Rudimental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rudimental
Kylie Speer interviewing Rudimental in 2013.JPG
Kylie Speer entrevistando a banda em 2013
Informação geral
Origem Hackney, Londres
País  Inglaterra
Gênero(s) Drum and bass
Liquid funk
jungle
Breakbeat
Soul
Período em atividade 2010 — atualmente
Gravadora(s) Asylum
Black Butter
Afiliação(ões) Anne-Marie
Alex Clare
John Newman
Emeli Sandé
Foxes
Angel Haze
Ella Eyre
Ed Sheeran
MNEK
Major Lazer
Integrantes Piers Agget
Amir Amor
Kesi Dryden
DJ Locksmith
Página oficial rudimental.co.uk

Rudimental é uma banda inglesa de música eletrônica formada em 2010. O quarteto é composto pelos compositores, DJs e produtores Piers Agget, Amir Amor, Kesi Dryden e DJ Locksmith (Leon Rolle).[1]

Eles foram nomeados para o Mercury Prize em 2013,[2] e ganharam vários prêmios, incluindo o Brit Award,[3] e o MOBO Awards de Melhor Álbum.[4] Rudimental também concorreu no MTV Europe Music Awards como "Melhor Artista Revelação" e "Melhor Artista Revelação do Reino Unido e Irlanda".[5] A banda também recebeu discos de platina em vários países,[6] incluindo o Reino Unido e a Austrália.[7]

O grupo chegou à fama em 2012, quando seu single "Feel the Love", com o cantor John Newman, chegou ao topo na UK Singles Chart.[8] "Feel the Love" também foi usado para nos créditos de abertura do documentário Spark: A Burning Man Story, de 2013.[9]

Suas outras canções de maior sucesso são, "Not Giving In" (com John Newman e Alex Clare) e o single de 2013 "Waiting All Night" (com Ella Eyre), que também liderou as paradas no Reino Unido. Mais recentemente o grupo lançou "Right Here" com Foxes, "Free" com Emeli Sandé e "Powerless" com Becky Hill. A banda foi nomeada pela BBC como banda de festival do verão.[10] Em 2013, o álbum Home estreou no número 1 na parada de álbuns do Reino Unido e também foi nomeada para o Mercury Music Prize.[11]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2011-2012: Primórdios[editar | editar código-fonte]

Em março de 2011, eles lançaram seu primeiro single, "Deep in the Valley", em colaboração com o MC Shantie.[12] Em junho do mesmo ano, eles lançaram "Speeding" com Adiyam, que como seu antecessor, obteve um desempenho comercial baixo, novamente sem conseguir entrar em qualquer parada musical.[13]

2012-2014: Home e sucesso mundial[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Home

No final de fevereiro de 2012, Rudimental lançou "Spoons", em colaboração com MNEK e Syron, como primeiro single de seu álbum de estreia, Home.[14] Tal como os seus dois lançamentos anteriores, não conseguiu entrar em qualquer parada. No entanto, ele foi bem recebido pelas principais estações de rádio do Reino Unido, e logo começou a ganhar popularidade.[15] Em meados de maio do mesmo ano, foi anunciado que o segundo single do álbum seria "Feel the Love" em colaboração com John Newman.[16] Pouco tempo depois de seu lançamento, alcançou a primeira colocação no Reino Unido,[17] além de entrar no top cinco em vários países, incluindo Austrália, Bélgica, Holanda e Nova Zelândia, e também obteve boas posições na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Irlanda, além de conquistar vários prêmios.[18] Em novembro de 2012 foi anunciado o terceiro single, "Not Giving In", com a colaboração de John Newman e Alex Clare, que estreou no número catorze no UK Singles Chart [19] e alcançou o número 1 no UK Dance Chart.[20] Em 14 de janeiro de 2013 foi lançada, como um download gratuito promocional, "Hell Could Freeze", com vocais da rapper Angel Haze.[21] "Waiting All Night", com Ella Eyre, foi lançado como o quarto single do álbum em 2013, alcançando o número 1 no UK Singles Chart em 21 de abril de 2013.[22]

Em 29 de abril de 2013, Home foi lançado no Reino Unido e alcançou o primeiro lugar na UK Albums Chart.[23] No início de agosto de 2013 foi lançado o quinto single "Right Here", com participação da cantora Foxes, que se tornou popular ao participar da canção "Clarity" do produtor alemão Zedd.[24] Em 19 de outubro do mesmo ano, o disco ganhou o prêmio de melhor álbum no MOBO Awards.[4] No dia 24 deste mês, foi anunciado que "Free", em colaboração com a cantora britânica Emeli Sandé, seria o sexto single de Home.[25] No lançamento, um remix da canção também foi lançado com o rapper Nas.[26]

Além de ter várias turnês no Reino Unido, Rudimental excursionou pela Europa, Austrália e nos EUA ao longo de 2013.[27][28] Em agosto de 2013, a banda foi convidada pela gravadora de Jay-Z, Roc Nation, para se apresentar no Made in America Festival, na Filadélfia.[29] Eles também se apresentaram no Outside Lands Music and Arts Festival em São Francisco[30] e no Future Music Festival, na Austrália.[31] Rudimental começou 2014 com uma performance no Jools' Annual Hootenanny.[32] Eles continuaram em 2014 com uma turnê pelo Reino Unido, incluindo três datas consecutivas na Brixton Academy.[33] Rudimental ganhou um Brit Award em 19 de fevereiro de 2014, na categoria de "Melhor Single do Ano".[34] Ainda em fevereiro eles lançaram seu sexto single, "Powerless", com Becky Hill.[35] A banda deu entrevistas dizendo que eles estão escrevendo e gravando novas ideias de músicas enquanto estão na estrada em preparação para seu segundo álbum de estúdio. Rudimental ganho o BRIT Award de melhor single britânico com a música "Waiting All Night" em 19 de fevereiro de 2014.[36]

2014-presente: We the Generation[editar | editar código-fonte]

Lançado em 2 de outubro de 2015, o segundo álbum da banda foi intitulado "We the Generation".[37]

Em 28 de abril de 2015, a banda revelou uma nova música chamada "Never Let You Go", que foi o single principal do álbum.[38]

Em 2016, lançaram um single com Joseph Angel, intitulado "Healing", que é uma música que difere de seus lançamentos anteriores por ser mais deep house.[39]

Membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com posições nas paradas selecionadas e certificações
Título Detalhe do álbum Posições em paradas músicais Certificações
UK AUS AUT BEL GER NLD SWI US
Home 1 2 56 23 41 34
We the Generation
  • Lançamento: 2 de outubro de 2015
  • Gravadora: Asylum, Atlantic
  • Formatos: CD, digital download
1 4 14 100 41 32 190
  • BPI: Gold
Toast to our Differences
  • Lançamento: 7 de setembro de 2018
  • Gravadora: Asylum, Atlantic
  • Formatos: Digital download
"—" indica que a gravação não foi incluída nas paradas ou não foi distribuída naquela região.

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Lista de singles como artista principal, mostrando posições em paradas músicais selecionadas, certificações e álbuns
Título Ano Posições em paradas músicais Certificações Álbum
UK
[40]
AUS
[41]
AUT
[42]
BEL
[43]
FRA
[44]
GER
[45]
NLD
[46]
SWE
[47]
SWI
[48]
US
[49]
"Spoons"
(featuring MNEK and Syron)
2012 Home
"Feel the Love"
(featuring John Newman)
1 3 14 2 59 2
"Not Giving In"
(featuring John Newman and Alex Clare)
14 12 4 71
  • BPI: Gold
  • ARIA: 2× Platinum
  • RMNZ: Gold
"Waiting All Night"
(featuring Ella Eyre)
2013 1 6 37 13 89 26 67
  • BPI: Platinum
  • ARIA: Platinum
  • BEA: Gold
  • RMNZ: Gold
"Right Here"
(featuring Foxes)
14 29 9
"Free"
(featuring Emeli Sandé)
26 5 41 36 38
  • ARIA: 4× Platinum
  • RMNZ: Platinum
"Powerless"
(featuring Becky Hill)
2014 73
"Give You Up"
(featuring Alex Clare)
"Never Let You Go"
(featuring Foy Vance)
2015 29 29 We the Generation
"I Will for Love"
(featuring Will Heard)
23
"Rumour Mill"
(featuring Anne-Marie and Will Heard)
67 13
"Lay It All on Me"
(featuring Ed Sheeran)
12 7 23 47 31 43 17 26 48
  • BPI: Platinum
  • ARIA: Platinum
  • BVMI: Gold
  • RMNZ: 2× Platinum
  • RIAA: Gold
"Common Emotion"
(featuring MNEK)
2016
"Sun Comes Up"
(featuring James Arthur)
2017 6 50 1 76 80 48
  • BPI: Platinum
  • ARIA: Gold
Toast to our Differences
"These Days"
(featuring Jess Glynne, Macklemore and Dan Caplen)
2018 1 2 1 3 15 3 10 2 2
  • BPI: Platinum
  • ARIA: 2× Platinum
  • BVMI: Gold
  • RMNZ: Platinum
"—" indica que a gravação não foi incluída nas paradas ou não foi distribuída naquela região.

Turnês[editar | editar código-fonte]

  • Home Tour: 2012–14

Referências

  1. Toledo, Giuliana de. «Novatos do Rudimental concorrem hoje com veteranos no Brit Awards». Folha de S.Paulo. Consultado em 29 de março de 2015. 
  2. «Mercury Prize 2013 contender: Rudimental» (em inglês). BBC. Consultado em 29 de março de 2015. 
  3. McGeorge, Alistair. «Rudimental win best British Single at The Brit Awards 2014» (em inglês). Mirror. Consultado em 29 de março de 2015. 
  4. a b «Rudimental, Naughty Boy, Tinie Tempah win at 2013 MOBO Awards» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 29 de março de 2015. 
  5. «MTV European Award nominations announced» (em inglês). Telegraph. Consultado em 29 de março de 2015. 
  6. Cromie, Claire. «Tennent's Vital: Avicii, Tinie Tempah and Rudimental announced for third day» (em inglês). Belfast Telegraph. Consultado em 29 de março de 2015. 
  7. «BEST ALBUM – RUDIMENTAL 'HOME'» (em inglês). The Bass Music Awards. Consultado em 29 de março de 2015. 
  8. «Rudimental» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 29 de março de 2015. 
  9. McCarthy, Zel. «'Spark: A Burning Man Story' Soundtrack, Starring Diplo, Rudimental and More: First Listen» (em inglês). Billboard. Consultado em 29 de março de 2015. 
  10. Savage, Mark. «Rudimental: Festival band of the summer?» (em inglês). BBC. Consultado em 29 de março de 2015. 
  11. «Mercury Prize - 2013 Shortlist - Albums of the Year» (em inglês). Mercury Music Prize. Consultado em 29 de março de 2015. 
  12. «Deep in the Valley (feat. MC Shantie) - EP» (em inglês). iTunes. Consultado em 29 de março de 2015. 
  13. «Speeding (Remixes) (feat. Adiyam) - EP» (em inglês). iTunes. Consultado em 29 de março de 2015. 
  14. «New Favourite Band: Rudimental» (em inglês). The Big Gap. Consultado em 29 de março de 2015. 
  15. Copsey, Robert. «Rudimental: 'Feel The Love' - Single review» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 29 de março de 2015. 
  16. «Rudimental Ft. John Newman (5) ‎– Feel The Love» (em inglês). Discogs. Consultado em 29 de março de 2015. 
  17. Kreisler, Lauren. «Rudimental feel the love on the Official Singles Chart Update» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 29 de março de 2015. 
  18. «Rudimental and John Newman - Feel The Love» (em inglês). αCharts.us. Consultado em 29 de março de 2015. 
  19. «Rudimental - Not Giving In» (em inglês). αCharts.us. Consultado em 29 de março de 2015. 
  20. «John Newman Tickets & Info» (em inglês). Oztix. Consultado em 29 de março de 2015. 
  21. «Angel Haze - Hell Could Freeze» (em inglês). DJBooth. Consultado em 29 de março de 2015. 
  22. «Official Singles Chart Top 100 - 21-04-2013 - 27-04-2013» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 29 de março de 2015. 
  23. «"Official Albums Chart Top 100 - 05-05-2013 - 11-05-2013"» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 29 de março de 2015. 
  24. Corner, Lewis. «Rudimental, Foxes debut new single 'Right Here' music video - watch» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 29 de março de 2015. 
  25. Whitehill, Gaby. «Watch: Rudimental premiere video for 'Free', feat Emeli Sande» (em inglês). Gigwise. Consultado em 29 de março de 2015. 
  26. «Free (feat. Emeli Sandé) Remixes - EP» (em inglês). iTunes. Consultado em 29 de março de 2015. 
  27. Bella, Sarah. «Rudimental Return To Australia For Headline Tour, September 2013» (em inglês). Music Feeds. Consultado em 29 de março de 2015. 
  28. «Rudimental» (em inglês). Resident Advisor. Consultado em 29 de março de 2015. 
  29. George, Anita. «Jay-Z's Made in America Festival Announces 2013 Lineup» (em inglês). Paste Magazine. Consultado em 29 de março de 2015. 
  30. Sharpsteen, Aaron. «Outside Lands 2013: Interview – Rudimental's Message» (em inglês). SSG Music. Consultado em 29 de março de 2015. 
  31. Hohnen, Mike. «Future Music Festival 2013 Lineup – Official Announcement» (em inglês). Music Feeds. Consultado em 29 de março de 2015. 
  32. «Jools' Annual Hootenanny 2013/14» (em inglês). BBC. Consultado em 29 de março de 2015. 
  33. «Rudimental Announce New 2014 UK Shows In London And Manchester» (em inglês). Capital FM. Consultado em 29 de março de 2015. 
  34. «Rudimental win British single at 2014 Brits» (em inglês). The Guardian. Consultado em 29 de março de 2015. 
  35. «Powerless (feat. Becky Hill) (Remix Bundle) - Single» (em inglês). iTunes. Consultado em 29 de março de 2015. 
  36. McGeorge, Alistair. «Rudimental win best British Single at The Brit Awards 2014 - 3am & Mirror Online» (em inglês). Daily Mirror. Consultado em 4 de março de 2017. 
  37. Carlos, Jhonny. «REVIEW: Rudimental retorna mais lírico e conceitual em "We The Generation"». Phouse. Consultado em 4 de março de 2017. 
  38. «NME News Rudimental unveil brand new song 'Never Let You Go' - listen». Nme.com. 27 de abril de 2015. Consultado em 4 de março de 2017. 
  39. «Listen: Rudimental - 'Healing' ft. J Angel». 26 de agosto de 2016. Consultado em 4 de março de 2017. 
  40. «Rudimental» (select "Singles" tab). Official Charts Company. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  41. «Rudimental discography». australian-charts.com. Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  42. «Rudimental discography». austriancharts.at (em German). Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  43. «Rudimental discography». ultratop.be (em Dutch). Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  44. «Rudimental discography». lescharts.com (em French). Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  45. «Rudimental» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  46. «Rudimental discography». dutchcharts.nl (em Dutch). Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  47. «Rudimental discography». swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  48. «Rudimental discography». swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 18 de abril de 2018. 
  49. «Rudimental – Chart History: Hot 100». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 18 de abril de 2018.