Rita Ferro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rita Ferro
Nome completo Rita Roquette de Quadros Ferro
Data de nascimento 26 de fevereiro de 1955
Local de nascimento Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Escritora
Parentes Neta de António Ferro e Fernanda de Castro; Filha de António Quadros e Paulina Roquette Ferro; Mãe de Marta Gautier; Mãe de Salvador Martinha
Prémios Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística (2012)
Página oficial http://actofalhado.blogs.sapo.pt

Rita Roquette de Quadros Ferro[1] , conhecida como Rita Ferro (Lisboa, 26 de fevereiro de 1955), é uma escritora portuguesa[2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filha do escritor e filósofo António Quadros e de Paulina Roquette Ferro[2] neta paterna da escritora Fernanda de Castro e do editor, escritor e destacado dirigente cultural que foi António Ferro, bem como prima em segundo grau de Jorge Quadros.

Estudou design e deu aulas no IADE, que o seu pai fundara no ano de 1969. Entretanto e durante cerca de dez anos exerceu a função de copyrighter nas Selecções do Reader's Digest.

Autora de mais de 20 romances, iniciou a sua carreira literária em 1990, com a publicação do romance O Nó na Garganta. Seguiram-se os livros O Vestido de Lantejoulas (1991), O Vento e a Lua (1992) Uma Mulher Não Chora e Os filhos da mãe. Somou também colaboração dispersa na imprensa, nomeadamente na revista LER e nos jornais Diário de Notícias e A Capital. A sua obra está publicada em Espanha, no Brasil e na Croácia. Miguel Real colocou Rita Ferro na categoria de Realismo Urbano Total, distinguindo-a da famigerada Literatura Light.

Em 1994 apresentou, conjuntamente com Mário Zambujal, o programa "Quem conta um conto" na RTP2. Está representada em algumas antologias, nomeadamente em O Mistério de Lisboa, selecção de textos de autores portugueses sobre Lisboa, (Editora Relógio d’Água, 1994).

Em 2000 estreou em Valongo (Porto), a peça "O Menino dos Olhos Grandes", de Júnior Sampaio, a partir de crónicas de sua autoria. O romance Uma Mulher não Chora foi editado em 2002. Com a sua filha Marta lança o livro "Desculpe lá, Mãe". Em conjunto com a sua irmã, Mafalda Ferro, elaborou a fotobiografia "Retrato de Uma Família: Fernanda de Castro, António Ferro e António Quadros".

Em 2011 publicou o seu primeiro romance autobiográfico: A menina é filha de quem?, distinguido com o Prémio Pen Clube Português de Narrativa 2012. Integra o Conselho Consultivo da Fundação António Quadros.

Actualmente é convidada habitual do programa Conversa de Raparigas na Antena 3.

Obras[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

  • O Nó na garganta (Dom Quixote, 1990)
  • O Vestido de Lantejoulas (Dom Quixote, 1991)
  • O Vento e a Lua (Dom Quixote, 1992)
  • Por Instinto (Editorial Notícias, 2000)
  • Os Filhos da Mãe (Dom Quixote, 2000)
  • A Menina Dança? (Dom Quixote, 2002)
  • Uma Mulher não Chora (Dom Quixote, 2002)
  • És Meu! (Dom Quixote, 2003)
  • Não Me Contes o Fim (Dom Quixote, 2005)
  • As Caras da Mãe (Dom Quixote, 2006)
  • Responde se és Homem (Dom Quixote, 2007)
  • 13 Gotas ao Deitar (Oficina do Livro, 2009)
  • 4 & 1 Quarto (Dom Quixote, 2009)
  • Chocolate, (2010)
  • A menina é filha de quem?, (Dom Quixote, 2011)
  • Veneza Pode Esperar (Diário 1), (D. Quixote, 2013) (ISBN 978-972-2054-06-5)
  • A secretária de Sidónio Paes, (Glaciar), 2014)(ISBN 978-989-8776-12-9)

Crónicas[editar | editar código-fonte]

  • Por Tudo e Por Nada (Dom Quixote, 2002)
  • Os Cromos de Rita Ferro (Dom Quixote, 2003)
  • Sexo na Desportiva (Dom Quixote, 2007)

Outras publicações[editar | editar código-fonte]

Prémios[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GeneAll.net
  2. a b «Com raízes na nobreza de Goa». 1 de Março de 2008. Consultado em 23 de Abril de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.