Rio Jacuípe (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde agosto de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Jacuípe
O rio desce de uma altura de 119 metros e forma a Cachoeira do Ferro Doido.
Comprimento 500 km
Nascente Morro do Chapéu
Altitude da nascente 1 011 m
Foz Paraguaçu
País(es)  Brasil

O rio Jacuípe é um curso de água que banha o estado da Bahia, no Brasil.[1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Jacuípe" se origina do tupi antigo îaku'ype, que significa "no rio dos jacus", através da junção de îaku, jacu, 'y, rio, e pe, em.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

É um caudaloso rio, genuinamente baiano, que compõe a bacia do Paraguaçu. Tem suas nascentes no município de Morro do Chapéu em uma altitude de 1 011 metros. Desce sertão abaixo pelo semiárido ao norte do piemonte da Chapada Diamantina, formando a bacia do Jacuípe, banhando vários municípios da vasta região do semiárido baiano. Chegando ao município de Antônio Cardoso, desemboca no rio Paraguaçu, compondo o lago da barragem da Pedra do Cavalo e, daí, segue pelas cidades de Conceição da Feira, Governador Mangabeira, Cachoeira, São Félix e Maragojipe, chegando à Baía de Todos os Santos, onde desemboca na região metropolitana de Salvador.

Possui alguns afluentes, pequenos rios temporários, riachos e também muitos cursos d'água, que o abastecem.

Existem, em seu curso, algumas barragens de represamento de grande importância no abastecimento de água potável para grande parte da população da bacia do Jacuípe, servindo também à agricultura e à pecuária.

Dentre as principais barragens, a João Durval Carneiro, localizada nos municípios de São José do Jacuípe e Várzea da Roça, é a mais importante, sendo a terceira maior barragem do estado da Bahia.

Referências

  1. a b NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 578.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.