 e em Aeronáutica e Astronáutica pela Universidade de Purdue em 1969. Como piloto da Força Aérea, voou como piloto de caça entre 1970 e 1974, participando de 399 missões de combate durante a Guerra do Vietnã no comando de caças F-100 Super Sabre, A-37 Dragonfly e A-7 Corsair II.[1] Depois de servir na guerra, baseado na Base Aérea de Eglin entre 1975 e 1978, foi piloto de teste de caças F-4 Phantom II, de sistemas de armas do Corsair e co-diretor de testes de armas de guerra eletrônica para o F-15 Eagle. Como militar, Covey acumulou mais de 5.700 horas de voo em trinta aeronaves diferentes.[2]

Foi selecionado para o curso de astronautas da NASA em janeiro de 1978 e qualificou-se em agosto de 1979, exercendo a princípio funções em terra como CAPCOM e piloto de escolta e observação de jatos T-38 em missões de ônibus espaciais.[1]

Foi ao espaço quatro vezes: como piloto da STS-51-I Discovery em 27 de agosto de 1985, uma missão de sete dias que colocou três satélites em órbita; como piloto da STS-26 Discovery, em 29 de setembro de 1988, a primeira missão do programa do ônibus espacial após a tragédia da Challenger em 1986; como comandante da STS-38 Atlantis em 15 de novembro de 1990, uma missão com carga sigilosa do Departamento de Defesa e finalmente como comandante da STS-81 Endeavour em 2 de dezembro de 1993, missão de manutenção e reparo do Telescópio Espacial Hubble.[1]

Em 1 de agosto de 1994, seu 48º aniversário, retirou-se da NASA e da Força Aérea. Após o acidente do ônibus espacial Columbia em 2003, Convey e o ex-astronauta Thomas Stafford lideraram a Comissão Covey–Stafford criada para estabelecer o retorno dos ônibus espaciais ao espaço começando com a STS-114 Discovery. Em 2007, ele sucedeu ao astronauta Michael McCulley como diretor-executivo da United Space Alliance, empresa de operações de voos espaciais de propriedade conjunta da Boeing e da Lockheed Martin.[2]

Referências

  1. a b c «Biographical Data». NASA. Consultado em 19 de novembro de 2014 
  2. a b «Richard Covey». Spacefacts. Consultado em 19 de novembro de 2014